quarta-feira, 19 de junho de 2013

A PEC das domésticas foi o tema de entrevista no Jornal da J.A



A representante do Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos de João Pessoa e Região (Rejane) esteve hoje a tarde (19) para uma entrevista no Jornal da J.A em Conde,onde abordou assuntos importantes sobre as leis que favorecem a categoria trabalhadora no Brasil. O sindicato foi fundado em 22 de novembro de 2009 que vem lutando pela igualdade de direito do trabalho doméstico como qualquer outra profissão.
Durante a entrevista ela falou dos deveres dos trabalhadores domésticos e alguns cuidados que o empregado deve estar atento durante a sua admissão e também na demissão que deve ser levado em consideração e conversado de forma clara entre o empregado e o empregador mediante as condições das leis já vigentes na PEC das Domésticas. Também foram citados todas as conquistas asseguradas por leis e os que ainda precisam serem regulamentados.
Rejane declarou que o sindicato está de portas abertas para atender a classe trabalhadora doméstica para que cada um tirem as suas dúvidas e informar sobre todos os direitos trabalhistas. O sindicato fica localizado na Rua Cruz Cordeiro, nº75 no Varadouro (João Pessoa) ou pode também falar diretamente com ela pelo fone: 8878-9489.
Matéria:  Thiago Paixão
Foto: Wagner Assunção
Direção Geral: Ana Maria Gomes

Ambulantes perderam os seus direitos de ir e vir na praia de Coqueirinho



Tudo começou com as retiradas dos barraqueiros de Coqueirinho e também com a realização do Projeto Orla e quem era barraqueiro virou empresários e que era ambulante ficou sem trabalhar na praia de Coqueirinho e sem ganhar o seu pão de cada dia. A praia de Coqueirinho foi cercada em uma determinada área por estacas de cimento, onde os ambulantes com todas essas restrições foram a Câmara Municipal pedir justiça e o direito de trabalharem na praia. Tendo em vista a situação do problema o presidente da Câmara Municipal (Denis Pontes) afirmou que iria procurar os meios legais para resolver a situação dos ambulantes que alegam terem sidos expulsos da praia de Coqueirinho. Hoje pela manhã (19) o vereador Naldo Cell, a secretária de Acão Social Valcinete e os ambulantes se reuniram todos em Coqueirinho para falarem com a prefeita da cidade condense e aguardamos a mesma das 10:00hrs ás 13:00hrs da tarde. Saímos todos direto para a casa da prefeita Tatiana Correia e quando chegamos lá nos reunimos com ela e Eure (Sudema), o vereador Naldo cell e a secretária de turismo Juliana e foi definido uma reunião no dia 2 do próximo mês (Julho) para padronizar e cadastrar os ambulantes que já estão cadastrados na Associação de Ambulantes da Praia de Coqueirinho para dizer o que eles podem vender ou não.








Matéria: Wagner Assunção e Thiago Paixão
Fotos: Wagner Assunção
Direção Geral: Ana Maria Gomes

Vereador Tatu diz que vai pocessar portal por calúnia


EM GURUGI: Programa Cidadão atende a população de Conde dia 07/12

O Programa Cidadão, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH) em parceria com a Prefeitura Municipal de ...