quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Travestis são presas suspeitas de furtar pistola de PM

Três travestis foram presas na madrugada desta quinta-feira (20) suspeitas de furtar a pistola de um soldado policial militar. O fato aconteceu na orla do bairro de Manaíra, Zona Norte de João Pessoa. A arma foi recuperada.

De acordo com o capitão Antônio Sousa, comandante do Distrito Integrado de Segurança de Pública (Disp) de Manaíra, o policial militar informou que o veículo parado na avenida João Maurício quando retornou percebeu o furto.
“O soldado contou que os travestis furtaram a arma, celular e outros pertences do veículo.O fato aconteceu por volta das 3h da madrugada”, disse o capitão.
A assessoria da Polícia Militar da Paraíba informou que dois suspeitos foram presos ainda no local do crime e o terceiro foi pego em casa, no bairro do Rangel, na Capital, depois que tia ligou para o 190 dizendo o sobrinho estava com a arma e iria se entregar.
Uma equipe da PM foi até a residência da travesti e a prendeu. O trio foi levado para a 12ª Delegacia Distrital em Manaíra. As travestis foram autuadas por furto e vão ser levadas nesta quinta para a audiência de custódia. Matéria do Portal Correio

Justiça cassa candidatura de Zenaldo prefeito de Belém

A Justiça Eleitoral do Pará cassou a candidatura de Zenaldo Coutinho (PSDB), prefeito candidato à reeleição de Belém. Coutinho foi acusado pela coligação Juntos pela Mudança, liderada pelo candidato Edmilson Rodrigues (PSOL), de utilizar a propaganda institucional da gestão municipal em suas redes sociais em período proibido por lei. Zenaldo Coutinho liderou a apuração dos votos no primeiro turno.
Zenaldo e Rodrigues disputam o segundo turno na capital paraense. O tucano recebeu 31,02% dos votos válidos e o candidato do PSOL, 29,5%.
O juiz da 97ª Zona Eleitoral de Belém, Antônio Cláudio Von Lohrman, acatou a denúncia e cassou o registro de candidatura do tucano, no final da manhã desta quarta-feira (19). “Nós temos três dias para recorrer, mas vamos entrar com recurso em menos de 24 horas para reverter essa decisão, que é equivocada” informou o assessor jurídico do PSDB, Sábatto Rossetti.
Na decisão, o juiz enfatizou que “os réus vêm promovendo propaganda institucional pela internet em período vedado, em diversos meios de comunicação oficial da Prefeitura Municipal de Belém”, profere na sentença.
Sábatto Rosseti, porém, vai alegar no recurso, que deverá ser impetrado na quinta-feira, que o juiz não atentou para a manifestação do Ministério Público na ação. Segundo Rossetti, o MP recomendou a produção de mais provas.
O advogado do PSOL, Egydio Sales, ressalta que foram apresentadas diversas provas na ação, em que o site oficial da prefeitura divulgou  inúmeros vídeos de inauguração de obras no período até dois dias antes do início da propaganda eleitoral.
Sales afirma, que, ao abrir  o facebook da campanha de Zenaldo Coutinho, um link levava para o site da prefeitura, apontando para os vídeos das inaugurações, que permaneceram durante um período longo da campanha. E ainda que teve um número enorme de compartilhamentos nas redes sociais. “A propaganda institucional além de promover a figura pessoal do prefeito, ainda tinha um link para propaganda. Tudo sendo promovido com dinheiro público,” explicou.

Bandidos confude homem com policia e atira para matar

Um homem foi morto na manhã desta quinta-feira (20) quando saía de casa com sua esposa e um filho de seis meses no conjunto Vieira Diniz, em João Pessoa. Antes de ser morto, ele foi assaltado e os acusados suspeitaram que ele fosse policial.
As três vítimas foram abordadas por dois homens armados quando saíam de casa em uma moto. Os dois homens pediram para a mulher e a criança descessem do veículo e roubaram alguns pertences.
De acordo com a mulher, os assaltantes tentaram ainda levar a moto, mas ela não funcionou. Eles teriam percebido um adesivo que faz menção à Polícia Militar na placa do veículo e ameaçaram o homem. O homem, de 44 anos, tentou explicar que não era policial e trabalhava com vendas de motos, mas os assaltantes não acreditaram e atiraram contra ele.
O homem não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime. A polícia iniciou diligências, mas ainda não conseguiu localizar os suspeitos.

TCE-PB bloqueia contas da prefeitura do Conde

foto antiga
O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) bloqueou as contas da prefeitura Municipal da cidade do Conde, litoral sul paraibano. O comunicado foi feito pelo presidente do TCE-PB, conselheiro Arthur Cunha Lima, no início da sessão desta quarta-feira.
De acordo com Arthur Cunha Lima, a presidência determinou o bloqueio das contas da prefeitura do Conde “por enviar o balancete incompleto”.
Já oito prefeituras que apresentaram documentos que faltavam tiveram suas contas desbloqueadas pelo TCE-PB, também de acordo com o presidente do Tribunal. Foram desbloqueadas as contas das cidades de Água Branca, Catingueira, Cruz do Espírito Santo, Duas Estradas, Joca Claudino, São José de Princesa, Sousa e Triunfo.
A prestação de contas deve ser apresentada ao Tribunal de Contas regularmente pelas prefeituras de cada município. Matéria do ClickPB

Bandidos cometiam seus delitos e se escondiam em Terras Belas no Conde

Policiais civis da Delegacia de Roubo e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) de João Pessoa e Delegacia Geral da Polícia Civil prenderam, na manhã desta quarta-feira (19), quatro homens, apreenderam uma espingarda calibre 12 e recuperam um veículo roubado na cidade de Conde, Litoral Sul do Estado. A ação foi realizada durante um deslocamento policial para a entrega de inquérito instaurado pela DRFVC em desfavor de Clermisson Ramos da Rocha, 18 anos, investigado por tráfico de drogas.
No trajeto de João Pessoa para o Litoral Sul, os investigadores foram informados que um veículo Fiat Way, cor cinza, com restrição de roubo, tinha sido encontrado abandonado na comunidade Terras Belas, no município de Conde. A equipe foi até o local e lá comprovou, durante uma pesquisa no Sistema de Informações de Segurança (Infoseg), que o carro havia sido roubado no dia 13 de outubro deste ano no conjunto Funcionários I, na Capital. Foram realizadas algumas buscas na área e os policiais descobriram que os responsáveis pelo crime estavam escondidos em uma casa na mesma localidade.
A residência foi cercada e sem ter como escapar os suspeitos foram presos. Entre eles estava Clermisson, que já era procurado pela polícia e tinha sido denunciado por várias vítimas como integrante de um grupo criminoso que vinha realizando roubos na região. O último teria acontecido nessa terça-feira (18) em uma localidade conhecida como Pousada do Conde. Lá, ele e outros criminosos teriam roubado casas e restaurantes. Entre os objetos estavam sete aparelhos celulares que, de acordo com os presos, foram vendidos por R$ 300. O dinheiro foi encontrado com os suspeitos.
Além de Clermisson, também foram presos: Leonardo Lopes da Silva, Jailsom da Silva Lucas e Lenildo Marinho da Silva. Um adolescente de 17 anos conseguiu escapar do cerco policial. O grupo confessou ter roubado o carro. Com eles foram apreendidas uma espingarda calibre 12, munições do mesmo calibre, uma balança de precisão, usada para pesar drogas, embrulhos com uma substância semelhante à maconha, um capuz preto, equipamentos de som.