quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

No Conde foi realizada a 1ª Assembleia Geral dos Servidores municipais



Foi realizado no ginásio de esportes de Conde, a primeira Assembleia Geral dos servidores municipais. O encontro promovido pela Associação da Guarda Civil e Servidores Municipais de Conde (AGCSM Conde) serviu para que os funcionários pudessem tirar suas dúvidas e ouvir o posicionamento da gestão em relação à assistência ao servidor público.
            Para o Secretário de Administração, Einstein Coutinho, este diálogo do servidor com a gestão oferece uma maior segurança e credibilidade ao trabalho desenvolvido. “Pela primeira vez foi permitido um diálogo entre servidores e administração, é uma semente que foi plantada neste momento e que vai dar grandes frutos no futuro, porque os servidores estão tendo acesso à administração e vão saber exatamente as suas responsabilidades perante não só a administração em si, mas todo o contexto de usuários que dependem da administração”, afirmou.
            O Secretário reforçou que está sendo feita uma triagem da folha de pagamento para identificar irregularidades, tais como pagamentos em duplicidade, funcionários aposentados que recebem como ativos e as gratificações, para que sejam pagas da forma correta e baseada na transparência. “O servidor que estava recebendo gratificação ilegal, vai ter a mesma cortada, já aqueles que possuem suas gratificações dentro dos padrões legais, continuarão recebendo normalmente”, disse Eisntein.
            Para os servidores, este momento foi bastante proveitoso e mostra respeito ao funcionário público. A servidora Josilda Andrade ficou satisfeita com o que foi apresentado e que nunca foi dado um espaço assim para o servidor. “É uma coisa que a gente nunca teve aqui. Uma nova gestão assumir e logo fazer uma reunião de imediato, a gente sabe que não vai ser fácil, mas como servidores, estamos juntos para trabalhar pela melhora do município.”
            O presidente da AGCSM Conde, Sérgio Carneiro, destacou que pretende trabalhar desta forma com a gestão e os servidores, abrindo sempre um espaço para que aja o diálogo e todas as dúvidas sejam esclarecidas. “Pudemos perceber a motivação do servidor em observar e questionar. Este primeiro contato com a gestão é um incentivo para que o servidor busque sempre o diálogo e assim possa obter uma melhor qualidade de serviço.”

Deputado sugere "Governo da Paraíba deve acionar a força nacional para pente fino nos presídios"

O Líder da Oposição na Assembleia Legislativa, deputado Renato Gadelha (PSC), sugeriu em entrevista na manhã desta quinta-feira que o Governo do Estado solicite ao Governo Federal o envio de homens da Força Nacional de Segurança à Paraíba. A ideia do deputado, é que a Paraíba faça um ‘pente fino’ nas unidades prisionais do Estado.
“Estamos vendo o que tem acontecido em outros estados e devemos nos antecipar aos fatos”, disse Renato. O parlamentar reforçou que torce para que nada aconteça na Paraíba, mas “precisamos garantir que a paz e a ordem prevaleçam nos nossos presídios”.
Renato entende que que o Estado não perderia nada em solicitar ajuda federal. “Já temos sérios problemas de segurança na Paraíba e não seria conveniente deslocar efetivo das nossas tropas para esta necessária varredura nas unidades”. O Líder da Oposição destacou que o momento é de cautela, mas demanda decisões excepcionais. “É preciso acompanhar de perto o desenrolar dos fatos e buscar meios eficientes de fazer com que a Paraíba não vivencie os sérios problemas de estados próximos”, finalizou Renato.

Vídeo que circula em redes sóciais de organização criminosa manda recado para a paraibana Okaida

Em um vídeo que circula pelas redes sociais nesta quarta-feira (18), presidiários do Rio Grande do Norte pertencentes à facção identificada como Sindicato do Crime enviam mensagem de agradecimento a outros grupos criminosos que atuam no Brasil, incluindo a paraibana Okaida.
“Mandar um alô para nossos parceiros, que estão com a gente nessa luta”, diz um dos presos nas imagens, que estão com baixa qualidade, antes de declarar guerra contra o PCC.

Defesa Civil fará alerta de desastres por SMS

Órgãos de defesas civis de todos os estados brasileiros vão passar alertar a população sobre risco de desastres naturais. O projeto piloto será implantando em fevereiro, em 20 municípios de Santa Catarina. Após fase de testes, que terá duração de quatro meses, o serviço vai chegar a todas as cidades do país. As mensagens serão gratuitas e disponibilizadas para usuários cadastrados pelas operadoras de telecomunicações. O recebimento dos alertas é opcional.

A iniciativa é fruto da parceria entre o Ministério da Integração Nacional, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os governos estaduais. Os alertas serão divulgados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), departamento da Sedec, e pelos órgãos de defesas civis nos estados.
Para ter acesso ao serviço, será preciso cadastrar o Código de Endereçamento Postal (CEP) que deseja ser monitorado no banco de dados das prestadoras do serviço móvel pessoal. É possível realizar o cadastro de mais de um CEP. Ao fim do registro, o usuário receberá uma mensagem que vai informar que o celular está apto a receber alertas e recomendações de Defesa Civil. Também será possível cancelar o serviço por mensagem de celular. Os órgãos da Defesa Civil estadual e municipal estão orientados a fornecer informações mais detalhadas e a tirar dúvidas da população.

Ministério bloqueia recursos de 31 Municípios da PB


O Ministério da Saúde suspendeu a transferência de recursos financeiros de Vigilância Sanitária, do Bloco de Vigilância em Saúde a 31 municípios paraibanos por irregularidades no cadastro dos serviços de vigilância sanitária. A suspensão dos recursos foi publicada na portaria 115 da edição dessa quarta-feira (18) do Diário Oficial, a partir da página 24.

De acordo com o Ministério da Saúde, os municípios com problemas não atualizaram informações e cadastro no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES) e não repassaram informações da produção da vigilância sanitária no Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS).

No estado, tiveram a transferência bloqueada os municípios de: Alagoinha, Algodão de Jandaíra, Arara, Bom Jesus, Brejo dos Santos, Cacimba de Dentro, Caiçara, Capim, Catolé do Rocha, Coxixola, Cruz do Espírito Santos, Cuité de Mamanguape, Vista Serrana, Dona Inês, Imaculada, Livramento, Monte Horebe, Mulungu, Nazarezinho, Olho d’Água, Paulista, Poço José de Moura, Prata, Riacho dos Cavalos, Rio Tinto, Santa Helena, Santa Inês, Joca Claudino, São José do Bonfim, Soledade e Teixeira.

Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...