quinta-feira, 20 de abril de 2017

Sindicato da Cagepa pede renúncia de Cássio por delação da Odebrechet


Os trabalhadores da Cagepa, através do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba (Stiupb), divulgou nota, nesta quinta-feira (20),pedindo a renúncia do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), devido a citação do seu nome na deleção da Odebrecht para a Operação Lava Jato.
"Os trabalhadores da Cagepa, através do seu Sindicato, vem mostrar o repúdio e a indignação de todos os trabalhadores, representados por esta Entidade de Classe, pelas últimas notícias que foram veiculadas pelo STF, autorizadas pelo Ministro Edson Fachin, onde o ex-presidente do grupo Odebrecht Ambiental, Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis, afirmou categoricamente que o Senador Cássio Cunha Lima, havia formalizado uma troca, em benefício próprio, de receber R$ 800 mil (oitocentos mil reais) em detrimento de ceder a CAGEPA, pela modalidade Parceria Público Privado, para o domínio do Grupo Odebrecht Ambiental", diz a nota.
"Diante do exposto, o Stiupb reivindica que o senador apresente sua renúncia. É o que o povo da Paraíba exige", acrescenta.
N O T A
Os trabalhadores da Cagepa, através do seu Sindicato, vem mostrar o repúdio e a indignação de todos os trabalhadores, representados por esta Entidade de Classe, pelas últimas notícias que foram veiculadas pelo STF, autorizadas pelo Ministro Edson Fachin, onde o ex-presidente do grupo Odebrecht Ambiental, Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis, afirmou categoricamente que o Senador Cássio Cunha Lima, havia formalizado uma troca, em benefício próprio, de receber R$ 800 mil (oitocentos mil reais) em detrimento de ceder a CAGEPA, pela modalidade Parceria Público Privado, para o domínio do Grupo Odebrecht Ambiental.
Conforme depoimento, o valor foi pago, em duas parcelas, de forma que a promessa do Senador Cássio Cunha Lima era a entrega da CAGEPA ao Grupo Odebrecht.
Os Trabalhadores da CAGEPA, sentem-se traídos e vítimas de uma atitude que entendem ilícita e irresponsável do Senador Cássio Cunha Lima, que assumiu o compromisso, com a Odebrecht, de privatizar a CAGEPA, entregando-a à Odebrecht que de forma pública, se constitui como uma das maiores corruptoras deste País.
Imbuído no espírito cívico e no sentimento de decepção, o Sindicato, vem de público, exigir ao Senador Cassio Rodrigues da Cunha Lima, a Renúncia do Cargo de Senador da República pelo Estado da Paraíba.
O mandato de Senador da República pelo Estado da Paraíba, não deve ser exercido por quem utiliza o cargo para uso de caixa dois, e se beneficiar com valores ilícitos, frutos de corrupção.
O mandato de Senador da República foi outorgado pelo povo, para que, em Brasília, possa defender os interesses maiores da sociedade.
O Senador Cássio Cunha Lima, com a referida prática, deixa claro que não representa o Povo Brasileiro, tampouco o Estado da Paraíba, e muito menos os interesses do Povo Paraibano, que expressou o voto em favor do parlamentar, com a esperança de uma representação independente e voltada ao compromisso com os interesses da Nação.
O Senador não representa o Povo Paraibano.
É por essas e outras que, no próximo dia 28, a categoria estará em Greve Geral, em defesa dos interesses da classe trabalhadora e contra a reforma da Previdência e trabalhista.
Diante do exposto, o Stiupb reivindica que o Senador apresente sua renúncia. É o que o Povo da Paraíba exige!
Wilton Maia Velez
Presidente

Dono de academia é morto a tiros na Capital e outras três pessoas são baleadas na PB

Quatro pessoas foram vítimas de atentados com uso de armas de fogo na noite desta quarta-feira (19), na Paraíba. Em um dos casos, um dono de academia foi assassinado na Capital.


O caso do empresário ocorreu no bairro Cruz das Armas, na Zona Oeste de João Pessoa. Segundo a polícia, a vítima havia acabado de fechar a academia e se dirigia para o apartamento em que morava, nas proximidades do empreendimento, quando foi atingido por tiros, morrendo ainda no local.

A polícia não apurou quem teria cometido o crime e o que teria motivado o ato. A academia funcionava há um mês.

No bairro Renascer, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, um adolescente de 15 anos sofreu seis tiros. Ele foi socorrido consciente e orientado para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na Capital, e informou à polícia que três homens teriam tentado assassiná-lo. De acordo com policiais que registraram o caso, o menor teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Na mesma ocorrência, durante o tiroteio, um vizinho da vítima acabou sendo baleado, em um dos braços. Ele também foi socorrido para o Hospital de Trauma.
Na cidade de Mari, na Zona da Mata da Paraíba, a 60 km de João Pessoa, um homem sofreu cinco tiros. Conforme a Polícia Militar da cidade vizinha de Sapé, que registrou a ocorrência, não se sabe como o crime teria acontecido. O baleado foi socorrido para um hospital da região. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Policial militar da PB é preso suspeito de estelionato contra aposentados no Ceará

Um policial militar reformado da Paraíba foi preso, na manhã dessa terça-feira (18), suspeito de estelionato ao aplicar golpes de empréstimo em aposentados e pessoas analfabetas no município de Ipaumirim, no interior do Ceará.

Segundo a Polícia Civil em Ipaumirim, a policial abordava as vítimas e as perguntava se elas tinham realizado empréstimos. Caso a resposta fosse positiva, o suspeito afirmava que poderia renegociar os juros do empréstimo para que o financiamento se tornasse mais barato.

“Já ouvimos nove vítimas, que relataram que o policial contava que elas tinham direito a um fundo especial de lucros já que o juros cobrado nos empréstimos era abusivo. O que ele realmente fazia era refinanciar o empréstimo, conseguindo uma leve diminuição do juros, porém cobrando uma alta taxa pelo serviço, o que configura crime”, informou a polícia civil.

Preso, o policial militar foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Ipaumirim, onde permanece na carceragem. Ainda segundo a Polícia Civil, o valor total do golpe aplicado pelo suspeito deve ser levantado após depoimento de novas vítimas.

Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...