sexta-feira, 9 de junho de 2017

Prefeitura de Conde dá início ao Programa ‘Morar Melhor’ gerando qualidade de vida para as famílias carentes do município


A Prefeitura Municipal de Conde, através da Secretaria de Planejamento, iniciou nesta quarta-feira (07), as ações relativas ao Programa Morar Melhor.
O objetivo do programa, segundo a Prefeita Márcia Lucena, “é oferecer melhores condições de moradia a famílias carentes com a construção de casas de alvenaria onde antes estavam construídas casas de taipa.”.
De acordo com o secretário de Planejamento do município, Flávio Tavares, o programa é uma parceria entre a prefeitura e a Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap) e terá início com a derrubada de 10 casas de taipa na comunidade Nossa Senhora das Neves. Ao todo a prefeitura irá realizar a intervenção em 66 imóveis em toda a cidade.
“Nosso objetivo é oferecer melhor qualidade de vida para essas famílias. Nós sabemos que essas casas de taipa, embora sejam feitas com uma técnica secular, elas são construídas justamente por falta de recursos financeiros, então diante desta precariedade habitacional, nós iremos realizar esta substituição por casas de alvenaria, melhorando desta forma o índice qualitativo de moradias do nosso município.” pontuou o secretário.
Ainda segundo Flávio Tavares, famílias que se encontravam em situação de risco e tiveram que ser realocadas por conta das chuvas também estão incluídas no programa.
Outro ponto bastante importante destacado pelo secretário de planejamento, é que toda a mão de obra para a construção dos imóveis é selecionada na própria cidade, inclusive se algum morador ou parente tiver formação e experiência na construção civil, este poderá ser contratado para ele mesmo contribuir na construção da sua própria casa.
“É muito importante destacar que nessas construções a gente está utilizando a mão de obra local. A seleção está sendo feita com trabalhadores do município e mais do que isso, quando fazemos o cadastro das famílias que terão a casa construída perguntamos se alguém tem alguma formação na construção civil para incluir os próprios beneficiários na construção das suas casas” acrescentou.
Os imóveis de alvenaria serão construídos no mesmo terreno onde anteriormente estavam as casas de taipa, com exceção das famílias que moram em áreas de risco que serão realocadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...