terça-feira, 21 de março de 2017

Após emprestar bombas para a Transposição, Alckmin deve visitar à Paraíba

Apesar de manter o estilo discreto e um discurso comedido sobre a disputa presidencial de 2018, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) é, até agora, o único pré-candidato ao Palácio do Planalto do campo governista que está se movimentando em arenas públicas do xadrez eleitoral. Um dos locais que ele pretende visitar em breve, antes de maio, é o Estado da Paraíba. Em janeiro, o tucano emprestou equipamentos utilizados na captação da reserva técnica do Sistema Cantareira para Floresta (PE) para acelerar a transposição do Rio São Francisco e auxiliar o abastecimento de água no interior de Pernambuco e da Paraíba. Aparentemente, agora, quer colher os louros deste feito.

Em sua caminhada pré-eleitoral, para compensar a falta de apoio da maioria da executiva nacional tucana, que é alinhada com o senador Aécio Neves, Alckmin se aproximou dos seis governadores da legenda.

Seus maiores aliados são Beto Richa, do Paraná, e Marconi Perillo, de Goiás. Ambos defendem publicamente e com entusiasmo a realização de prévias. Aliados do governador paulista apontam que Perillo é um “excelente nome” para presidir o PSDB a partir de maio de 2018, quando termina o mandato de Aécio na presidência da sigla.

Para compensar a mobilidade nacional reduzida pelo exercício do cargo, o governador de São Paulo adotou a “política de varanda”. As tardes de sexta-feira e os fins de semana são os dias nos quais ele costuma receber deputados de todos os Estados e de diferentes legendas para almoços ou reuniões na ala residencial do Palácio dos Bandeirantes.

Mas o ritmo de viagens será intensificado. Em maio, Alckmin planeja fazer uma viagem de carro entre Cuiabá (Mato Grosso) e Santarém (Pará) com o governador de Mato Grosso, Pedro Taques. Antes disso, pretende ir até a Paraíba.

Cartaxo nega ingerência em CPI's na CMJP: "Sou prefeito, não sou vereador"


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), disse, nesta terça-feira (21), que não irá realizar nenhum tipo de nos quatro pedidos de instalação CPI's protocolados na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) nessa segunda-feira (20) pela bancada da situação na Casa de Napoleão Laureano.
“Essa questão das CPIs são de iniciativa da bancada, o Parlamento é o Parlamento e o Executivo é o Exectivo. Sou prefeito de Jão Pessoa, não sou vereador, cuido do dia a dia da cidade", afirmou
"Trato da relação harmoniosa com a Camara de João Pessoa, mas é preciso preserar a autonomia dos poderes”, acrecentou.
Os pedidos de CPIs são para investigar o suposto superfaturamento na compra de carteiras escolares da empresa DESK; convênio firmado pela Prefeitura com FUNETEC e IFPB para implantação de softwares e engenharia na Capital; o extermínio de jovens negros na Capital; e para apurar a suposta poluição das praias pela Cagepa.

Gás de cozinha deve aumentar até R$ 4 por botijão a partir desta terça na Paraíba



O preço do gás liquefeito de petróleo para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg (GLP P-13), o gás de cozinha, vai aumentar, em média, R$ 4 por botijão a partir da zero hora desta terça-feira (21) na Paraíba. O reajuste, de 9,8%, foi autorizado pela Petrobras e vai ser repassado integralmente aos consumidores.

Segundo o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás de Cozinha da Paraíba, Antônio Marcos, os revendedores não podem repassar o reajuste menor ao consumidor porque o produto já vai ser repassado a eles pelas distribuidoras com novos preços.

“A Petrobras autorizou o reajuste e as distribuidoras já vão nos repassar os produtos com aumento de 9,8%. Por isso, também teremos que repassar esse percentual para os consumidores. Como o preço atual varia entre R$ 48 e R$ 52, prevemos que o aumento seja de até R$ 4”, afirmou Marcos Antônio.

O último reajuste realizado pela Petrobras ocorreu em 1º de setembro de 2015. A correção atual não se aplica ao GLP destinado a uso industrial.

Macaco é resgatado após passar 20 anos vivendo com casal em João Pessoa


Um homem foi encaminhado na segunda-feira (20) para Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa, por criar um macaco-prego dentro de casa, no bairro de Mangabeira, na capital paraibana. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar Ambiental, o flagrante foi feito durante uma operação de buscas para localizar motocicletas roubadas. Segundo o criador do animal, ele cuidava do macaco há 20 anos.
Durante a operação, policiais identificaram o macaco-prego sendo criado na casa e preso por uma coleira. Por se tratar de um animal silvestre, o criador do animal foi autuado e encaminhado até a delegacia. Milton Pereira, encaminhado pela polícia por criar o animal silvestre sem autorização, explicou que salvou o macaco durante um incêndio em uma área de mata.
“Ele era pequenininho, estava nas costas de um macaco maior, não sei era o pai ou mãe. Quando começou o fogo, ele caiu. Eu entrei dentro da fumaça, resgatei ele e nesse tempo todo em cuidei dele”, explicou o homem autuado pelo crime ambiental.
Ainda de conforme Milton Pereira, o macaco chegou a se soltar várias vezes, mas sempre retornava para casa ao ouvir os chamados do dono. “Eu pensei em doar para a Bica [o Parque Zoobotânico Arruda Câmara em João Pessoa], mas minha mulher é muito apegada a ele. E além disso, eu achava que os macacos da Bica podiam judiar dele, por ser novato, não fazer parte do bando”, comentou Milton, que confidenciou que sua esposa ficou chorando após a Polícia Ambiental apreender o animal.
Conforme o comandante da Polícia Ambiental, major Cristovão Lucas, Milton Pereira foi autuado por crime ambiental e multado em R$ 500. Após prestar depoimento, o dono do macaco foi liberado e não precisou pagar fiança. Ele deve responder ao processo em liberdade. O crime ambiental de criar animal silvestre sem autorização prevê pena de seis meses a um ano de prisão.
O macaco-prego foi encaminhado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Cabedelo, na Grande João Pessoa, onde vai passar por exames e em seguida ser liberado na natureza. O macaco-prego são muito comuns na América do Sul e podem viver até 40 anos.
G1 PB

Prefeita Márcia Lucena visita Codhab, em Brasília, onde discute projetos de desenvolvimento habitacional. Nesta segunda-feira (20), a prefeita da cidade de Conde, Márcia Lucena, ao lado do secretário de Planejamento do município, Flávio Tavares, visitou a sede da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). De acordo com Márcia, a visita teve o intuito de discutir projetos de intervenção nas comunidades, já que a Codhab é referência em projetos de desenvolvimento habitacional do Distrito Federal. "Nós estivemos na Codhab para discutir programas de intervenção nas comunidades. Verificamos que eles têm postos fixos de ajuda técnica na área de arquitetura para os moradores das comunidades, com isso não só realizam os projetos para execução no presente ou futuro, como também corrigem as ações feitas no passado, com apoio da comunidade através de mutirões, mudando o aspecto e a vida da comunidade" pontuou a gestora. A prefeita informou ainda que a visita servirá como base para que projetos semelhantes sejam desenvolvidos no Conde. "Nós começamos sábado passado na comunidade Ademário Régis a discutir com a população sobre uma praça que eles reivindicam na localidade, então nós tivemos essa primeira oficina e teremos outras etapas que vão culminar na construção desta praça a partir de um mutirão da comunidade, então aqui na Codhab nós pudemos verificar tecnicamente como poderemos levar esse projeto adiante não só nesta comunidade, mas em todo o município de Conde" explicou. Márcia Lucena também revelou que a visita serviu para esclarecer alguns pontos a respeito da implantação do programa Cartão Reforma, do governo Federal. Nesta terça-feira (21), Márcia Lucena se reúne durante a manhã, com as equipes do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Educação (FNDE), no horário da tarde estão agendadas reuniões na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e no Ministério do Esporte. Na quarta-feira (22), a prefeita se reúne nos ministérios do Turismo, do Trabalho e das Cidades.

Nesta segunda-feira (20), a prefeita da cidade de Conde, Márcia Lucena, ao lado do secretário de Planejamento do município, Flávio Tavares, visitou a sede da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).
De acordo com Márcia, a visita teve o intuito de discutir projetos de intervenção nas comunidades, já que a Codhab é referência em projetos de desenvolvimento habitacional do Distrito Federal.
"Nós estivemos na Codhab para discutir programas de intervenção nas comunidades. Verificamos que eles têm postos fixos de ajuda técnica na área de arquitetura para os moradores das comunidades, com isso não só realizam os projetos para execução no presente ou futuro, como também corrigem as ações feitas no passado, com apoio da comunidade através de mutirões, mudando o aspecto e a vida da comunidade" pontuou a gestora.
A prefeita informou ainda que a visita servirá como base para que projetos semelhantes sejam desenvolvidos no Conde.
"Nós começamos sábado passado na comunidade Ademário Régis a discutir com a população sobre uma praça que eles reivindicam na localidade, então nós tivemos essa primeira oficina e teremos outras etapas que vão culminar na construção desta praça a partir de um mutirão da comunidade, então aqui na Codhab nós pudemos verificar tecnicamente como poderemos levar esse projeto adiante não só nesta comunidade, mas em todo o município de Conde" explicou.
Márcia Lucena também revelou que a visita serviu para esclarecer alguns pontos a respeito da implantação do programa Cartão Reforma, do governo Federal.
Nesta terça-feira (21), Márcia Lucena se reúne durante a manhã, com as equipes do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Educação (FNDE), no horário da tarde estão agendadas reuniões na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e no Ministério do Esporte. Na quarta-feira (22), a prefeita se reúne nos ministérios do Turismo, do Trabalho e das Cidades.
 
Nesta segunda-feira (20), a prefeita da cidade de Conde, Márcia Lucena, ao lado do secretário de Planejamento do município, Flávio Tavares, visitou a sede da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).
De acordo com Márcia, a visita teve o intuito de discutir projetos de intervenção nas comunidades, já que a Codhab é referência em projetos de desenvolvimento habitacional do Distrito Federal.
"Nós estivemos na Codhab para discutir programas de intervenção nas comunidades. Verificamos que eles têm postos fixos de ajuda técnica na área de arquitetura para os moradores das comunidades, com isso não só realizam os projetos para execução no presente ou futuro, como também corrigem as ações feitas no passado, com apoio da comunidade através de mutirões, mudando o aspecto e a vida da comunidade" pontuou a gestora.
A prefeita informou ainda que a visita servirá como base para que projetos semelhantes sejam desenvolvidos no Conde.
"Nós começamos sábado passado na comunidade Ademário Régis a discutir com a população sobre uma praça que eles reivindicam na localidade, então nós tivemos essa primeira oficina e teremos outras etapas que vão culminar na construção desta praça a partir de um mutirão da comunidade, então aqui na Codhab nós pudemos verificar tecnicamente como poderemos levar esse projeto adiante não só nesta comunidade, mas em todo o município de Conde" explicou.
Márcia Lucena também revelou que a visita serviu para esclarecer alguns pontos a respeito da implantação do programa Cartão Reforma, do governo Federal.
Nesta terça-feira (21), Márcia Lucena se reúne durante a manhã, com as equipes do Fundo Nacional de Desenvolvimento e Educação (FNDE), no horário da tarde estão agendadas reuniões na Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e no Ministério do Esporte. Na quarta-feira (22), a prefeita se reúne nos ministérios do Turismo, do Trabalho e das Cidades.

Dupla em moto rende gerente de posto de combustíveis e rouba mais de R$ 13 mil


A gerente de um posto de combustíveis teve R$ 13.300 roubados, nessa segunda-feira (20), na cidade de Esperança, Agreste paraibano, a 159 km de João Pessoa.
De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Polícia Militar, a vítima caminhava por uma rua quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta. A dupla anunciou o assalto e fugiu levando o malote de dinheiro.
A vítima acionou a PM, que realizou rondas nas proximidades do local onde aconteceu o roubo, mas até o início da manhã desta terça-feira (21) nenhum suspeito tinha sido preso.

Homem é preso após agredir esposa e esfaquear enteado de 12 anos em Campina Grande


Um mecânico de 40 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (21), suspeito de esfaquear o enteado, de 12 anos, em Campina Grande. O crime aconteceu no bairro Araxá e a polícia foi acionada às 0h40.
De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) da Polícia Militar, o suspeito usou uma faca de mesa para atingir a criança, que foi ferida no pescoço e no ombro. Ainda conforme a PM, a esposa do suspeito foi agredida por ele. Viaturas foram até o local e levaram o homem para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp), no Parque do Povo, onde ele foi autuado em flagrante.
Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e socorreu o enteado do suspeito para o Hospital de Emergência e Trauma. 

Homem tem R$ 56 mil roubados em estacionamento de shopping center, na PB

Um homem foi vítima de um assalto e teve R$ 56 mil roubados, nessa segunda-feira (20), no estacionamento de um shopping center da cidade de Guarabira, a 104 quilômetros de João Pessoa.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), a vítima estava com um malote com R$ 32 mil em dinheiro e R$ 24 mil em cheques para ser entregue em um correspondente bancário, quando foi abordado por uma dupla armada em uma moto de cor escura.

A polícia foi acionada e realizou diversas buscas na região na tentativa de encontrar os bandidos, mas até o fechamento desta matéria ninguém havia sido preso.

Gás de cozinha deve aumentar até R$ 4 por botijão a partir desta terça na Paraíba


O preço do gás liquefeito de petróleo para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg (GLP P-13), o gás de cozinha, vai aumentar, em média, R$ 4 por botijão a partir da zero hora desta terça-feira (21) na Paraíba. O reajuste, de 9,8%, foi autorizado pela Petrobras e vai ser repassado integralmente aos consumidores.

Segundo o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás de Cozinha da Paraíba, Antônio Marcos, os revendedores não podem repassar o reajuste menor ao consumidor porque o produto já vai ser repassado a eles pelas distribuidoras com novos preços.

“A Petrobras autorizou o reajuste e as distribuidoras já vão nos repassar os produtos com aumento de 9,8%. Por isso, também teremos que repassar esse percentual para os consumidores. Como o preço atual varia entre R$ 48 e R$ 52, prevemos que o aumento seja de até R$ 4”, afirmou Marcos Antônio.