sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

O video flagra o motociclista furando blitz policia atira matando universitário


Câmeras de segurança flagraram o momento exato em que o motociclista furou a blitz e os policiais atiraram diversas vezes. Um dos tiros atingiu o universitário, Cícero Maximino da Silva Júnior, de 20 anos, que morreu ao dar entrada no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.
Nesta quinta-feira (15), a reconstituição feita pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) confirmou a versão do policial sobre o caso. A informação é do gerente operacional de Criminalística do IPC, Marcelo Burity.
O universitário, que morava em Alagoas, morreu após ser baleado no pescoço por um policial militar durante uma blitz na Avenida João Maurício, na orla de Manaíra.
Segundo Burity, o laudo da reprodução simulada confirma a versão do policial que atirou contra o universitário e não é compatível com a versão do condutor da motocicleta. “Ele disse uma coisa e não foi isso que foi levantado”, disse. A perícia levou em consideração as duas versões do caso, as lesões no corpo de Cícero e algumas filmagens da região.
A versão da Polícia Militar é de que o disparo aconteceu em uma “ação de defesa”. Já o condutor da moto em que o jovem estava apresentou uma versão oposta à da PM.
Marcelo Burity explicou que a reprodução simulada, mais conhecida como reconstituição, compara duas versões conflitantes do caso com os vestígios encontrados no local do crime e aponta qual das versões é compatível. O laudo foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios, que vai concluir o inquérito.

PRF inicia operação contra acidentes na PB

Começa a partir desta sexta-feira (16) e segue até o mês de março a ‘Operação Integrada Rodovida Cidades’, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais da Paraíba e de outros estados do Brasil. A ação tem como objetivo reduzir acidentes no período de fim de ano, início de férias escolares e Carnaval, épocas consideradas críticas número de acidentes. Veja abaixo os trechos mais perigosos.

Nas rodovias federais que cortam a Paraíba as fiscalizações serão intensificadas principalmente nas BRs 230, 101 e 104 nos períodos, locais e horários com maior concentração de registros de acidentes.

A ação também vai ocorrer nas estradas e rodovias, através de integração e atividades conjuntas com a Polícia Militar, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) e as secretarias municipais de Trânsito.

No estado, os trechos que vão receber maior atenção da PRF são:

BR-230: o trecho do km 0 ao 20, em Cabedelo; 20 ao 30, em João Pessoa; 30 ao 40, em Bayeux; 40 ao 50, em Santa Rita; 80 ao 90, em Caldas Brandão; e 460 ao 470, em Sousa.

BR-101: o trecho do km 80 ao 90, no Conde; e 90 ao 100, em Alhandra.

BR-104: o trecho do km 130 ao 140, em Campina Grande.

PRF aponta irregularidades em veículos escolares de 20 Municípios e do Estado

O Ministério Público da Paraíba recebeu, na última segunda-feira (16), um relatório da Polícia Rodoviária Federal com informações rela...