quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Socialista convoca bancada de oposição e MP e tacha Cartaxo de estelionatário



A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano Cida Ramos criticou o prefeito Luciano Cartaxo por irregularidades no pagamento de servidores da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), nas redes sociais, nesta terça-feira (31).
Veja nota na íntegra:
“O que está acontecendo hoje é estelionato eleitoral. Muitos servidores comissionados e prestadores de serviço trabalharam o mês de janeiro e não receberam o salário devido, e foram demitidos sem avisos prévios. Encerrar contratos faz parte da administração pública, mas não sem realizar as medidas cabíveis e respeitando os direitos dos trabalhadores. A atitude do prefeito não condiz com a política. Ele não pode fazer uso da política para ludibriar as pessoas. João Pessoa precisa de gestores responsáveis. Cida Ramos fez, também, um apelo à bancada de oposição da Câmara de Vereadores para se posicionarem a favor desses trabalhadores. “Vamos acionar o Ministério Público, para que estelionatos desta natureza não voltem a acontecer. Eu dizia no período eleitoral que as contas da PMJP não estavam bem. E é isso que presenciamos hoje”


Energia elétrica vai ficar mais barata em seis município da PB

A conta de energia elétrica vai ficar mais barata em Campina Grande e nos municípios de Queimadas, Fagundes, Boa VIsta, Massaranduba e Lagoa Seca. A redução no valor da energia passa a vigorar a partir do próximo sábado (04) e foi possível por meio da revisão periódica da Energisa Borborema, aprovada nesta terça-feira (31), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
A redução para consumidor da Baixa Tensão (residencial e comercial) será de –1,97%. Para consumidor de Alta Tensão, a tarifa terá uma correção de 5,44%, abaixo da inflação registrada no período de 12 meses que foi de 6,29%.

Manoel Jr. e FNP se reúnem com Cármem Lúcia para tratar questões dos municípios


O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Jr. (PMDB), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) e vários gestores municipais de importantes cidades brasileiras se reuniram na tarde desta terça-feira (31) com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, para discutir os temas de interesse dos municípios que tramitam na Corte. Na ocasião, a FNP entregou à presidente do STF um material com todas as ações prioritárias para as prefeituras.
A ministra anunciou que irá analisar e informará à FNP até final de fevereiro como está o andamento de cada processo e o que pode ser feito no Supremo e no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “O STF é o tribunal da federação. Tudo aquilo que afetar estados e municípios e for judicializado, vamos dar preferência”, afirmou a presidente do Supremo. Ela informou aos prefeitos que, das 75 mil ações que tramitam no STF, 11.398 têm um município como parte.
No material entregue à ministra Cármen Lúcia, a FNP cita 12 temas que são prioritários para os prefeitos: execução fiscal; Imposto de Renda retido na fonte sobre rendimentos pagos pelos municípios; imunidade tributária recíproca; cobrança do ISS; receita pelo uso do solo, subsolo e espaço aéreo de bens municipais; precatórios e acesso a depósitos judiciais; judicialização da saúde; responsabilidade trabalhista subsidiária; judicialização de vagas em creche; condenação da Fazenda Pública; terrenos da Marinha; e competência municipal em matéria ambiental.
“É sabido que a Constituição de 1988 buscou reequilibrar as responsabilidades dos entes federados e os recursos públicos disponíveis. No entanto, ao decorrer dos anos, os municípios foram crescentemente sobrecarregados por novas responsabilidades e atribuições, sem a devida contrapartida financeira para custear as demandas”, diz a entidade.
Estavam presentes na reunião, além de Manoel Jr., o presidente da FNP, Márcio Lacerda, o 2º vice-presidente, Maguito Vilela, e os prefeitos ACM Neto (Salvador), Arthur Virgílio Neto (Manaus), Luciano Rezende (Vitória), Zenaldo Coutinho (Belém), Rui Palmeira (Maceió), Edvaldo Nogueira (Aracaju), Hildon Chaves (Porto Velho), Gean Loureiro (Florianópolis), Clécio Luís (Macapá), Carlos Enrique Amastha (Palmas), Roberto Cláudio (Fortaleza), Jonas Donizette (Campinas) e Gustavo Mendanha (Aparecida de Goiânia), e o vice-prefeito Gustavo Paim (Porto Alegre), além de integrantes da entidade.
 

Apontado como ladrão por moradores, homem é amarrado a poste e executado a tiros

Um homem apontado como ladrão por moradores foi amarrado e executado a tiros no início da manhã desta terça-feira em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Um outro homem, suposto comparsa do indivíduo que foi morto, também foi amarrado e chegou a ser arrastado pela rua. Ele está preso. A Delegacia de Homicídios da Baixada investiga o caso.
O crime aconteceu no bairro Pioneira. Patrick Soares, de 25 anos, foi pego por moradores e amarrado depois de supostamente cometer assaltos no bairro. Enquanto estava amarrado, pouco antes das 7h, um homem a bordo de um carro Palio branco se aproximou e disparou três tiros contra Patrick. Ele morreu no local.
— Eu ouvi, por volta de 6h30, uma gritaria de "pega ladrão" na rua. Eu sempre ouço gente pedindo socorro! O local tem assalto todo dia pela manhã. Eu não olho, tenho medo de olhar pela janela e levar um tiro porque o ladrão se assustou - contou um morador, que pediu para não ser identificado: — Mas assim, de amarrar e matar, foi a primeira vez que vi.
Segundo moradores do local, os homens são primos e já eram conhecidos por fazerem assaltos na região. A mãe do suposto assaltante que sobreviveu esteve no local e, aos prantos, pediu para o filho sair do crime. Segundo informe da PM, ele foi identificado como Rafael, e foi levado para a delegacia.
Rafael chegou a ser arrastado por 50 metros na rua, por moradores do bairro, depois que o seu suposto comparsa foi executado. Tanto ele quanto Patrick seriam moradores da Vila Sapê, em Imbariê.
— Eu não sou contra pegar e bater não, mas quando o vi amarrado eu senti pena sim — disse uma jovem moradora, de 22 anos.

Idoso tem perna esmagada após ser atingido por carro desgovernado; acusado é detido


 idoso teve uma perna esmagada após ser atingido por um carro, no início da tarde desta terça-feira (31), no cruzamento das ruas Padre Azevedo com B. Rohan, no Centro da Capital. O motorista do carro foi detido.

Segundo a Polícia Militar, a vítima, que tem cerca de 60 anos  estava na calçada quando foi atingida por um carro desgovernado. O homem ficou preso embaixo do veículo e teve uma das pernas totalmente esmagada.

Ainda segundo a PM, o motorista do carro ficou no local após o acidente, mas foi detido e encaminhado para o Comando da PM pois estava sendo ameaçado de linchamento pela população.
A vítima foi socorrida pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, sem divulgação do seu estado de saúde.

Polícia encontra fuzil, serras e um maçarico dentro de carro que estava em um lava-jato

Um fuzil, serras e um maçarico foram encontrados no interior de um veículo que estava em um Lava Jato, no fim da manhã desta terça-feira (31), no bairro do Altiplano, Zona Leste de João Pessoa.  O dono do estabelecimento comercial foi detido.
Segundo a Polícia Militar, o dono do lava-jato achou os objetos dentro do veículo e acionou a polícia, que confirmou a localização do fuzil, das serras e do maçarico, que podem ter sido utilizados em assaltos e explosões a bancos.
No momento da averiguação, o dono do estabelecimento se exaltou, desacatou policiais e foi detido. Ainda segundo a polícia, uma investigação vai ser iniciada para tentar encontrar o dono do

Jovem é preso suspeito de ser contratado por presidiário para distribuir drogas na PB



Um jovem de 19 anos foi preso, nessa segunda-feira (30), suspeito de ser contratado por um presidiário de Campina Grande para distribuir drogas na cidade. Com o suspeito, a polícia apreendeu 25 quilos de maconha e balanças de precisão.

De acordo com a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de Campina Grande, o jovem estava sendo procurado para cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara de Entorpecentes de Campina Grande.

Ainda segundo a delegacia, o jovem suspeito teria sido contratado por um preso da Penitenciária do Serrotão de Campina Grande, para guardar e distribuir as drogas na região.

O suspeito foi autuado por tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes. O presidiário suspeito de contratar o jovem foi identificado e será indiciado pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico.

Suspeito de assaltar Correios é preso escondido em tonel, na Grande JP

Um homem suspeito de realizar assaltos a agências dos Correios na Paraíba foi preso na tarde desta terça-feira (31), no município de Cabedelo, na Grande João Pessoa. No momento da prisão, realizada em conjunto com as policias Militar e Federal, o suspeito estava escondido dentro de um tonel de plástico.

Com o suspeito foram encontrados colete balístico, gargantilha com pingente em formato de mini fuzil, além de pequena quantidade de droga, balança de precisão, bala clava e revólver com munições.

O suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para a sede da Polícia Federal, em Cabedelo, em razão do porte ilegal de arma e munições, como também, da droga encontrada com ele.

Polícia impede ação contra carro-forte na PB e prende quadrilha com várias armas

Uma ação que envolveu agentes das polícias Militar e Civil prendeu em flagrante uma quadrilha que se preparava para assaltar um carro-forte que iria abastecer caixas eletrônicos que ficam dentro da 1ª Ciretran de Campina Grande, na tarde desta terça-feira (31). O grupo foi abordado no estacionamento do local e os policiais apreenderam duas pistolas, um revólver, uma espingarda e dois rádios comunicadores, o que, segundo a polícia, levanta a suspeita de que mais pessoas estariam apoiando o crime.

Foram presos pernambucanos de 37, 19 e dois de 30 anos. Uma das pistolas apreendidas com o grupo havia sido roubada de um policial militar que foi assassinado no estado de Goiás, no ano passado.

De acordo com o comandante do 2º Batalhão, major Gilberto Felipe, as duas polícias já estavam em operação para prender o grupo há dois dias. “O serviço de inteligência da PM e a Polícia Civil vinham recebendo denúncias de que essa quadrilha estava no bairro das Malvinas planejando esse assalto, que seria a um carro-forte que estava para chegar às 16h no Ciretran, nesta terça-feira, e a Força Tática do 2º Batalhão, juntamente com os policiais civis, conseguiu frustrar o crime, prendendo a quadrilha em flagrante”, disse.

O major informou ainda que dois dos presos teriam participado de um roubo a um correspondente bancário, na última sexta-feira (27), no bairro da Prata, também em Campina Grande. “Eles foram encontrados com vestimentas que ligam ao roubo do Pague Fácil, na última sexta, quando eles teriam tentado abrir a porta de acesso aos caixas, mas não conseguiram e levaram um valor que estava no balcão, fugindo em um veículo Prisma, que por sinal é a marca de um dos dois carros apreendidos com a quadrilha nesta terça”, completou.
Os quatro presos e o material apreendido foram levados para a Central de Polícia Civil, em Campina Gran

Detran alerta sobre golpe em falso site do programa Habilitação Social; confira orientações


O Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) está alertando a população sobre a existência de um golpe na internet por meio de um site falso, supostamente relacionado ao programa Habilitação Social do governo do Estado da Paraíba. O site, hospedado no endereço programacnhsocial.org , tem aparência semelhante à oficial, disponibilizando inclusive a ficha de inscrição para os interessados e cobrando uma taxa.

O Detran-PB ressalta que o site oficial do Programa Habilitação Social no Estado da Paraíba é o www.habilitacaosocial.pb.gov.br e as inscrições são gratuitas, sendo feitas exclusivamente por meio do endereço oficial. Além disso, todo o procedimento é livre de cobranças, não tendo custo algum para o usuário. O órgão lembra ainda que não envia nenhum tipo de boleto por correio, e-mail ou mensagem.

No golpe, de acordo com o Detran-PB, ao enviarem a solicitação de inscrição, os usuários recebem um e-mail indicando a necessidade de complementação da inscrição, sendo direcionados novamente ao site para inserir novos dados no sistema. Ainda nesta fase, o candidato é informado de que, apesar do processo ser gratuito, será necessário o pagamento de uma taxa única no valor de R$ 248,12, referente aos custos do exame médico e psicotécnico. Após a conclusão do procedimento, o usuário é notificado de que o resultado do processo será enviado por e-mail em até cinco dias úteis.
De acordo com o corregedor do Detran-PB, Valberto Lira, crimes desse tipo costumam prejudicar muitas pessoas pelo fato de se assemelharem com as características dos sistemas originais. "Algumas pessoas já nos procuraram por terem sido prejudicadas por essa prática. Em busca de se beneficiar, os criminosos reproduzem com bastante semelhança o site original, levando o usuário a crer que é um procedimento seguro", explicou. Valberto frisou ainda que é importante que os usuários se mantenham informados de programas desse tipo por meio das fontes oficiais. "Quando as inscrições do programa são abertas, o Detran faz uma ampla divulgação, inclusive com a publicação do edital em Diário Oficial", completou.

Polícia faz reconstituição de atropelamento de agente da Lei Seca em JP; vídeo

A reprodução simulada do atropelamento que matou o agente da Lei Seca Diogo Nascimento, de 34 anos, começou a ser realizada na noite desta terça-feira (31). O trabalho da polícia e de outros órgãos bloqueou o tráfego de veículos na Avenida Argemiro de Figueiredo, no bairro do Bessa, na Zona Leste de João Pessoa. Confira abaixo vídeo da ação compartilhado pela internauta Joelma Alves nas redes sociais.

Antes da reconstituição do crime no Bessa, Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, de 24 anos, suspeito de atropelar e matar o agente, compareceu à Central de Polícia Civil da Capital, no bairro do Geisel, mas, amparado na legislação que desobriga a produção de provas contra si próprio, o jovem não acompanhou a simulação.

Estiveram presentes na ação profissionais da Polícia Civil, Instituto de Polícia Científica, Semob-JP, Detran-PB, advogados da vítima e de defesa do suspeito, além da promotora Artemise Leal, do 1º Tribunal do Júri da Capital, que deu entrada, nessa segunda-feira (30), com denúncia por homicídio doloso no caso.

O Porsche que era conduzido por Rodolpho no dia do atropelamento foi levado ao local da simulação. Cinco testemunhas do crime também compareceram, sendo três agentes de trânsito (colegas da vítima) e duas mulheres que trafegavam em um carro logo atrás do veículo dirigido pelo suspeito na ocasião criminosa.

Segundo o delegado Reinaldo Nóbrega, que investiga o caso, a reconstituição servirá para confrontar os dados apurados com depoimentos dos envolvidos no fato. Ele revelou que espera que até o fim desta quarta-feira (1º) saia o pedido de prisão preventiva do suspeito.

O caso


Diogo Nascimento foi atropelado na madrugada do dia 21 quando trabalhava em uma operação da Lei Seca. O suspeito de atropelá-lo, Rodolpho Carlos, teria desobedecido ordem de parada e avançado um Porsche sobre o agente. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, mas morreu no dia seguinte.

A Justiça pediu que Rodolpho fosse preso, mas o desembargador Joás de Brito concedeu habeas corpus na madrugada do domingo (22), antes mesmo do suspeito ser detido. O carro dele foi apreendido. Durante a semana que se sucedeu ao atropelamento, a Polícia Civil e o Ministério Público da Paraíba formularam novo pedido de prisão de Rodolpho, que deverá ser analisado pela Justiça até esta quarta-feira (1º).

A defesa de Rodolpho alega que ele está colaborando com as investigações, entregou Carteira de Habilitação e o passaporte e que não há impunidade porque todos os requisitos legais de ampla defesa e direito ao contraditório vêm sendo cumpridos.