quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

As Muriçocas do Miramar desfila hoje

imagem demonstrativa
O bloco Muriçocas do Miramar desfila nesta Quarta-feira de Fogo (22), em João Pessoa, com concentração marcada para as 21h na Praça das Muriçocas, em Miramar. O bloco comemora 31 anos em 2017 e terá Os Gonzagas, Bambarte,Os Mulatos, Mira Maya, Malandros do Morro, Fuba e Zé Neto.
O esquema de segurança para o desfile terá 900 policiais e vários serviços de segurança ao longo da área do percurso, que vai da Praça das Muriçocas até a Epitácio Pessoa, de onde segue para o Busto de Tamandaré.
Ainda há esquema de trânsito e ônibus, que começou nessa terça-feira (21), e envolve ônibus e mudanças no tráfego em toda a área do desfile.
As linhas do ‘Tetéu’, que circulam na madrugada, serão reforçadas em duas viagens, entre 1h30 e 2h30 da madrugada da quinta-feira (23). São elas: 101 – Grotão; 104 – Bairro das Indústrias; 118 – Valentina-Paratibe – Mussumago; 2303 e 3203 – Mangabeira VII; 301 – Mangabeira; 504 – Mandacaru; 507 – Cabo Branco; 510 – Tambaú; 1500 – Circular e 5100 – Circular. A linha 601 – Bessa também vai operar no Tetéu.
Ainda serão reforçadas com duas viagens após a meia-noite as linhas 204 – Cristo; 302 – Mangabeira/CidadeVerde; 701 – Alto do Mateus; 505 – Bairro dos Ipês; 116 – Colinas; 2300 – Circular e 3200 – Circular (estas partindo do Terminal de Integração do Varadouro). Já as linhas 5600 – Mangabeira/Shopping; 5603 – Mangabeira/Shopping; 5605 – Mangabeira/Shopping; 510 – Tambaú; 513 – Bessa e 507 – Cabo Branco terão reforço durante todo o evento.

Depoimento confirma que Lula é inocente


A defesa do ex-presidente Lula afirmou nesta terça-feira 21, após a realização de uma nova sessão em que foram tomados mais depoimentos sobre o caso do triplex no Guarujá, o qual Lula é acusado de ter recebido da OAS, que está confirmado que Lula não comprou o imóvel, que visitou apenas uma vez, e que a acusação "é frívola".
"65 testemunhas já foram ouvidas na ação penal que trata do chamado "triplex" do Guarujá e não há confirmação de um único fato que possa vincular o nome do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva a desvio de valores relativos aos 3 contratos da Petrobras indicados pela denúncia ou à propriedade desse apartamento", afirma o advogado Cristiano Zanin Martins, que defende Lula.
Os novos depoimentos sobre o caso foram tomados na 13ª Vara Federal de Curitiba, do juiz Sergio Moro. "Mais uma vez os depoimentos colhidos mostraram que a acusação contra Lula é frívola, sem materialidade, baseada apenas em suposições e no intuito de criar embaraços indevidos às atividades políticas do ex-Presidente", acrescenta Zanin Martins.
Leia a íntegra da nota divulgada por ele:
Nota
65 testemunhas já foram ouvidas na ação penal que trata do chamado "triplex" do Guarujá e não há confirmação de um único fato que possa vincular o nome do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva a desvio de valores relativos aos 3 contratos da Petrobras indicados pela denúncia ou à propriedade desse apartamento. Esse é o cenário que se verifica hoje (21/02) após nova audiência realizada na 13ª Vara Federal de Curitiba para a coleta de novos depoimentos.
Da rodada de hoje, destacamos o depoimento de Valmir Moraes da Silva, Tenente do Exército Brasileiro e chefe da equipe de apoio institucional do ex-Presidente Lula. Ele declarou ser responsável pela organização e acompanhamento de todos os deslocamentos de Lula e, nesta função, esteve uma única vez com o ex-Presidente no Edifício Solaris, no Guarujá, quando ele foi conhecer o imóvel a fim de verificar eventual interesse na compra.
Moraes tratou como absolutamente normal, na rotina do ex-Presidente, o imóvel ter sido mostrado por um diretor da OAS. Lula seria, segundo ele, sempre recebido por pessoas da alta direção nas instituições visitadas. Esclareceu que, no trajeto de volta do Guarujá, o ex-Presidente comentou sobre a impossibilidade de frequentar aquele imóvel e que, por força dessa constatação, iria sugerir a D. Marisa pedir a devolução do valor por ela investido na compra da cota, em 2005, quando o empreendimento era gerido pela Bancoop.
O servidor ainda afirmou que aquela foi a primeira e única vez que Lula esteve no Edifício Solaris, o que pode ser provado pelo fato de não haver qualquer registro de diária relativa a esse local na Presidência da República, como ocorre sempre que é feito deslocamento, especialmente se houver pernoite. Apenas D. Marisa retornou ao local, uma única vez, acompanhada por outro membro da equipe do depoente. Moraes disse jamais ter ouvido qualquer outra referência ao imóvel e tampouco realizou qualquer procedimento de segurança no local, como ocorre em todos os lugares frequentados pelo ex-Presidente.
Silvio Pettengill Neto, que era advogado da Petrobras em 2007, e atualmente é Procurador da República, confirmou que emitiu parecer jurídico à época opinando pela legalidade da contratação direta, sem licitação, relativa a um dos contratos citados na denuncia. Esclareceu que jamais sofreu qualquer interferência para emitir esse posicionamento jurídico e que jamais foi questionado por esse ato por qualquer dos órgãos de controle interno ou externo da Petrobras. Também não tem conhecimento de qualquer apuração de desvio de valores ou pagamento de propina identificado por esses mesmos órgãos de controle, que tinham essa função na companhia.
Mais uma vez os depoimentos colhidos mostraram que a acusação contra Lula é frívola, sem materialidade, baseada apenas em suposições e no intuito de criar embaraços indevidos às atividades políticas do ex-Presidente.

Zilu Ex de zeze exibiu em seu Instagram sua nova mansão “meu novo paraíso”.

Divorciada oficialmente de Zezé Di Camargo desde 2014, Zilu deu mais um passo rumo à nova vida. Após o ex-casal pôr à venda a mansão onde morou por anos em São Paulo, a mãe de Wanessa, Camilla e Igor pegou metade do dinheiro e comprou um novo imóvel. Ela mesma compartilhou em seu Instagram na madrugada desta terça-feira um pedacinho da vista do local que ela chama de “meu novo paraíso”.
Desde que se separou do sertanejo, Zilu passou a morar de aluguel num apartamento de luxo de São Paulo enquanto esperava a venda do imóvel do casal ser concluída. Zezé também já gastou sua parte na venda da antiga casa comprando um novo imóvel na cidade da garoa. É lá que ele pretende morar com a namorada, Graciele Lacerda.
Além da nova mansão em São Paulo, Zilu recebe uma pensão de R$ 100 mil do ex-marido e tem um apartamento avaliado em R$ 4 milhões em Miami, nos EUA.

Jota Júnior, teve que interromper, temporariamente, tratamento para transplante de pulmão

O apresentador Jota Júnior, teve que interromper, temporariamente, tratamento para transplante de pulmão em Fortaleza (CE) e retornar para João Pessoa para tratar do coração.

Segundo publicou no Instagram o produtor Hyldo Pereira, da TV Correio, que trabalhou com Jota no programa Cidade Alerta Paraíba, o apresentador só poderá fazer o transplante depois do tratamento cardiológico.

“Jota, a nossa fé na sua recuperação é gigante e uma corrente de força está montada para o seu restabelecimento. Força, companheiro! No final, tudo dará certo. #forçajota”, postou Pereira.

Jota Júnior está afastado das atividades na TV desde abril de 2016, quando informou ter descoberto uma doença no pulmão, tendo que ser submetido a um transplante do órgão.

Morreu nesta madrugada a jornalista Sandra Sibele vitima de câncer


A publicitária, jornalista, radialista e apresenta de TV Sandra Sibele Dantas Barros, morreu às 0h10 desta quarta-feira (22), no Hospital Napoleão Laureano, na capital paraibana.  A informação foi confirmada através da filha de Sandra, a também jornalista Andrezza Carla. Ela estava internada em estado grave desde o início do mês de fevereiro.
Sandra Sibele tinha 45 anos de idade e em 2012 descobriu uma câncer no pulmão. “Eu senti umas dores no peito e passei mal um dia, fui procurar um médico e descobri um câncer no pulmão, logo eu que nunca fumei”, disse na época.
Durante os cinco anos de tratamento ela reagiu bem às sessões de quimioterapia e mesmo com a perda de cabelo, Sandra foi otimista e manteve uma vida normal. No final do ano de 2016, ela descobriu que estava com metástase no cérebro (células cancerígenas provenientes do câncer no pulmão) a partir daí, seu estado clínico teve uma piora em poucos meses a doença se alastrou por outras partes do corpo.
Em 19 de janeiro de 2017, Sandra sentiu-se mal e foi socorrida às pressas para a cidade João Pessoa após sofrer duas paradas cardíacas e convulsões.  Em poucos dias seu estado clínico piorou significativamente enquanto era tradada através de medicamentos e radioterapia. No início do mês de fevereiro Sandra foi socorrida novamente ao Hospital Napoleão Laureano onde foi diagnosticada com câncer terminal.
Seus últimos dias no hospital foi acompanhada das filhas Andreza e Dandara e visitada diariamente por dezenas de pessoas.
SUA VIDA ARTÍSTICA E PESSOAL
Natural da cidade de Caicó – RN, Sandra era conhecida como multiprofissional pela habilidade de desempenhar diversas funções na vida artística e profissional. Ela contou tudo sobre sua história durante uma entrevista exclusiva ao programa Puxincoi da TV SOL, exibido em abril de 2016. Assista.

Alerta aos foliões e moradores, com o aumento de turistas no carnaval a SMS faz um alerta a população paraibana para os cuidados com a febre amarela.

Atenção leitores e foliões no carnaval com o fluxo maior de turistas, a Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), faz um alerta a população paraibana para os cuidados com a febre amarela. Apesar de não haver surto da doença no estado, aparecendo os sintomas o cidadão deve procurar os serviços médicos nas unidades de atendimento médico.
Os sintomas mais comuns são febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos. A forma mais grave da doença é rara e costuma ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela. Segundo os dados da Vigilância Epidemiológica da SMS, João Pessoa não teve nenhum caso notificado ou suspeito da doença.
De acordo com o gerente da Vigilância Epidemiológica, Daniel Batista, o cidadão que apresentar algum dos sintomas deve procurar a UPA da sua região. “Além do atendimento, o Núcleo de Vigilância Epidemiológica presente em todas as UPAs está preparado para acompanhar os casos que possam aparecer. O paciente deve relatar os sintomas e por onde viajou nos últimos 15 dias. Os tratamentos mais graves devem ser encaminhados aos hospitais de referência (Clementino Fraga e Hospital Universitário Lauro Wanderley, o HU)”, explicou.
Daniel Batista ressaltou ainda que as pessoas que irão viajar para áreas endêmicas da febre amarela devem procurar o Centro Municipal de Imunização, no antigo Lactário da Torre, das 8h às 11h. “A equipe responsável pela saúde do viajante irá orientar sobre os cuidados pré, durante e pós a viagem. Só devem ser vacinadas, exclusivamente, as pessoas que vão viajar para região de risco no Brasil e no exterior, as demais deverão ser vacinadas de acordo com o calendário de imunização”, explicou.
A vacina é contraindicada para: crianças com menos de 6 meses de idade; pacientes com imunossupressão de qualquer natureza; indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina e outros produtos que contêm proteína animal bovina); pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica).
Transmissão
A doença pode ser categorizada em febre amarela urbana, transmitida pelo Aedes aegypti, e febre amarela silvestre, quando transmitida pelo Haemagogus e Sabethe. “A febre amarela urbana acontece quando um humano infectado anteriormente pela febre amarela silvestre a transmite para mosquitos urbanos, como o Aedes aegypti, que a espalham. Já a febre amarela silvestre os mosquitos destas regiões se infectam picando primatas com a doença e podem transmitir a um humano que visite este habitat”, explica a coordenadora de Doenças Transmissíveis da SMS, Danielle Lucena.

Igreja usa o dízimo para construir casas para doação

Nas últimas semanas, uma igreja em Araruama vem chamando atenção pela sua inovação na hora de utilizar o seu dízimo.

O pastor da Assembleia de Deus Ministério Lagoinha, Fábio Mendonça, que também é sargento da Polícia Militar da 25ª CIA em Cabo Frio, resolveu utilizar as doações arrecadas na igreja para construir casas para os membros que não tem moradia.
Ao todo, ele, com a ajuda de outros três pedreiros voluntários que trabalham aos fins de semana, já estão trabalhando em quatro casas. São quatro quitinetes que devem ficar prontas até o dia 12 de outubro.
Segundo matéria da Radio39, duas dessas casas devem ser entregues para duas senhoras que dormem na igreja.
Uma das beneficiárias do projeto, Andréa Silva Rocha, falou que recebeu a moradia no momento em que mais precisava. “Fui amparada na hora que mais precisei, hoje tenho a segurança de um lar”.
E acredite se puder, o pastor recebeu críticas pela sua iniciativa. “Alguns pastores me perguntaram se eu não estava “arrumando” muito trabalho. Se Deus pensasse no trabalho que o ser humano dá a Ele em relação à desobediência a seus princípios, não teria feito o mundo. Tudo que fazemos na vida pode nos gerar problemas, você não compra um carro, por exemplo, pensando que o pneu pode furar um dia, mas no benefício que você vai ter com o veículo”.

Escola de idioma que tem refugiados como professores

O Abraço Cultural, uma iniciativa da organização Atados-Juntando Gente Boa, é a primeira Escola de idioma do Brasil a ter refugiados como professores.

Neste mês, a escola de idioma lançou um método exclusivo para crianças de 8 a 12 aos. O curso ganhou o nome de “Abracinho Cultural”.
Os pequenos poderão aprender inglês, francês, espanhol e árabe com professores de países como Síria, Congo, Cuba, Haiti, Nigéria, Benim e Costa do Marfim. Uma oportunidade incrível para essas pessoas recomeçarem suas vidas no Brasil, principalmente nesse momento de crise econômica que o país atravessa.
A metodologia do Abracinho Cultural, que teve a colaboração de professores brasileiros e em situação de refúgio no país, usa estratégias de educação formal e informal, para contemplar as três dimensões da aprendizagem: a conceitual, a procedimental e a atitudinal.
O material do curso é composto de um livro de língua e três materiais complementares lúdicos, em formato tridimensional: livro de números, Caleidoscópio das Cores e Livro do Alfabeto.
“Nas aulas do Abracinho Cultural, há um enorme incentivo a outras estratégias de ensino, como a aula dialogada e a construção de projetos, assim como à abordagem de conteúdos procedimentais e atitudinais”, explica Daniella Barroso, uma das professoras brasileiras que participaram da elaboração do material.
Essa é uma iniciativa extremamente relevante, que faz com que as crianças tenham a oportunidade de interagir, aprender e trocar experiências com pessoas de outras nacionalidades e assim ganhem mais repertório e empatia.

Prefeito destina verba do Carnaval para escolas municipais

Todo brasileiro adora Carnaval, mas gosta mais ainda de ter  uma vida digna e ver seus impostos usados para isso.

Pensando nisso, Luciano Azevedo (PPS), prefeito de Passo Fundo (RS), resolveu pegar a verba de R$ 400 mil que seria destinada às escolas de samba no próximo Carnaval e investir tudo nas escolas municipais.
Com o dinheiro, ele instalou cerca de 400 ar-condicionado nas salas de aula das escolas de educação infantil.
Os moradores apoiaram 100% a iniciativa do prefeito, pois acreditam que é para isso que deve ser utilizado o dinheiro público, e não para carnaval de rua, que, na opinião deles, gera violência e desordem na cidade.
Segundo as autoridades, a tradição do carnaval na avenida principal não é o mesma há anos e continuar investindo o dinheiro do contribuinte nisso não faria mais sentido, pois agradava apenas uma minoria, o que mostra bastante sensatez em entender a real necessidade da população.
Os pais dos alunos beneficiados ficaram muito satisfeitos com a decisão.

Não sou contra o Carnaval, pelo contrário, acho uma manifestação cultural maravilhosa e com a cara do nosso país, mas nesse contexto, em que a festa na cidade já não atraía mais tantas pessoas e só gerava custos, fica claro que foi a melhor decisão a ser feita. Pois assim beneficiou muito mais pessoas e aplicou de forma funcional a verba que não seria bem aproveitada se fosse aplicada em blocos de carnaval pouco significativos na cidade.
E você, gostaria de ver o mesmo na sua cidade?

Vereadores de oposição de Alhandra fazem duras cobranças ao prefeito Renato Mendes

O vereador Edielson Nunes do PMDB da cidade de Alhandra usou da tribuna da casa na noite desta segunda-feira (20.11), cobrando ...