quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Lula e Taiguara são indiciados por corrupção

Conforme VEJA antecipou na última sexta-feira, a Polícia Federal indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos na Operação Janus. O inquérito, com 235 páginas, foi entregue ontem ao Ministério Público Federal — que vai avaliar se oferecerá ou não denúncia contra o petista. A investigação mira em contratos milionários firmados entre a Odebrecht e a empresa Exergia Brasil, cujo sócio é  Taiguara Rodrigues dos Santos, para a realização de obras em Angola.
De acordo com o relatório da Polícia Federal, obtido por VEJA, há “indícios de vantagens auferidas pelo ex-presidente e seus familiares em decorrência de supostos serviços prestados”. No esquema delineado pelos investigadores, Lula atuava como “verdadeiro lobista da construtora Odebrecht”. Formalmente, a empreiteira contratava o ex-presidente para dar palestras em países da América Latina e da África, onde a empresa desenvolve projetos bilionários financiados pelo BNDES. Ao todo, Lula recebeu 7,6 milhões de reais da Odebrecht em sua empresa, a L.I.L.S., e em doações ao Instituto Lula. Nessas andanças pelo exterior, o ex-presidente se encontrava com chefes de Estado e autoridades estrangeiras com os quais discutia assuntos do interesse da construtora, conforme revelam telegramas do Itamaraty analisados pelos investigadores. “Percebe-se, no contato de alguns telegramas, a atuação de Lula no intuito de beneficiar a construtora”, diz o relatório da PF.

Eleição de preso na PB "envergonha país e constrange Justiça"

O caso do preso provisório em Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba, que foi o sexto vereador mais votado nas eleições de domingo passado naquele município, chamou a atenção do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes. O presidente do TSE defendeu que a prisão provisória seja revertida em prisão preventiva, para acusados de diversos crimes como é o caso de Ubiraci Rocha, vulgo 'Bira'.

Vereador reeleito no Conde Naldo Cell da entrevista na rádio J.A

Vereador reeleito no Conde o empresário Ednaldo Barbosa (Naldo Cell) da entrevista na rádio J.A e fala das dificuldades que enfrentou sendo oposição na gestão atual ( da prefeita em exercicio Tatiana Correia)e diz que agora será uma nova gestão com a prefeita eleita Marcia Lucena,  onde o mesmo diz que irá trabalhar mais ainda sem enfrentar tantas barreiras. Confira toda a entrevista pelo Youtube click a seguir
https://www.youtube.com/watch?v=Vdw93gXqivo

Presidiário eleito na Pb deve ser expulso do partido PPS

Presidiário eleito na cidade de Catolé do Rocha no Sertão da Paraíba, no domingo (2) deve ser expulso do Partido Popular Socialista (PPS). O presidente da legenda na Paraíba, Nonato Bandeira, informou que a decisão pela exclusão do então vereador eleito foi tomada em conjunto com as direções municipal e nacional do partido. “Já oficiamos a executiva nacional do partido e a decisão está tomada”, ressaltou o presidente do PPS na Paraíba.
Ubiraci Rocha,
Bira Rocha, como é conhecido popularmente, está preso provisoriamente desde maio deste ano e precisou de autorização judicial e escolta para ir votar. Ao sair do local de votação, mesmo algemado, chegou a acenar para eleitores e fazer o gesto de vitória com as mãos. Ele está preso provisoriamente suspeito de crimes de homicídio e ligação com o tráfico de drogas.
Bira Rocha alcançou 948 dos 17.478 votos válidos no município e com essa marca assegurou uma vaga na câmara como o sexto vereador mais votado. De acordo com o gerente do sistema penitenciário da Paraíba, Sérgio Fonseca, o preso foi liberado para votar após uma determinação judicial. “Recebemos a autorização e o preso provisório foi votar sob escolta dos agentes. Ele teve o direito de votar porque ainda não é preso condenado”, comentou. Segundo o chefe do cartório da 36ª Zona Eleitoral da Paraíba, Pedro Henrique Nunes, até a manhã desta quarta-feira (5) a Justiça Eleitoral não havia sido notificada de nenhuma condenação do candidato em trânsito julgado. Por isso, mesmo estando preso por força de mandado de prisão, ele não perde os direitos políticos.

Luciano diz que usará bom senso na eleição da Presidência da CMJP


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), declarou, na noite desta terça-feira (4), que pretende participar das discussões para escolha do novo presidente da Câmara de Vereadores da Capital paraibano.
Em entrevista, Cartaxo disse que não fará “intervenção” nem “influenciará” no processo, mas quer acompanhar a discussão de perto.
“Eu quero ter participação nesse processo. Jamais fazer intervenção ou querer influenciar diretamente o eleitor pois cabe aos parlamentares tomarem essa decisão.

Senador paraibano poderar ser novo presidente do PT nacional

Após a expressiva derrota nas eleições municipais do último fim de semana, quando perdeu mais de 50% das prefeituras sob seu comando, o PT estuda antecipar a escolha do novo líder do partido, prevista inicialmente para 2017. Nos bastidores, o ex-presidente Lula e outros dirigentes vêm pedindo uma “cara nova” para renovar a imagem da sigla. O nome do senador Lindbergh Farias (RJ) tem ganhado força.
Reportagem na Folha de S.Paulo indica que conselheiros próximos a Lula são contrários à ideia, defendida por algumas lideranças petistas, de que o ex-presidente deva assumir também o comando do partido. Eles argumentam que Lula deve se concentrar em sua defesa na Lava Jato e na elaboração de um novo projeto para a esquerda no Brasil.
“Lula, que já defendeu o nome do ex-ministro Jaques Wagner (Casa Civil) para o posto, mas desistiu diante da negativa do aliado, tem dito que é preciso “renovar” a direção petista o quanto antes para “reconectar” o PT com outros campos da esquerda, como movimentos sociais, sindicais e partidos políticos.
Diante do cenário sombrio e ainda sem nenhuma grande estratégia definida para o futuro, a cúpula petista convocou uma reunião da executiva nacional para quarta-feira (5), em Brasília, com objetivo de discutir as eleições internas e os rumos diante da maior crise enfrentada pela legenda.
Mesmo com as sinalizações negativas de Lula, dirigentes petistas vão insistir na tese de que o ex-presidente deve assumir o comando do partido, defendendo que esse é um “momento excepcional.”
Além de Lindbergh Farias e do próprio Lula, circula também o nome de Jacques Wagner, ex-governador da Bahia, como possibilidade de liderança.
Click Política

Prefeito eleito de Bayeux estuda reduzir o próprio salário e dos secretários

Choque de gestão. Esta é a palavra de ordem do prefeito eleito de Bayeux, Berg Lima (PTN). Em entrevista ao 60 Minutos da Rede Arapuan de Rádios, o prefeito disse vai estuda reduzir o próprio salários, do vice-prefeito e dos auxiliares.
A medida visa conter despesas para enfrenfar o cenário de crise e recuperar a capacidade de investimento. Para isso, segundo o prefeito eleito, é preciso cortar na própria carne.
”Já conversei com nosso equipe e estamos estudando a redução do salários do prefeito, do vice e dos secretários. Além disso, vamos reduzir o número de cargos comissionados. Vamos dar um choque de gestão que Bayeux precisa”, prometeu.

Britney Spears abre o jogo sobre uso de drogas

Britney Spears abre o jogo sobre uso de drogas

Ao participar do programa de Jonathan Ross, na Inglaterra, Britney Spears abriu o jogo sobre seu dia a dia e seu passado. A cantora revelou, ainda, qual foi a última vez que fumou maconha. “A última vez que fumei maconha tinha 17 anos”, garantiu.
“Recentemente, tive de parar um show porque fiquei ‘chapada’ de tanto que fumavam na plateia”, revelou a eterna princesinha do pop que afirmou que nunca mais ingeriu a substância.
A cantora confessou que é uma pessoa “entediante” e que, atualmente, gosta mais de ficar com a família do que festejar. “Não costumo entrar nas festas. Tem muitas drogas envolvidas”, explicou. 

Marcia diz "Estou rezando para encontrar, pelo menos, uma prefeitura’

Nesta terça-feira (04), a prefeita eleita do município do Conde, Márcia Lucena (PSB), contou que espera encontrar grandes desafios quando iniciar a sua gestão. De acordo com ela, a administração municipal não tem nem prédios ao seu dispor.
“Eu estou rezando para ver se encontro, pelo menos, a prefeitura em si porque o prédio onde funcionava a administração foi doado. A prefeitura não tem gabinete e as secretarias não têm prédios porque não pagam os aluguéis há mais de seis meses”, disse.
Na entrevista, a socialista ainda revelou ter ciência de que os problemas da administração são inúmeros e muito grandes, mas devem ser ainda maiores quando visto por dentro.
“Não posso dizer que não sabíamos disso, moro lá e imagino o que tem ali dentro. Não posso dizer que entrei de inocente na história, pois conheço o desafio. O que a gente vê na superfície é muito pior o que tem embaixo”, afirmou.
Márcia ainda aproveitou para criticar a antiga prefeita da cidade, Tatiana Correia (PT do B), dizendo que ela e seus aliados fazem política de uma maneira ultrapassada, enquanto ela entrou com um novo estilo de lidar com os eleitores.
“Eles diziam que conhecia o povo do Conde, que só precisavam chegar à cidade quinze dias antes das eleições, mas isso mudou e eles não perceberam e eu entre nesse vácuo político. Me comprometi com um plano de governo que foi feito ao lado do povo do conde durante as plenárias e reuniões que realizei”, arrematou.

Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...