segunda-feira, 1 de abril de 2013

Grávida foi assassinada em ponto de ônibus na PB

 Uma empregada doméstica grávida de quatro meses foi morta após um assalto, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa, no início da tarde desta segunda-feira (01). Edilane Pereira da Silva, de 29 anos, esperava em um ponto de ônibus na Avenida Fraternidade, quando foi abordada por dois homens armados em uma moto, que pediram a bolsa da mulher.

Segundo informações da cavalaria da polícia militar, a vítima reagiu ao assalto, segurando sua bolsa, e acabou sendo alvejada por três disparos.O Samu foi até o local, mas encontrou a mulher já morta.

Edilane já era mãe de uma criança de três anos. A polícia investiga se o motivo do crime tenha realmente sido latrocínio ou se a vítima já era procurada pelos criminosos.

Vice-prefeito de Salgadinho sofre acidente, a irmã morreu na hora

Carro após o acidente
Um grave acidente registrado no final da tarde desta segunda-feira (1), deixou uma pessoa morta e duas feridas na BR-230, próximo ao Parque de Vaquejada Maria da Luz em Campina Grande. Entre as vítimas está o vice-prefeito da cidade de Salgadinho, José Bezerra da Nóbrega, 45 anos.
O vice-prefeito conduzia um Fiat Uno, quando cochilou na estrada. Ele estava acompanhado da sobrinha Francinelma da Nóbrega Santos, 36 anos, e da irmã Maria de Fátima da Nóbrega, 46 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente.
José Bezerra e a sobrinha foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga, onde seguem internados em estado regular, sem risco de morte. 
Foto: Carro após o acidente

Operação Pão e Circo 12 prefeitos paraibanos caem na malha fina confira

Análises feitas por técnicos da Controladoria Geral da União na Paraíba (CGU) resultaram na elaboração de 45 relatórios, contendo documentos apreendidos durante a 'Operação Pão e Circo'. Os relatórios foram entregues na tarde desta segunda-feira (1º) ao Ministério Público da Paraíba e 12 ex-prefeitos são citados.
Depois de avaliados pelo Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco),os documentos vão servir de mais subsídios para a ação judicial que pretende a condenação dos envolvidos nas irregularidades.
Os relatórios foram entregues pelo próprio chefe da Controladoria Regional da União na Paraíba (CGU-PB), Fábio da Silva Araújo, ao procurador-geral de Justiça do MPPB, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho.
A entrega dos documentos ocorreu na sede do MPPB em João Pessoa e também foi acompanhada pelos promotores de Justiça Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco; Herbert Vitório Carvalho, também integrante do Gaeco; e João Arlindo, coordenador das Assessorias do Procurador-Geral. Os 45 relatórios envolvem as prefeituras das cidades de Mulungu, Mamanguape, Sapé, Solânea, Santa Rita, Alhandra, Boa Ventura, Cabedelo, Capim, Cuié de Mamanguape, Conde e João Pessoa.

A 'Operação Pão e Circo' foi deflagrada no dia 28 de junho do ano passado para desarticular um esquema criminoso destinado a fraudar licitações e desviar recursos públicos federais, estaduais e municipais. Na ocasião, três prefeitos foram presos. As irregularidades m
A operação deflagrada em junho foi o resultado de um ano de investigações feitas pelo Gaeco, que constatou a participação direta de prefeitos, seus familiares e servidores públicos, além de empresas “fantasmas” constituídas com a finalidade de desviar dinheiro público e fraudar procedimentos de contratação de serviços para a realização de eventos festivos (Ano Novo, São João e São Pedro, Carnaval, Carnaval fora de época, aniversários das cidades etc.).

As fraudes

As fraudes eram feitas em licitações, dispensas e inexigibilidades de licitação, contratos com bandas musicais, montagem de palcos, som, iluminação, comercialização de fogos de artifício, shows pirotécnicos, aluguéis de banheiros químicos e serviços de segurança.
Vinte e oito mandados de prisão temporária; 65 mandados de busca e apreensão; sete mandados de condução coercitiva e ordens de sequestro de bens móveis e imóveis expedidos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba e pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região foram cumpridos em várias cidades paraibanas e no estado de Alagoas. Os prefeitos de Alhandra, Solânea e Sapé foram presos.
Mais de 40 mil gravações com autorização judicial foram feitas. As investigações apontaram também o superfaturamento dos objetos contratados, a inexecução dos serviços contratados e documentos forjados atestando a falsa exclusividade de artistas e bandas para justificar irregularmente o procedimento de inexigibilidade de licitação. O esquema era comandado por empresários de dentro das próprias prefeituras. Estima-se que foram desviados mais de R$ 65 milhões dos cofres públicos.
Os mandados de prisão temporária expedidos compreenderam, na época da operação, os prefeitos de Sapé, Solânea e Alhandra; as primeiras-damas de Alhandra e Solânea, além de secretários municipais de Sapé, Santa Rita e Solânea; servidores públicos; empresários que atuam no ramo de eventos festivos e outros servidores públicos. Eles foram acusados de falsificar documentos públicos e privados, falsidade ideológica, crimes contra a ordem tributária (sonegação), corrupção ativa e passiva, fraude em licitação, desvio de verba pública, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
otivaram o MPPB a ingressar com medida cautelar pedindo o afastamento dos três gestores. Na época, o pedido foi deferido pelo desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

PRfederal multa condutor por levar a mãe em porta-malas de carro



Uma senhora foi encontrada dormindo no porta-malas de um carro na BR-272, em Guaíra, na região oeste do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo tinha placas de São Paulo e foi parado durante uma abordagem de rotina.
A mulher era mãe do motorista e, conforme a polícia, ela estava descansando na parte traseira do veículo. Eles estavam indo ao Paraguai, com mais três homens, para fazer compras de Páscoa. A situação ocorreu na segunda-feira (25).
O motorista foi autuado por uma infração considerada gravíssima, no valor de R$ 191,54 e sete pontos na carteira.

Bandidos encapuzados ateiam fogo em residencia em gramame

Terror em Gramame: Bando armado invade casa, rouba e expulsa família e ateia fogo na residência

Uma viúva e quatro jovens passaram por maus momentos na noite deste domingo (31) no Sitio Gramame, na Zona Sul do Capital, nas proximidades do SESC Gravatá. Elas tiveram a residência invadida por cerca de cinco homens fortemente armados e encapuzados.
De acordo com a polícia, por volta das 20h50, a mulher e as quatro meninas estavam dentro de casa quando dois homens pularam o muro e entraram na residência e logo em seguida apareceram mais três desconhecidos.
Armados de revólveres, pistolas e espingardas, os bandidos queriam que a mulher dissesse onde estava escondido um homem e com o ela disse que não sabia, os desconhecidos pegaram celulares e dinheiro e expulsaram todos da residência.
Logo em seguida, os encapuzados pegaram vários baldes de gasolina que eles mesmo trouxeram, atearam fogo na residência e depois foram embora levando tudo.
A Polícia Militar foi acionada e ainda realizou investigações e buscas, mas os acusados não foram presos.

As declarações da cantora Joelma do Calipson ( gays e drogados precisam se regenerar) deixam fãs e famosos irritados


Durante uma entrevista à revista Época, a cantora Joelma declarou ser contra o casamento gay.

Na ocasião, a loira comparou os gays a drogados que precisam se regenerar.

As declarações irritaram muita gente, inclusive fãs da banda Calypso, que se disseram ofendidos.

Vários famosos não gostaram das frases da cantora.

Geisy Arruda, que tem muitos fãs gays, se pronunciou no Twitter sobre o caso.

— Joelma poderia ficar quieta, bem quietinha... Ai, preguiça de gente homofóbica e preconceituosa, em plena Semana Santa, tenho dó... Viva a diversidade sexual... O importante é ser feliz #EuAmoOsGays #EuSOuViada #EuSouTravesti

Famosos armam barraco em público

Sem citar nomes, a atriz Betty Faria também se referiu ao caso.

— O mundo a beira de uma guerra nuclear e os seres inferiores, do mal, das trevas, se preocupando com cura de gays. Curem as vossas almas a Deus.

Em seu Twitter, a apresentadora Adriane Galisteu comentou a frase em que Joelma compara gays com drogados.

— De droga ela entende, basta ver o último CD dela.

Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...