quarta-feira, 25 de julho de 2012

No agreste da PB são encontrados em veículos mais de 2kg de dinamites

Policiais do 8º BPM conseguiram evitar um possível assalto a um banco na madrugada desta quarta-feira (25), no Agreste da Paraíba. O caso ocorreu na PB 063 perto do município de Gurinhém. Dois quilos e meio de dinamites foram apreendidos.
De acordo com o sargento José de Oliveira, do 8º BPM, por volta das 02h30, policiais militares estavam fazendo rondas pela região quando perceberam um veículo Vectra com placas de Pernambuco em atitude suspeita.
Os criminosos perceberam a aproximação dos policiais e fugiram abandonando o carro. Dentro do veículo, os policiais encontraram dois quilos e meio de dinamites, pé de cabra, alavanca, espingarda calibre 12 e munições.
A Polícia Militar acredita que os explosivos seriam utilizados para assaltar bancos na região.
O automóvel e os materiais apreendidos estão no pátio do 8º BPM, localizado no município de Itabaiana, no Agreste da PB.  O Exército Brasileiro foi acionado para recolher o explosivo. O tenente Vladimir comandou a ação policial.

Missão salva gorilas ameaçados no Congos

Um grupo de patrulheiros no Congo se prepara para uma missão que tentará salvar famílias de gorilas que desapareceram após uma intensificação do conflito entre forças do governo e rebeldes no país. O governo fez um acordo com o grupo rebelde M23, para permitir que os patrulheiros possam rastrear seis famílias de gorilas-de-montanha.
Os cerca de 200 mamíferos vivem no parque nacional de Virungo, localizado ao leste do país, e representam um quarto da população da espécie. O diretor do parque, Emmanuel de Merode, comemorou a decisão: "Nós estamos satisfeitos e aliviados que todas as partes do conflito reconheceram a necessidade de proteger os únicos gorilas-de-montanha do Congo".
Resgate gorila1 (Foto: Virunga National Park/BBC)Exemplar de gorila resgatado em parque do Congo. (Foto: Virunga National Park/BBC)
Os combates na região se intensificaram em abril, quando a área de conservação fechou as portas ao público. Desde o dia 8 de maio, as equipes responsáveis por acompanhar os gorilas evacuaram a área, que sofreu com intensos conflitos de artilharia pesada e, até mesmo, helicópteros de combate.
'Os gorilas são muito espertos. Eles, sem dúvida, ao ouvir as explosões, se afastaram dos locais de conflito. O importante, agora, é localizá-los', disse à BBC Brasil Lu Anne Cadd, assessora de imprensa do parque.
As famílias de gorilas-de-montanha não são vistos há mais de dez semanas. Os patrulheiros do parque são, no momento, os únicos membros do governo autorizados a circular na região. Eles irão se dividir em sete grupos e trabalhar em conjunto com a população local para localizar os gorilas.
O trabalho, que estava marcado para ter início nesta semana, será de encontrar os gorilas, identificar cada um deles e checar sua situação de saúde, já que a espécie é muito vulnerável a doenças.
gorila (Foto: Virunga National Park/BBC)Objetivo da missão é evitar que ataques atinjam primatas. (Foto: Virunga National Park/BBC)
Resgate gorila1 (Foto: Virunga National Park/BBC)Parque Nacional de Virunga é considerado patrimônio mundial da humanidade. (Foto: Virunga National Park/BBC)
Ele vão ainda remover armadilhas e fazer rondas constantes para evitar a atuação de traficantes de animais. O trabalho é considerado de alto risco. Nos últimos 15 anos, 130 deles morreram em serviço.
Eles fazem a segurança do parque mais antigo da África. O parque nacional de Virunga tem 7.800 km² e é considerado patrimônio mundial da humanidade pela Unesco.
A República Democrática do Congo está em guerra civil há 12 anos e, desde o acirramento dos conflitos, mais de 200 mil pessoas foram desabrigadas.

5 PMS foram socorridos após acidente em motocicleta

Cinco motocicletas do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) envolveram-se num acidente na pista sentido Zona Oeste da Avenida Brasil, no Caju, Zona Norte do Rio, por volta das 5h45m desta quarta-feira. Três policiais ficaram levemente feridos e um quarto teve uma fratura na perna. Todos foram levados para o Hospital Central da PM, no Estácio. O acidente teria sido causado por causa de óleo derramado na pista por um ônibus que havia enguiçado mais cedo. Ao passarem pelo local, as motos deslizaram.


As motos são colocadas num reboque
As motos são colocadas num reboque Foto: Fernando Quevedo / O Globo

Por causa do acidente, a pista central sentido Zona Oeste ficou fechada por 20 minutos. O trânsito continua muito engarrafado na via e a melhor opção para os motoristas é a Linha Vermelha.

Já no reboque, os veículos deixam o local do acidente
Já no reboque, os veículos deixam o local do acidente Foto: Fernando Quevedo / O Globo
Os PMs envolvidos no acidente seguiam para uma operação no Morro do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte.
Extra

Morador de rua em JPessoa é éspancado até a morte por 12 pessoas

Um morador de rua com aproximadamente 35 anos foi arrastado até a areia da praia e espancado até a morte. O fato aconteceu no final da noite terça-feira (24) na Praia de Cabo Branco em João Pessoa e foi praticado por cerca de 12 pessoas
De acordo com a polícia, a cena foi presenciada por várias pessoas, mas ninguém reagiu. Testemunhas contaram que o homem foi arrastado do calçadão até a beira mar e a intenção dos bandidos era jogar o corpo dentro da água.
Durante o percurso do calçadão até a areia da praia, o morador de rua foi espancando a socos e pontapés e quando chegou a beira as cenas de violência continuaram até que homem chegou a óbito.
Depois que os acusados foram embora os moradores ligaram para a polícia que iniciou as investigações e buscas e os doze suspeitos foram presos.

A grande família está por um fio depois da briga de Pedro com Guta

Pedro Cardoso teve uma séria discussão com Guta Stresser durante a gravação de uma cena para o seriado 'A Grande Família', na semana passada. Não se sabe bem qual o motivo da briga, mas a temperatura subiu no Projac quando o ator interrompeu a cena para dizer que atura a atriz há 12 anos.
Na ficção, eles vivem o casal Agostinho e Bebel. Sem medir as palavras, o ator continuou a ofender a parceira de cena, dizendo que a tolera bêbada no set. Além disso, ele chamou Guta de péssima atriz. Revoltada com a atitude do ator, Guta disse que pediria demissão.
A produção interveio. A gravação foi interrompida e o elenco foi convocado às pressas para uma reunião a portas fechadas. A briga coloca em evidência, mais uma vez, a possibilidade de que o seriado chegue ao fim ainda este ano.

Vereadores de oposição de Alhandra fazem duras cobranças ao prefeito Renato Mendes

O vereador Edielson Nunes do PMDB da cidade de Alhandra usou da tribuna da casa na noite desta segunda-feira (20.11), cobrando ...