terça-feira, 25 de outubro de 2016

Família é presa no Conde por extorquir comerciante e ameaças

Mãe e duas filhas e outros dois elementos se uniram e formaram um grupo para extorquir um comerciante na cidade de Conde, litoral sul da Paraíba, foram presas em flagrante por agentes da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa.
Foram presas quatro pessoas de um grupo de cinco suspeitas de integrarem uma associação criminosa para extorquir um comerciante da cidade.
Ayala Silva Bezerra, nora de uma das vítimas, juntamente com sua irmã Aryala, a sua mãe Fernanda Silva Sousa e com duas outras pessoas, teriam passado, de acordo com a polícia, a extorquir valores das vítimas, parentes de seu companheiro assassinado de forma misteriosa, informando que ele estaria devendo a quantia de R$ 34 mil a traficante e que toda a família seria assassinada, se os valores não fossem pagos.
A família do comerciante procurou a Delegacia de Defraudações e Falsificações e registrou queixa ontem à tarde. A família informou à polícia que o parte do dinheiro seria pago hoje. De campana, os agentes prenderam em flagrantes quatro pessoas quando recebiam R$ 9 mil.
A pena pelos crimes de associação criminosa e extorsão qualificada pode chegar a mais de 18 anos de prisão.
O quinto elemento suspeita de participar do grupo está sendo caçado pela polícia.
O quinto suspeito, cujo nome não divulgado, está sendo procurado pela polícia.
Já no bairro do Valentina Figueiredo, a polícia prendeu Marcilene Targino do Silva, 32 anos. Ela é acusada de desviar  mais de R$ 20 mil de um jovem de 19 anos do qual era tutora. Marcilene foi presa em sua residência  e com ela a polícia encontrou os cartões do INSS  que durante 22 meses abiscoitava R$ 950,00 do rapaz.
De acordo com a DDF, a fraude comprometeu a subsistência da vítima e de seu irmão, que estão desempregados atualmente.
Pelo crime, Marcilene pode pegar cinco anos de cadeia. Matéria e fotos do portal do litoral

Vereador Adriano diz estar preparado para ser o para-choque da população de Conde




  Vereador eleito Adriano foi entrevistado hoje( Terça-feira 25.10.16), no programa Notícias em Debates pela rádio J.A

                              Na entrevista o vereador eleito com 300 votos pelo PRTB na coligação com o PSB de Marcia Lucena prefeita eleita da cidade de Conde na Paraíba. Adriano fala agradecendo sempre em suas palavras ao povo mais que primeiramente a Deus e a Marcia Lucena pela força ao chegar a ser eleito dessa vez. Por duas tentativas  sendo que na segunda chegando a vitória.


Confira a entrevista:

  • Adriano qual a sua meta para os próximos dias? Pergunta o reporte Wagner Assunção
  • “É fazer um mandato diferente junto ao povo”. Respondeu o vereador. 
  • Ouve ajuda de seus familiares da esposa ou o senhor caminhou sozinho nessa campanha?
  • “Eu obtive ajuda apenas de Deus e dos meus amigos que acreditaram que eu ia chegar”! Disse o vereador.
  • Já se começam as articulações para formar a mesa diretora na câmara  Municipal o senhor vereador vai concorrer junto aos demais a cadeira da presidência?
  • Wagner eu tenho recebido orientação do partido da nossa prefeita Marcia Lucena e esta nas mãos dela essa decisão se tiver de ser será decidido pelo conjunto. Disse o vereador. 
  • Eu hoje posso dizer que o Jardim Recreio tem um representante de capacidade e que vai trabalhar para desenvolver esse bairro tão esquecido e junto a nossa prefeita e demais vereadores vamos fazer o melhor para com todos os outros bairros. Disse o vereador. 
  • Vereador o senhor é funcionário público do estado onde trabalha em uma escola e qual será o seu papel mediante a fiscalização nas escolas?
  • Sou funcionário concursado do estado a 28 meses, a prefeita eleita terá um grande aliado que é o governador Ricardo Coutinho ela vai fazer um bom trabalho na educação da cidade. Disse o vereador. 
  • Em 2017 terá cinco parlamentar evangélicos na câmara isso faz alguma diferença, qual a importância  que se tem para com a igreja?
  • A igreja evangélica tem cinco representantes é verdade “Não vou dar prioridade por eu ser evangélico vou trabalhar para todos evangélicos, católicos, todos serão assistidos por que sou representante do povo”. Disse o vereador.

A entrevista continua no Youtube na tv link da rádio J.A
Matéria e foto de Ana Maria Gomes entrevista de Wagner Assunção nos controles Pedro Paulo Alves.

Idosa de 63 anos encontrada morta em cisterna com suspeita de estupro

No Agreste da Paraíba, volta a registrar mais um assassinato com requintes de crueldade. Uma mulher identificada, como Terezinha, de 63 anos, foi encontrada morta e despida em uma cisterna dentro um aterro sanitário do município.
O corpo foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (24) e, segundo a Polícia Militar, apresentava sinais de violência e existe a suspeita de que ela foi estuprada. Conforme a Polícia Civil, o corpo foi encontrado por volta das 12h. Até 15h20, a polícia não tinha a confirmação de nenhum reconhecimento de corpo, por parte de familiares. Segundos pessoas que estavam no aterro, Terezinha era vista com frequência no local.
De acordo com a comandante da Companhia de Polícia Militar Independente (CPMI), na cidade de Boqueirão, capitã Luciana Firme, a mulher estava com ferimentos na cabeça e próximo ao local foi encontrada uma pedra com sangue. O fato levantou a suspeita de que a pedra tenha sido usada na agressão que pode ter resultado na morte.
Ainda segundo a comandante, a cisterna onde o corpo foi encontrada estava vazia e seria limpa nesta segunda-­feira (24) para receber água. “Ela foi vista ontem por volta de nove da noite, possivelmente pela última vez.

03 internos do CEJ de Mangabeira fugiram nesta madrugada

Três internos do Centro Educacional do Jovem (CEJ), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, fugiram da unidade na noite de segunda-feira (24) após pularem o muro dos fundos. Segundo informações repassadas pela Polícia Militar e por agentes do CEJ no início da manhã desta terça-feira (25), dois deles foram recapturados e um continua foragido.
Ainda de acordo com agentes que estavam de plantão na unidade, no total, cinco jovens tentaram pular o muro, que tem cerca de cinco metros, mas dois foram flagrados e impedidos. Os outros três que conseguiram sair da unidade se esconderam em uma área de mata, que separa os bairros de Mangabeira e Bancários.
A Polícia Militar não informou onde recapturou os dois internos. Os jovens fugitivos foram reconduzidos à unidade de internação. Entre agosto e outubro deste ano, pelo menos oito adolescentes conseguiram fugir do CEJ. Outras confusões foram registradas na Cendac, destinada a adolescentes do sexo feminino e no Centro Socioeducativo Edson Mota, inclusive com a morte de um interno.

Cabo da PM mata jovem universitário por furar blitz

Um cabo de 33 anos da Polícia Militar da Paraíba foi ouvido pela Polícia Civil e alegou legítima defesa para atirar nos jovens que estavam em uma motocicleta. Um dos tiros matou o estudante universitário Cícero Maximino, de 20 anos, na sexta-feira (21), ao furar uma blitz da PM na Orla de João Pessoa. De acordo com o delegado Giovanni Jacomelli, que preside o inquérito, caso o piloto da moto não se apresente em menos de 24h, a autoridade poderá pedir a prisão preventiva dele. Assim que soube da possibilidade de detenção, o condutor da moto informou que vai se apresentar à polícia nesta terça-feira (25).
“O que tenho até agora é a versão do cabo dizendo que os jovens furaram o bloqueio policial e o piloto teria jogado a moto por cima dele [PM] e ainda esboçado reação fazendo o gesto de sacar uma arma da cintura. Nesse momento, o policial reagiu e atirou. Então, a morte não está relacionada ao furo da blitz. O tiro atingiu o garupa da moto, que morreu. Entretanto, não tenho ainda a versão do condutor do veículo. Caso ele não apareça nas próximas horas, vou solicitar o mandado de prisão para ouvi-lo, já que posso entender que ele esteja fugindo das investigações”, falou o delegado.
Jacomelli disse à TV Correio que solicitou perícia na arma apreendida. “Serão feitos exames no Instituto de Polícia Científica de adulteração, procedência da arma e questão da munição. Não tem como fazer exame da digital porque várias pessoas pegaram na arma, impossibilitando o exame”, falou.
O delegado disse que três condições serão fundamentais na conclusão do inquérito: circuito de câmeras, resultado do exame cadavérico e testemunhas. “Minha equipe está em campo trabalhando para conseguir imagens. Em 30 dias, no máximo, teremos um desfecho do caso”, revelou.

Padrasto é preso por estupro horas depois de abusar enteada de 13 anos


Um homem de 41 anos foi preso e confessa ter estuprado a enteada de 13 anos, na cidade de Pirpirituba, no Agreste do estado, a 106 km de João Pessoa. O flagrante aconteceu nessa segunda-feira (24), horas depois dele praticar relação sexual com a garota.

De acordo com o delegado Ricardo Sena, titular da Polícia Civil no Brejo, o fato foi levado ao conhecimento da Polícia Civil através do Conselho Tutelar que recebeu uma denúncia de uma parente da menina.
“A vítima foi submetida a exame de corpo de delito cujo laudo comprovou o seu defloramento e a prática de conjunção carnal horas antes da prisão. A garota confessou que mantinha relação sexual com o padrasto e contou como tudo acontecia. Os abusos aconteciam sempre em casa na ausência dos familiares. A mãe era esposa dele há nove meses”, explicou o delegado.
Na delegacia, o homem confessou que mantinha relação sexual com a enteada, mas disse que “era provocado pela garota”. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável e será apresentado na audiência de custódia nesta terça-feira (25).