terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Márcia Lucena afirma que Decreto da Emergência é legal. "A população vivia em estado de calamidade pública"!

A prefeita Márcia Lucena, de Conde, rebateu hoje durante entrevista pela manhã à rádio RPN supostas ilegalidades no decreto de emergência que instituiu a coleta de lixo no município, e que teve os efeitos suspensos por medida cautelar de um conselheiro substituto do tribunal de Contas do Estado em reação a denúncia encaminhada à instituição.
“Agimos em defesa da população que vivia um estado de calamidade, e o nosso decreto está absolutamente correto, e já foi encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado”. Na manhã desta terça-feira (7), o procurador-geral de Conde encaminhará ao TCE a documentação necessária para o atendimento das exigências da medida cautelar.
A prefeita informou que o denunciante é um estudante de Direito que tentou agredi-la com um murro no dia da eleição, contrariado com as manifestações de apoio e contra o grupo da gestão anterior.
Para a prefeita, se trata da expressão do inconformismo de um grupo que perdeu o controle dos negócios públicos. Ela acrescentou que já esperava essa tipo de atitude, uma tentativa de encobrir as boas novas da gestão que já conseguiu estabelecer um ritmo satisfatório para a limpeza da cidade.
Márcia Lucena acrescentou que o decreto da emergência é indispensável para garantir a compra de medicamentos para a rede de atendimento em Saúde, que se encontrava fechada. Para a prefeita,  a dimensão do decreto inclui a necessidade de medicamentos para um serviço que estava fechado, e que a nossa gestão abriu, e está avançando para estabelecer a regularidade do fornecimento também dos remédios.

Cássio acusa governo do Estado de ser omisso com CG: 'não foi feito absolutamente nada'

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) lançou duras críticas ao governo do Estado e disse que o governador Ricardo Coutinho (PSB) só se aproximou de Campina Grande para ganhar votos, virando as costas logo depois.
Ele mencionou que o Estado nem sequer colocou a cidade dentro dos planos de contingência de defesa civil e se omitiu a respeito da crise hídrica na cidade.
– O governo do Estado durante todo o tempo se omitiu e nenhuma providência foi tomada. Não foi feito absolutamente nada, o que foi feito foi um aumento exorbitante da conta de água muito acima da inflação. O Governo do Estado está cobrando cada vez mais impostos, os serviços públicos têm piorado muito – afirmou.
Cássio ainda disse que a segurança pública vive um abandono completo e que a UEPB hoje vive em colapso. Também citou que o Estado deve hoje cerca de mais de R$ 11 milhões à Saúde Campina Grande, prejudicando a Farmácia Básica, a UPA e o Samu.
– O governo do Estado abandonou Campina Grande por completo e hoje a cidade vive à própria sorte – enfatizou.

Governo enviará projeto à Assembleia para reduzir despesas com servidores

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), anunciou na manhã desta segunda-feira (06) que irá enviar alguns projetos à Assembleia Legislativa para conter gastos na administração estadual.

De acordo com o socialista, haverá redução nos custeios e na folha de pessoal do Estado.
“Tenho alguns projetos que serão mandados. Alguns deles para reduzir mais ainda a máquina. O dinheiro está menor do que estava antes, por isso eu procuro fazer tudo tentando preservar os interesses da maioria. Vou diminuir a máquina e tomar outras decisões também como a redução de custeios e folhas”, disse.

'Minha Casa, Minha Vida' muda e abre acesso a famílias com renda de até R$ 9 mil; veja regras

Famílias com renda de até R$ 9 mil poderão ter acesso aos financiamentos do Minha Casa, Minha Vida. Atualmente, o limite para participar do programa era de R$ 6,5 mil. As faixas de renda do programa habitacional tiveram os limites reajustados em 7,69%, equivalente à variação da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que encerrou o ano passado em 6,57%, mais 1,12 ponto percentual. O programa tem condições de financiamento mais vantajosas que o crédito imobiliário tradicional. A medida foi anunciada pelo governo Federal nesta segunda-feira (6).

A ampliação atinge as faixas 1,5; 2 e 3 do Minha Casa, Minha Vida. Com a mudança, o limite para a faixa 1,5 passará de R$ 2.350 para R$ 2,6 mil por família. Para a faixa 2, a renda de enquadramento passou de R$ 3,6 mil para R$ 4 mil e para a faixa 3, de R$ 6,5 mil para R$ 9 mil.

O valor máximo dos imóveis que podem ser financiados pelo Minha Casa, Minha Vida também subiu, e varia de acordo com a localidade. No Distrito Federal, em São Paulo e no Rio de Janeiro, o teto passará de R$ 225 mil para 240 mil. Nas capitais do Norte e do Nordeste, o limite subirá de R$ 170 mil para R$ 180 mil. O último reajuste tinha ocorrido em 2015, no lançamento da terceira etapa do programa.

“O que vemos hoje é uma combinação virtuosa de estímulo ao setor com fortalecimento de um programa social da maior relevância, que é o Minha Casa, Minha Vida”, afirmou o presidente Michel Temer, durante o anúncio das mudanças. Segundo ele, a preocupação do governo reúne as necessidades da iniciativa privada e a responsabilidade social com a geração de empregos.

Em seu discurso, Temer voltou a dizer que “há sinais” de que o crescimento econômico do Brasil seja retomado “já no começo do ano”.

“Tenho certeza que, com a valiosa contribuição de todos, o país vai derrotar a recessão, retomar crescimento e gerar emprego. As condições para a revirada estão [postas]. O governo tem coerência, povo tem força e o Brasil tem rumo”, disse o presidente.

Cagepa abre seleção com mais de 25 vagas em estágio; veja como concorrer

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) abriu processo de seleção para preenchimento de 27 vagas de estágio. A inscrição é gratuita e deverá ser feita por meio do site do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) até as 17h do dia 12 deste mês.
Para nível superior, estão sendo disponibilizadas vagas para os cursos de Administração, Arquivologia, Automação Industrial, Biologia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Comunicação Social (Jornalismo), Direito, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Informática (Engenharia da Computação e Ciências da Computação), Psicologia, Química, Química Industrial, Serviço Social e Tecnologia em Geoprocessamento.

Já para cursos de nível técnico profissionalizante, as oportunidades são para técnico em Contabilidade, técnico em Edificações, técnico em Eletrônica, técnico em Eletrotécnica, técnico em Informática, técnico em Mecânica e técnico em Segurança do Trabalho.

De acordo com o Edital publicado pelo CIEE, para ingressar no estágio, no caso de nível superior, o candidato deverá estar regularmente matriculado no 4º período em diante ou equivalente, para os cursos com graduação em 10 períodos ou cinco anos; no 4º período em diante ou equivalente, para cursos com graduação em oito períodos ou quatro anos; e no 3º período em diante ou equivalente, para os cursos com graduação em seis períodos ou três anos. Para os casos de nível técnico profissionalizante, a exigência é que o aluno esteja cursando o 2º semestre do curso ou equivalente.

Ricardo anuncia 100 vagas de intercâmbio e prêmios de R$ 8,6 mi para policiais

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), anunciou nesta segunda-feira (6), durante o programa semanal que tem na rádio do Estado, a ampliação do programa de Intercâmbio Internacional Gira Mundo – Edição 2017, com a oferta de 100 novas vagas. Desta vez, as vagas serão distribuídas para três países, sendo 50 para o Canadá, 25 para Portugal e 25 para a Espanha. Ele também anunciou o pagamento de prêmios para mais de 8,7 mil policiais.


Poderão participar do Gira Mundo alunos matriculados na 2ª série do ensino médio da rede estadual de ensino. Os pré-requisitos para participação no programa bem como mais informações serão divulgados por meio de um edital, que será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE).

Já 8,7 mil policiais da Paraíba vão receber mais de R$ 8,6 milhões pelas metas alcançadas em 2016, com a redução de Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte). Segundo o governo, o benefício faz parte do Prêmio Paraíba Unida pela Paz (PPup), previsto pela Lei 10.32. Ricardo revelou ainda que, a partir do próximo semestre, o pagamento do prêmio será estendido aos agentes penitenciários.

Ao todo, 8.735 servidores, sendo 6.420 policiais militares, 1.418 policiais civis e 897 bombeiros, vão receber na folha de fevereiro o prêmio, que vai de R$ 800 a R$ 1.200.

De acordo com a Secretaria de Segurança da Paraíba, em 2016, o estado alcançou redução de 12% dos assassinatos registrados em seu território, em relação ao ano anterior.


Ação de combate ao tráfico em João Pessoa apreende mais de 15 kg de drogas

A Polícia Militar apreendeu 15 kg de maconha, 165 comprimidos de artane (usados nos golpes conhecidos como ‘boa noite, Cinderela’), duas balanças de precisão e mais de R$ 1,2 mil durante operação de combate ao tráfico de drogas na comunidade Santa Emília de Rodat, nesta segunda-feira (6), no bairro do Varadouro, na área central de João Pessoa.


O material foi encontrado em uma casa que servia como ponto de venda de entorpecentes. De acordo com o comandante da Força Tática do 1º Batalhão, capitão Márcio Alcântara, os dois responsáveis pela droga conseguiram fugir porque foram informados da presença da polícia na comunidade. “Possivelmente tinham olheiros e avisaram aos dois que estavam fazendo a segurança do local. Eles fugiram pulando o muro das casas, mas não conseguiram levar as drogas, que foram todas apreendidas”, detalhou.

Na mesma comunidade, no mês passado, os policiais da Força Tática apreenderam dois revólveres, 41 ‘trouxas’ de maconha, 46 pedras de crack e vários recipientes para armazenar cocaína para venda. O material estava com um adolescente de 17 anos que, segundo informações colhidas pela PM, atuava fazendo simultaneamente as funções de vendedor das drogas e segurança de pontos de venda. Já em dezembro, a PM apreendeu uma pistola calibre 9 milímetros com um homem suspeito de atuar como segurança do tráfico local.

Capitão Alcântara disse que as operações irão continuar. “Vamos intensificar ainda mais as operações contra o tráfico de drogas para desarticular as bocas de fumo, prender os envolvidos com este tipo de crime e assim evitar vários outros que têm no tráfico o seu ponto de partida”, completou.

Mulher grávida e marido são baleados na Grande JP e homem é morto no Sertão

Três pessoas foram vítimas de atentados com uso de armas de fogo na noite desta segunda-feira (6), na Paraíba. Em Santa Rita, na Grande João Pessoa, uma mulher grávida e o marido dela foram baleados e, em Catingueira, no Sertão do estado, a 317 km da Capital, um homem foi assassinado a tiros.


No caso de Santa Rita, segundo a tenente Thalita, do 7º Batalhão da Polícia Militar, o casal estava em uma rua, no bairro de Várzea Nova, quando foi atingido.

“Eles disseram que um homem passou de carro e atirou. Os tiros seriam direcionados para outra pessoa, mas acabou os atingindo”, disse a tenente, acrescentando que essa possível vítima já está sendo investigada. Ambos foram feridos de raspão e passam bem. A mulher foi baleada em uma das coxas e o homem nas costas.

Eles foram atendidos na Unidade de Pronto Atendimento do bairro de Tibiri, em Santa Rita. Em seguida, apenas a mulher grávida precisou ser transferida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

Em Catingueira, de acordo com o soldado Chagas, da PM da cidade vizinha de Piancó, que fica responsável pelas ocorrências da região, um homem de 30 anos foi morto a tiros dentro de um carro que conduzia.

“Ele estava acompanhado de uma mulher não identificada, que não se feriu. O criminoso fugiu sem ser reconhecido”, contou Chagas.

Juíza repassa julgamento do pedido de prisão do suspeito de matar agente em JP

A juíza Thana Michelle não vai mais julgar o pedido de prisão do suspeito de matar o agente de trânsito Diogo Nascimento, no dia 21 de janeiro, durante uma blitz da Lei Seca no Bessa, em João Pessoa.


O pedido de prisão de Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, de 24 anos, formulado pela Polícia Civil com parecer favorável do Ministério Público da Paraíba (MPPB) está com situação indefinida desde que foi entregue no 1º Tribunal do Júri de João Pessoa, onde aguarda julgamento.

O juiz titular do 1º Júri é Marcos William, que está de férias. Desde que foi divulgado que ele está sem trabalhar, Antônio Maroja e Thana Michelle já foram designados para julgar o caso, sendo que Maroja foi transferido sob ordem do desembargador Joás de Brito, o mesmo que assinou o habeas corpus de Rodolpho Carlos, e Thana Michelle decidiu nesta segunda (6) que vai deixar o julgamento aos cuidados de Marcos William. Ele deverá voltar de férias nesta semana.

O agente Diogo Nascimento foi atropelado enquanto trabalhava em uma blitz da Lei Seca. Ele foi socorrido em estado grave, mas morreu um dia depois. O suspeito de atropelá-lo teria desobedecido a ordem de parada e dirigia um Porsche.

EM GURUGI: Programa Cidadão atende a população de Conde dia 07/12

O Programa Cidadão, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH) em parceria com a Prefeitura Municipal de ...