quinta-feira, 20 de junho de 2013

Já esta sendo enfeitado o salão do São João no Conde

São João no Conde o melhor com o tradicional e  atrações diversas, um salão de festa que já esta sendo preparado para receber turistas e um povão da cidade que gosta de prestigiar um autentico pé de serra.  Serão 3 noites de muita festa.



As bandas que vão tocar no centro da cidade no salão do forró  Dia 22/06: Os 03 do Xamego, Junior Limeira e Forrozão Paixão da Serra (Na ilha do Forró).
Dia 23/06: Orquestra Sanfônica, Os Gonzagas e Forrozão Paixão da Serra (Na ilha do Forró).  Dia 24/06: Forrozão Paixão da Serra e Swing Nordestino.
Termino com  São Pedro (Jacumã). 28 e 29 de Junho.  Dia 28/06: Oxente Menina e Forró do Movimento.  Dia 29/06: Tamburete de Forró e Bagaço de Côco.

 Confira as quadrilhas que vão esta marcando presença para alegrar os festejos juninos do Conde:

  
Dia 22 de Junho ( sábado)
19h30 – 1º- Abertrura com a Quadrilha do Grupo da
melhor idade- SETRAS Conde-PB .
20h00- 2º- Quadrilha Junina Explode Coração
20h30 - 3º- Quadrilha Junina fazenda da Pitombeira
21h00- 4º-Quadrilha Junina Matuta

Dia 23 de Junho Véspera de São João ( Domingo) Quadrihas Junina de Conde-PB  Vão se apresentar as quadrilhas da terra:

   Linda Flor ;  Balão Dourado;  Girassol O Vai ou Racha Esmeralda;

  Dance e Balance .


Dia 24 de Junho dia de São João (segunda) Confira as quadrilhas juninas que vão se apresentar:

19h30-1º-Raio de Luar

20h00- 2º- Macambira; 20h30- 3º - Fogueirinha; 21h30- 5º-Asa Branca;
22h00- 6º -  Lampião; 22h30 4º - Xote e Baião; 23h00- Sanfona Branca

Realização Prefeitura Municipal de Conde e Nucleo de Cultura do Municipio.

São João da Paróquia no Conde vai ser arretado de bom

Com apoio da prefeitura municipal de Conde a paróquia recebe várias atrações para fazer um são João muito melhor com muitas apresentações, culturais e barracas com comidas típicas.
Começa dia 21 (sexta) finalizando na segunda dia 24 serão 4 noites com muito arrasta pé

Medo dos vândalos comercio fecha as portas na hora do protesto em J.Pessoa

Comércio fechará uma hora antes dos protestos e efetivo da PM é reforçado em João Pessoa

Representantes do movimento 'João Pessoa, avante', estimam 10 mil manifestantes nas ruas; OAB-PB anuncia  plantão de advogados para apurar excessos de policiais
Mais de 10 mil manifestantes são esperados no protesto que ocorre nesta quinta-feira (20), em João Pessoa. A Câmara dos Dirigentes Lojistas da Capital paraibana (CDL) emitiu nesta quarta-feira (19) uma nota orientando os comerciantes do Centro a antecipar o fechamento dos estabelecimentos às 15h. A concentração do movimento está marcada às 16h.
A CDL acredita que o protesto será pacífico, mas recomenda o fechamento do comércio por "cautela". Apesar disso, a entidade orienta que os comerciantes devem liberar os comerciários que queiram se engajar no movimento.
A Secretaria de Defesa Social e Segurança Pública do Estado vai monitorar todas as ações através de câmeras móveis ou instaladas em locais fixos. "No caso de desordem ou crimes, a Polícia tem também uma estratégia montada", disse o secretário Cláudio Lima.
A Secretaria de Segurança promete não reprimir o movimento denominado 'João Pessoa, avante', que tem como principais organizadores estudantes universitários. O secretário Cláudio Lima disse que a determinação é garantir uma manifestação de forma pacífica. A segurança das cidades onde ocorrerão protestos será reforçada com o deslocamento de tropas de onde não têm manifestações agendadas. Na Capital todo o efetivo da PM será mobilizado. O secretário não revela o número de homens que farão a segurança.
Michel Rodrigues, um dos representantes do movimento 'João Pessoa, avante' denunciou que nas redes sociais surgiram informações de que facções criminosas aproveitariam para se infiltrar nos protestos de João Pessoa. O secretário Claudio Lima de segurança nega essa informação. Os coordenadores do movimento repetem nas redes sociais apelos para que a manifestação ocorra de forma pacífica e sem depredação do patrimônio público.
A convocação do protesto foi feita pelas redes sociais. Numa página do Facebook, até as 14h, mais de 30,6 mil já haviam confirmado presença no movimento. O manifesto está marcado para as 16h desta quinta (20) com concentração na frente do Lyceu Paraibano. Os participantes irão marchar para o Parque Solon de Lucena e em seguida seguirão para a Avenida Epitácio Pessoa.
A previsão de público no evento foi feito pelos universitários Israel Lucena e Emanuel Reis, que se intitulam representantes do movimento. Também está previsto um protesto para Campina Grande, segundo maior cidade da Paraíba, na tarde desta quinta. Nas cidades de Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e (região metropolitana de João Pessoa) também devem ocorrer manifestações. Em Patos (no Alto sertão), a convocação foi feita para o próximo sábado.
A Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB) anunciou um plantão para atender casos que envolvam excesso de força policial que impeçam o direito à livre manifestação.
Na terça-feira (18), o prefeito Luciano Cartaxo (PT) anunciou a redução de R$ 0,10 no preço da tarifa dos transportes públicos, a partir de 1º de julho. Para isso, a prefeitura abriu mão do 'preço público', imposto municipal que incide em 0,5% no valor da passagem. Com a renúncia fiscal, o município calcula que deixa de arrecadar mensalmente em torno de R$ 100 mil.O prefeito petista garantiu que a redução no preço da passagem não foi uma estratégia para tentar esvaziar o movimento agendado para esta quinta.
O governador Ricardo Coutinho (PSB) reuniu a cúpula da Segurança, que traçou um plano para acompanhar as manifestações. Ele garante que a Polícia Militar estará desarmada e elogiou os eventos semelhantes que se espalharam pelo país. “Eu recomendo à Polícia para não usar armas, para garantir o direito de manifestação de quem quer que seja. Ao mesmo tempo, tem que proteger o patrimônio público e privado, porque o direito de um termina quando começa o do próximo”, disse.

Bala perdida atinge canto de forró em Campina grande



Cantor de forró é vítima de bala perdida durante tiroteio em Campina Grande

O cantor de forró, natural da cidade de Solânea, no Brejo do estado, Kelson Martiniano Fausto de Macedo, conhecido como Kelson Kizz, de 32 anos, foi vítima de bala perdida na madrugada desta quinta-feira (20), quando saía do Parque do Povo em Campina Grande, no Agreste paraibano.
Kelson Kizz participava de uma confraternização na casa de um amigo, quando saiu do evento e foi visitar o Parque do Povo. O músico conheceu o ‘Maior São João do Mundo’ e na saída da festa, por volta das 3h, quando retornava para pegar o veículo que estava estacionado na Rua Santa Clara foi surpreendido por um tiroteio que acontecia no local.
O artista não soube explicar, o que ao certo estava acontecendo no local, mas ao entrar no veículo, acabou sendo atingido por uma bala perdida. O disparo atingiu o vidro do lado direito do automóvel e um dos braços do cantor.
Mesmo ferido, o rapaz ainda conduziu o veículo por cerca de 400 metros, até o HoClipsi, na Rua Treze de Maio, onde pediu socorro aos atendentes, que imediatamente, o encaminharam para o Hospital de Traumas Dom Luiz Gonzaga Fernandes.
spital
De acordo com seus amigos, Kelson Kizz ainda está assustado, mas não corre nenhum risco de vida. Os autores dos disparos não foram identificados pela Polícia Militar de Campina Grande. O cantor estava em Campina Grande para cumprir uma agenda de apresentações em bares da cidade.

Show com a banda "Os Gonzagas" e Feira de Escambo e Mangai são os destaques das comemorações do aniversário de 54 anos do município de Conde

  Feira de Escambo e Mangai e show com a banda “Os Gonzagas” são destaques nas comemorações dos 54 anos de Conde               ...