segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Acusado de estuprar crianças é localizado no Sertão; ele dormina na rede quando foi preso

Investigadores do Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil da cidade de São Bento, sob coordenação do Delegado Anderson Fontes, prenderam na tarde do sábado (07) o popular Damião Severino da Silva, mais conhecido por "Bracinho", de 43 anos. Ele foi localizado no Bairro Loteamento Portal em 
, Terra das Redes,  após denúncias para o n[umero 197 da polícia civil.


De acordo com os agentes de investigação, o acusado encontrava-se deitado numa rede no quintal de sua residência, quando foi surpreendido pela ação rápida e discreta dos investigadores e ao ser questionado se respondia algum processo na Justiça, Damião negou prontamente, no entanto, o Setor de Inteligência do GTE já havia trocado informações com a Polícia do Rio Grande do Norte tomando conhecimento da periculosidade do acusado que possuía em aberto dois mandados de prisão na Comarca de Assu/RN pelo de crime de Estupro bem como Corrupção de Menores e Estupro de Vulnerável.


Essa foi mais uma ação exitosa da Polícia Civil de São Bento com o apoio da população tirando de circulação um criminoso, evitando que crianças inocentes fossem molestadas pelo acusado. Com a prisão de Damião, a Polícia Civil contabilizou sua 49ª (Quadragésima Nona) prisão na Terra das Redes ao longo do ano de 2015.
Diário do Sertão

Policia prende dois homens acusados de matar o próprio amigo a pauladas em Campina Grande

A Polícia Militar prendeu  dois homens suspeitos de participação na morte de um rapaz, no bairro do Quarenta, em Campina Grande. O crime aconteceu na madrugada do sábado (7), quando vítima e suspeitos, que eram amigos, estavam bebendo juntos. O rapaz foi morto a pauladas na cabeça e o corpo só foi encontrado na manhã deste domingo (8), dentro de uma casa.

De acordo com a delegada Tatiana Barros, da Delegacia de Homicídios em Campina Grande, na noite da sexta-feira (6), os três homens estavam consumindo drogas dentro da casa de um deles, quando resolveram sair para comprar cachaça e acabaram encontrando com uma menina menor de idade, que foi convidada para se juntar ao grupo.


“Eles usaram drogas, saíram para comprar cachaça e encontraram com essa adolescente. O grupo voltou para a residência e consumiu a bebida e mais drogas. Em um determinado momento, houve uma discussão entre o dono da casa e um dos rapazes, por ciúmes da menina. Houve agressões entre os dois e o terceiro rapaz pegou um pedaço de madeira e bateu na cabeça da vítima. Não satisfeitos, tanto o dono da casa como esse terceiro rapaz desferiram mais golpes na cabeça e no tórax da vítima, que morreu no local”, disse a delegada.


Após o crime, a menina e os suspeitos fecharam a casa e fugiram. Na manhã deste domingo, o pai de um dos suspeitos estranhou a casa do filho estar fechada e resolveu forçar a fechadura, entrando na casa e encontrando o corpo.



Ainda segundo a delegada, o pai do suspeito acionou a polícia, que, após investigações, conseguiu localizar os dois suspeitos e prendê-los.


A adolescente também foi identificada e prestou depoimento, onde afirmou que sofreu ameaças de morte caso contasse o crime para alguém.


Presos, os suspeitos confessaram o crime e foram encaminhados para a Penitenciaria Máxima em Campina Grande.
Redação

Por ciúmes, mulher tenta matar rival em Bayeux

 - Uma mulher identificada como Aline foi detida pela Polícia Militar na tarde deste domingo (8) depois de tentar matar uma mulher. O fato ocorreu no Centro da cidade de Bayeux, região metropolitana da Capital.
Segundo a polícia, a acusada invadiu a residência da vítima e desferiu golpes de estilete no ombro e braço. Os cortes, segundo a PM, teriam sido superficiais.
Os parentes da vítima formalizaram a denúncia e militares do Serviço de Inteligência conseguiram localizar a suspeita. Ela foi conduzida para a Central de Flagrantes, em João Pessoa.

Crimes marcam o domingo na Capital; num deles, a vítima morreu jogando dominó

Redação Tambaú 247 - A violência não deu trégua neste domingo (8), em João Pessoa e na região metropolitana. A polícia registrou cinco homicídios na Capital, Santa Rita e em Lucena.
Distrito Mecânico - O crime aconteceu na Rua Jânio Carlos da Silva, no Distrito Mecânico. A vítima estava com os parentes jogando dominó quando os suspeitos se aproximaram e efetuaram oito disparos. A vítima foi socorrida por terceiros para o Hospital Edson ramalho, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu.
Lucena - Um homem foi esfaqueado neste domingo (8), no Distrito de Lucena. Segundo a polícia, a acusada de praticar o crime foi uma mulher identificada como ‘Galega'. Testemunhas teriam dito que os dois foram vistos juntos pela manhã e que, possivelmente, houve um desentendimento. A suspeita desferiu vários golpes de faca no rapaz. Ele foi socorrido por um carro particular até a Unidade Mista de Lucena e depois transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Tibiri. Alex Freire não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu. A acusada ainda não foi localizada e a polícia segue em diligências.
Mandacaru - Dando sequência à noite violenta, mais uma morte foi registrada. Desta vez, o crime aconteceu na Rua São Pedro, no bairro de Mandacaru. A vítima foi identificada Flávio Martins de Sá, conhecido pelo vulgo "Rato". Ele era ex-presidiário. Os suspeitos não foram identificados. Sonora
Treze de Maio - Marcos Antônio Batista tinha 22 anos e foi assassinado na Rua Alvarino Maciel, no bairro Treze de Maio, na Capital. O crime foi praticado por dois homens que chegaram ao local em uma moto modelo Jonny. A vítima era conhecido pelo vulgo ‘Cabeção'.
Marcos Moura - Por volta de 21h, no bairro Marcos Moura, em Santa Rita, um homem conhecido por ‘Mãozinha' foi morto dentro de uma lanchonete. O estabelecimento fica na Rua Pereira da Silva. Não informações s

Homem tem casa invadida por bandidos e é morto a tiros, na Paraíba

Bandidos invadiram uma casa e assassinaram a tiros um jovem com cerca de 23 anos, na manhã deste domingo (8), no município de São Mamede, no Sertão paraibano, a 394 km de João Pessoa.

Segundo o soldado Alan, da Polícia Militar em Santa Luzia, a vítima estava deitada dentro de casa quando o local foi invadido por bandidos, que efetuaram diversos disparos de arma de fogo, atingindo o jovem quatro vezes.

A vítima, que já cumpriu pena por assalto, morreu no local antes de receber atendimento médico. Após o crime, os bandidos conseguiram fugir. Até as 15h, a polícia ainda não tinha identificado os autores do homicídio.

Corpo de jovem desaparecido é achado pela mãe em matagal de Mangabeira, em JP

O corpo de um jovem de 23 anos foi encontrado na noite desse sábado (7) em um matagal no bairro de Mangabeira 8, em João Pessoa. A vítima estava desaparecida há quatro dias e o corpo foi encontrado pela mãe do jovem.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios, um dos executores do crime teria ligado para família e oferecido, em troca de dinheiro, a localização de onde estaria enterrado o jovem.

Ainda segundo a Delegacia de Homicídios, o corpo foi achado enterrado em uma mata na comunidade de Aratu e apresentava uma perfuração de arma de fogo na cabeça.

Um dos suspeitos do crime foi preso pela Polícia Militar em um bar em Mangabeira na sexta-feira (6), mas negou ter matado o jovem. A polícia ainda realiza diligências para prender outros suspeitos.

Bebedeira entre amigos termina com discussão e morte, na PB; dois foram presos

Dois homens foram presos, na manhã deste domingo (8), suspeitos de participação na morte de um rapaz, no bairro do Quarenta, em Campina Grande. O crime aconteceu na madrugada do sábado (7), quando vítima e suspeitos, que eram amigos, estavam bebendo juntos. O rapaz foi morto a pauladas na cabeça e o corpo só foi encontrado na manhã deste domingo (8), dentro de uma casa.

De acordo com a delegada Tatiana Barros, da Delegacia de Homicídios em Campina Grande, na noite da sexta-feira (6), os três homens estavam consumindo drogas dentro da casa de um deles, quando resolveram sair para comprar cachaça e acabaram encontrando com uma menina menor de idade, que foi convidada para se juntar ao grupo.

“Eles usaram drogas, saíram para comprar cachaça e encontraram com essa adolescente. O grupo voltou para a residência e consumiu a bebida e mais drogas. Em um determinado momento, houve uma discussão entre o dono da casa e um dos rapazes, por ciúmes da menina. Houve agressões entre os dois e o terceiro rapaz pegou um pedaço de madeira e bateu na cabeça da vítima. Não satisfeitos, tanto o dono da casa como esse terceiro rapaz desferiram mais golpes na cabeça e no tórax da vítima, que morreu no local”, disse a delegada.

Após o crime, a menina e os suspeitos fecharam a casa e fugiram. Na manhã deste domingo, o pai de um dos suspeitos estranhou a casa do filho estar fechada e resolveu forçar a fechadura, entrando na casa e encontrando o corpo.


Ainda segundo a delegada, o pai do suspeito acionou a polícia, que, após investigações, conseguiu localizar os dois suspeitos e prendê-los.

A adolescente também foi identificada e prestou depoimento, onde afirmou que sofreu ameaças de morte caso contasse o crime para alguém.

Presos, os suspeitos confessaram o crime e foram encaminhados para a Penitenciaria Máxima em Campina Grande.

Dois são atropelados por ônibus e vítima tem cabeça esmagada na Zona Sul de JP

Um homem morreu e outro ficou ferido após serem atropelados por um ônibus na Rua Sérgio Guerra, no bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa. A vítima morta teve a cabeça esmagada pelo veículo e a outra vítima está em estado gravíssimo.

Segundo a Polícia Militar, os dois homens estavam trafegando em uma moto na rua quando foram tingidos pelo ônibus.

As vítimas foram atropeladas e uma delas teve a cabeça esmagada, morrendo no local. O outro ocupante da moto também sofreu ferimentos e foi socorrido pelo Samu para um hospital da Capital.

Em contato com o Portal Correio, o Samu informou que o homem que sobreviveu ao acidente foi atendido em estado gravíssimo. Até o fechamento desta matéria a polícia não soube informar se o motorista do ônibus permaneceu no local após o atropelamento.

Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...