segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Festa da vitoria dos 70, Tatiana Correa eleita Prefeita da cidade de Conde



Festa da vitoria dos 70, Tatiana Correa eleita Prefeita da cidade de Conde

A alegria contagiou os correligionários dos 70 que vibraram com a festa da vitória de Tatiana Correa e Sandra Ribeiro. Desde as primeiras horas da manhã que o Conde já dava sinais que tinham decido sua futura representante no poder executivo o azul tomava conta da cidade desde das 7hs da manhã. Foi assim durante todo o dia de votação. Tatiana e Sandra foram protagonistas de uma das eleições mais disputada na historia de Conde.
De um lado tinha o Padre Severino Melo que se afastou da sua missão na paróquia para disputar a prefeitura pelo PT , também tinha o vice-prefeito do atual gestor municipal Dr. Quintino Regis que a pedido do governo do estado juntou-se  com Dr. Charles Pereira que renunciou a sua candidatura a prefeito e aceitou ser vice na chapa de Quintino Regis do PSD. fotos do j1
 Confira o resultado das eleições 2012  na cidade de Conde litoral sul da Paraíba ás 20hs do dia 07 de Outubro

A prefeita do Conde é Tatiana Corrêa confira o resultado
1º lugar Tatiana correia com 5.744  com 41,70 %
2º lugar Padre Severino com 5.030  com 36,52 %
3º lugar Dr. Quintino Régis 3.001 com 21,79 %


Vereadores eleitos foram 11

Luzimar Nunes eleito com 526 votos
Carlos Manga  Rosa eleito com 455 votos
Tânia Pimentel eleita com 449 votos
Naldo Cell  eleitocom 426 votos
Sanderson Duarte eleito com 415
Juscelino eleito com 374
Fabio Tatu eleito com 339
Muniz eleito com 296
Luiz de Bihino eleito com 260
Dênis pontes eleito com 234
Emerson eleito com 231

Luciano e Cicero no 2ºturno em João Pessoa

Luciano Cartaxo e Cícero Lucena vão disputar o segundo turno (Foto: Montagem/G1)
De acordo com a Justiça Eleitoral, Cartaxo recebeu 142.158 votos, o que equivale a 38,32% dos votos válidos. Já Cícero Lucena obteve 75.170, correspondente a 20,27% dos votos válidos.
 Candidatos do PT e do PSDB vão se enfrentar no dia 28 de outubro.Luciano Cartaxo teve 38,32% dos votos, e Cícero Lucena, 20,27%.
Eu sabia que João Pessoa não iria nos decepcionar. Mostramos como é que se faz política de verdade e o povo foi certeiro em mostrar qual tipo de prática eles aprovam”,. Disse Luciano. A comemoração do candidato acontece no Largo da Gameleira. O local foi definido pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB).
Já Lucena disse estar pronto para o segundo turno. "Não vamos debater ideias, vamos apresentar compromissos para a cidade de João Pessoa” disse o candidato.
Arte eleições João Pessoa (Foto: Editoria de Arte/G1)Campanhas
Mais votado neste domingo (7), Luciano Cartaxo não aparecia entre os favoritos no início da campanha eleitoral. Na primeira pesquisa Ibope, divulgada em agosto, ele aparecia na terceira posição. No entanto, um mês depois ele subiu 15 pontos.
Atualmente deputado estadual e já tendo ocupado o cargo de vice-governador da Paraíba, Cartaxo montou uma aliança incomum com o PPS, adversário ferrenho do PT, que indicou Nonato Bandeira como vice na chapa. O petista também ganhou o apoio do prefeito Luciano Agra (sem partido), depois que ele pediu desfiliação do PSB.

A relação com Agra acabou sendo responsável pela maior polêmica da campanha de Cartaxo, o candidato foi acionado judicialmente pelos principais adversários sob a acusação de ter coagido funcionários públicos junto com o prefeito após a divulgação de um vídeo na internet, em que os dois aparecem reunidos com agentes de saúde.

Primeiro-secretário do Senado Federal, Cícero Lucena já administrou João Pessoa por dois mandatos e após oito anos tenta voltar ao cargo de prefeito. Desde o início da campanha eleitoral, o candidato tucano era considerado um dos favoritos para conquistar a prefeitura da capital paraibana, tanto que sempre figurou entre os líderes das pesquisas de intenção de voto.

Cícero pautou grande parte da sua campanha na comparação entre o que foi feito durante sua gestão e as ações da atual administração e algumas vezes estadualizou o seu discurso fazendo críticas ao governador, e seu sucessor na prefeitura, Ricardo Coutinho (PSB). A escolha de Ítalo Kumamoto (PSC) como candidato a vice-prefeito criou um problema para Cícero, pois a direção estadual do PSC questionou a legalidade da aliança feita pela diretório municipal e brigou na Justiça Eleitoral para unir o partido a Luciano Cartaxo. Cícero acabou saindo vitorioso da disputa no TRE.

Veja o resultado dos votos válidos (excluindo brancos e nulos):
Luciano Cartaxo (PT): 142.158 (38,32%)
Cícero Lucena (PSDB): 75.170 (20,27%)
Estelizabel Bezerra (PSB): 74.498 (20,08%)
José Maranhão (PMDB): 69.978 (18,87%)
Renan Palmeira (PSOL): 5.830 (1,57%)
Antônio Radical (PSTU): 2.102 (0,57%)
Lourdes Sarmento
(PCO):1.192 (0,32%)

Brancos: 18.103 (4,48%)
Nulos: 16.900 (4,18%)
Abstenção: 72.092 (15,14%)

Assassino mata por amor em seguida se mata

foto ilustrativa
Um crime passional chocou a população da Zona Rural do município de Samé, no Cariri paraibano, neste domingo (7). José Alves de Araújo, de 58 anos, matou a vizinha Patrícia da Silva, de 28 anos, por não ter o amor que dizia sentir pela jovem correspondido, e depois atirou contra a própria cabeça.
De acordo com informações do sargento Pedro, do 4º Pelotão da Polícia Militar, familiares contaram que os dois não eram namorados e que o homem dizia que estava apaixonado por ela, mas não era correspondido.  O crime aconteceu por volta das 13h. Patrícia ainda chegou a ser levada ao hospital, mas morreu antes de chegar à unidade médica. Já José Alves morreu ainda no local.
Os dois eram moradores da fazenda Jurema de Peron e trabalhavam na propriedade. Ela era cozinheira e ele o administrador. Ela foi morta próximo à cozinha da casa grande, quando estava trabalhando.




VEJA TAMBÉM
PM apreende 17 munições encontradas em esgoto

A Polícia Militar da Paraíba apreendeu no final da manhã desta segunda-feira (8) 17 munições de fuzis escondidas dentro de um bueiro de esgoto na comunidade Boa Esperança, localizada no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa.
De acordo com o Tenente Claudemberg, que participou da ação, a PM recebeu uma ligação anônima informando que a munição estava escondida dentro do bueiro. A guarnição comandada pelo Capitão Elson, supervisor do 5º BPM, foi ao local e apreendeu o material.
Ainda segundo o policial, as 17 munições são de calibre 762, de uso exslusivo das Forças Armadas e forças policiais. O Tenente Claudemberg ainda informou que as munições devem pertencer aos traficantes da comunidade, porém, ninguém foi preso.
O material apreendido foi encaminhado a 4ª Delegacia Distrital, no bairro do Ernesto Geisel, em João Pessoa.

Balanço da segurança na PB durante eleições


Governo apresenta balanço da segurança na PB durante eleições (Foto: Divulgação/Assessoria)
As polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros apresentaram nesta segunda-feira (8), na Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, o balanço da Operação Voto Seguro. De acordo levantamento feito pelo governo estadual, foram registradas 248 ocorrências entre os dias 7 de setembro e 7 de outubro. João Pessoa e Cajazeiras, Sertão paraibano, foram as cidades que mais tiveram ocorrências registradas durante a operação. Somente no domingo (7), foram registradas, nos três centros de comando e controle, 76 denúncias de crimes eleitorais, sendo apenas 15 destes confirmados.
Para o secretário de Seguraça Pública da Paraíba, Cláudio Lima, o pleito na Paraíba pode ser considerado como tranquilo e sem ocorrências graves. “O planejamento de três meses antes do pleito interferiu diretamente no sucesso dos trabalhos. A implantação do sistema informatizado, com um acompanhamento em tempo real das ocorrências registradas nos Centros de Comando foi uma inovação importante para o processo de segurança do pleito”, comentou.
O secretário informou que uma nova reunião será marcada com o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) para que sejam definidas novas ações para o 2° turno, que acontecerá em João Pessoa e Campina Grande. A princípio, a estrutura montada com os Centros de Comando, devem funcionar no 2° turno do pleito eleitoral.
O número de homicídios registrados em relação às últimas eleições, realizadas em 2010, diminuiu. Em 2010, no final de semana das eleições que foi entre 1° e 3 de outubro, foram registrados 17 homicídios. Neste ano, entre 5 e 7 de outubro, a polícia registrou sete homicídios na Paraíba. Entre as 248 ocorrências registradas, 20 foram por desobediência ou desacato, 14 por desordem prejudicial à eleição e 11 por agressão.
O comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, Euller Chaves, afirmou que a tranquilidade nas eleições também se deu pela atitude dos eleitores no estado. “As pessoas foram ao pleito prontas para exercer sua cidadania. Não encararam o processo como uma guerra. Apesar da tranquilidade vamos nos preparar novamente para obtermos resultados positivos no 2° turno. Sempre na prevenção”, completou.

O dia da eleição 2012 no Conde



As primeiras 6 horas da votação na cidade de Conde começaram bastante tumultuadas, teve tumulto no Ilza Ribeiro, João Vinagre, onde foi contido pela Policia Militar.
 Filas se formaram nas escolas do município. Dos 16.000 eleitores condenses, cerca de 15.000  vieram em massa para demonstrar a sua democracia e escolher seus futuros representantes no poder executivo e legislativo municipal.
E o transito que ficou caótico.
O Padre votou logo cedo e apareceu em algumas sessões,  o Candidato  Quintino Regis votou na escola Noêmia Alves na seção de numero 103. Já candidata de nº 70 Tatiana Correia votou no Colégio João Vinagre.
 fotos do j1





Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...