quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Pagamento atrasado será pago afirma Marcia Lucena

Funcionários e funcionárias do município de Conde que estão com salários atrasados terão o pagamento regularizado. A garantia é da prefeita Márcia Lucena que aguarda o resultado do levantamento do montante para definir a data em que o pagamento será feito. Uma comissão foi criada especialmente para identificar a situação em diversas secretarias.
“Determinei a criação da comissão para que seja feito um levantamento criterioso para que o pagamento ocorra a partir de uma base legal, de forma a que sejam contemplados realmente quem prestou o serviço”, informou a prefeita. Ela acrescentou que “a Prefeitura não poderá agir sem que os indicativos legais sejam atendidos, pois existem casos em que a pessoa não comparece ao trabalho há bastante tempo e quem não trabalhou não poderá receber”.
A prefeita Márcia Lucena comentou que da mesma forma será feita a avalição dos trâmites legais que resultaram no concurso realizado em junho do ano passado. Ela disse durante entrevista ontem que “é preciso atentar para os prazos de realização, a forma como tudo foi encaminhado, pois a Prefeitura precisa dar uma resposta rápida aos concursados que aguardam a conclusão do levantamento”.

Secomd

policiais disparam contra detentos amotinados em penitenciária do RN

Na tarde desta terça-feira (17), os policiais militares dispararam seguidas vezes em direção do interior do presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal. O novo tumulto na unidade prisional teve início por volta das 13h, após novo momento de tensão entre facções rivais.
Os tiros foram disparados das guaritas que cercam o presídio. De acordo com a mídia local, ainda não há confirmação oficial sobre a munição utilizada. Equipes de reportagens relataram ter presenciado o uso de pistolas pelos PMs. Já polícia afirma que utiliza apenas armas não letais, como as que disparam balas de borracha. Questionada pela reportagem, a corporação disse que a o orientação para os PMs é apenas esta.
No sábado (14), 26 detentos foram mortos em mais um massacre em penitenciárias brasileiras neste ano. Ainda não há confirmação oficial do Estado, mas a causa dos disparos pode ter sido uma tentativa de invasão dos presos a uma ala em que estão detentos de facções rivais.
Detentos do presídio de Alcaçuz seguem livres dentro dos pavilhões e ainda ocupam os telhados da detenção nesta terça (17). O governo do Estado afirma que vai reformar o presídio para construir um muro separando as duas facções que controlam o local.
Nesta segunda (16), policiais militares entraram no presídio e retiraram cinco homens que, segundo o governo do Estado, lideraram o massacre que matou 26 presos no último sábado (14). Eles foram transferidos. O governo do Estado do Rio Grande do Norte, no entanto, não revelou qual foi o destino.
A maioria dos mortos pertence ao Sindicato do Crime do Rio Grande do Norte, facção criminosa que domina a maioria dos presídios do Estado. O Sindicato é uma dissidência do PCC (Primeiro Comando da Capital) surgida por volta de 2012 da qual todas vítimas faziam parte. A detenção está dividida em dois setores. Em um lado estão detentos do PCC e do outro, do Sindicato do Crime.
Segundo o secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Wallber Virgulino, a polícia controla o presídio com agentes nas guaritas, mas reconheceu que a situação da estrutura é precária. "Os pavilhões estão destruídos e eles sobem nos telhados para tentar se defender", disse.
  ClickPB

Servidores de Pilõezinhos podem ficar com “nome sujo”; ex-prefeito não repassou empréstimos


Os servidores do município de Pilõezinhos podem ter seus nomes incluídos no SPC e Serasa a qualquer momento. O fato é que o ex-prefeito Nado Mendes (PMDB) não teria repassado os valores descontados dos empréstimos consignados contraídos pelos funcionários junto as instituições bancárias nos últimos meses de sua gestão. As informações foram repassadas pelo jornalista Rafael San.

O Banco está cobrando as parcelas em atraso dos empréstimos, mesmo com os valores já previamente descontados pela Prefeitura nos contracheques dos funcionários. Em comunicado, o Bradesco informou que há um débito de que ultrapassa 75 mil.

A instituição bancaria comunicou ainda que está suspensa a concessão de novos empréstimos e financiamentos a servidores, aposentados e pensionistas da Prefeitura de Pilõezinhos. O convênio entre as instituições foi firmado na administração do ex-prefeito Nado Mendes.

O não repasse dos descontos relativo às operações de empréstimos consignados às instituições financeiras, para atender qualquer outro fim, fere o princípio da moralidade administrativa e pode ser investigado por apropriação indébita.

Juridicamente, o ato de deixar de repassar valores descontados nos contracheques dos funcionários, referentes à empréstimos consignados em folha de pagamento, constitui crime de apropriação indébita, crime funcional de Prefeito e ato de improbidade administrativa.A prefeita Mônica Cristina (PSDB) antecipou que só poderá sanar o problema quando tiver acesso a prestação de contas do ex-prefeito para identificar o que foi pago e o que deixou de ser pago.




PB agora

Após se reunir com Lira, Hugo Motta teve encontro com José Maranhão

Na tarde da última quinta-feira (12), o Senador Raimundo Lira, se reuniu com os deputados federais Veneziano Vital do Rêgo, Hugo Motta e André Amaral, além do deputado estadual Nabor Wanderley, para definir uma estratégia de fortalecimento do PMDB na Paraíba. Mas, de acordo com o diretor-tesoureiro da sigla, Antônio de Souza, em entrevista ao programa Master News, da TV Master, ao sair da casa de veraneio de Lira, onde foi realizada a reunião, Hugo Motta e o seu pai, Nabor Wanderley teriam ido direto para a residência do senador José Maranhão no bairro do Altiplano.
Ainda segundo Antônio de Souza, a conversa de Hugo, Nabor e Maranhão se estendeu noite adentro e o deputado teria afirmado ao presidente do PMDB na Paraíba que não havia confirmado adesão ao grupo liderado por Lira.

Possível racha

O senador Raimundo Lira vem se reunindo com membros do PMDB para tentar, segundo ele, fortalecer a sigla para as eleições de 2018, até esta terça-feira, 10 integrantes do partido já teria se reunido com o senador para ouvir seu posicionamento sobre como pretende unir a sigla no estado e expor seus pontos de vista. Por sua vez o senador José Maranhão marcou uma reunião da Executiva Estadual para o dia 20 de janeiro, a fim de debater os rumos do partido.


PB Agora

PRF aponta irregularidades em veículos escolares de 20 Municípios e do Estado

O Ministério Público da Paraíba recebeu, na última segunda-feira (16), um relatório da Polícia Rodoviária Federal com informações rela...