terça-feira, 5 de junho de 2012

Acidente grave em Conde dexou 3 pessoas feridos


Acidente grave envolvendo dois veículos automobilísticos deixou três pessoas feridas na noite do ultimo sábado (2), no município de Conde nas proximidades do Rio Boa Água.
O veículo Monza de placa BIH 2933/SP e um Gol de placa MNR 9187/JP - colidiram frontalmente após uma ultrapassagem em alta velocidade.  
Os feridos foram socorridos pelo SAMU e pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena em João Pessoa.
O estado de saúde das vítimas é considerado grave.

Juíza marca nova audiência do caso de estupro coletivo depois de ouvir os 11 acusados

Durante a primeira audiência do crime em que 5 mulheres foram estrupadas e 2  delas mortas em fevereiro deste ano em Queimadas cidade do interios da Paraíba.
Foram ouvidas 11 das 16 testemunhas de acusação. Segundo a gerente do Fórum da cidade, Débora Vicente, a promotoria considerou que as outras cinco pessas não interessariam à acusação porque eram muito próximas aos acusados. A audiência só terminou às 17h e uma nova data, 18 de junho, foi marcada pra que os acusados e as testemunhas de defesa sejam interrogadas.

A juíza Flávia Baptista Rocha começou a ouvir testemunhas, vítimas e os adolescentes envolvidos às 9h desta segunda-feira (4) no Fórum da cidade. Os acusados não foram ao Fórum nesta segunda por recomendação da direção do Complexo Penitenciário de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes, PB1 e PB2, onde estão detidos. A direção orientou que eles não fossem retirados do presídio por causa da rebelião no local na semana passada.
Entre as pessoas que foram ouvidas estão as mulheres que foram estupradas e os adolescentes acusados de participar do crime. Essa primeira audiência foi de instrução e os adultos acusados só participarão da próxima, quando serão ouvidos. Nas duas audiências serão avaliados laudos e provas das participações de cada acusado. Depois da qualificação dos réus, a juíza decide se os eles serão levados à Júri Popular ou não.
Três adolescentes suspeitos são levados para abrigo provisório (Foto: Reprodução/TV Paraíba) Todos os depoimentos serão filmados para agilizar a captação das informações. Segundo o promotor, depois que essa fase for concluída, o próximo passo do processo é o julgamento. O promotor também acredita que Eduardo vá a júri popular. Todos os outros acusados serão julgados pela juíza Flávia Baptista, segundo ele.
Isabela e Michelle foram violentadas e
assassinadas
Três adolescentes suspeitos prestaram depoimento
nesta segundana foto ao lado
Durante a audiência, o advogado de acusação Félix Araújo apresentou o exame de balística durante a audiência a fim de provar a culpa dos acusados. "O exame comprova que os tiros que atingiram e mataram as meninas saíram mesmo da arma que foi encontrada com Eduardo dos Santos Pereira. É uma prova cabal do envolvimento deles no caso", disse. Ainda segundo ele, os adolescentes envolvidos confessaram a versão da polícia. Ele acredita que Eduardo, acusado de planejar a ação, será levado a júri popular.

Acusação
Conforme as investigações da Polícia Civil e a denúncia feita pelo Ministério Público da Paraíba, cinco mulheres foram estupradas e duas delas assassinadas durante uma festa. Para a polícia, os estupros teriam sido planejado pelos irmãos Luciano e Eduardo dos Santos Pereira, que teriam convidado amigos para abusar sexualmente de mulheres convidadas de uma festa promovida por eles.

Os irmãos teriam simulado a chegada de assaltantes na casa e usado máscaras e capuzes para não serem reconhecidos. Duas das vítimas teriam conseguido ver as pessoas que as violentavam e por isso foram tiradas da casa e executadas.
Os dez rapazes estão sendo acusados por estupro, cárcere privado, lesão corporal, formação de quadrilha. Eduardo, no entanto, está sendo acusado isoladamente também por duplo homicídio e posse ilegal de arma.
Os adolescentes podem passar até três anos internados no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, mas a cada seis meses poderão ser reavaliados. Dependendo do comportamento dos menores de idade, o tempo de internação pode ser reduzido.

O crime
No dia 12 de fevereiro de 2012 duas mulheres foram assassinadas na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraiba. Segundo a Polícia Militar, elas estariam em uma festa de aniversário em uma casa com dez homens e outras três mulheres. Os homens são acusados de estupras as cinco e matar duas delas. As mortes teriam acontecido porque as vítimas reconheceram os criminosos. Uma delas foi morta com quatro tiros em uma rua central da cidade e a outra foi assassinada com três tiros na estrada para Campina Grande.

Adolescente foi baleado em frente a escola m JP


Estudante foi baleado nas proximidades de uma escola em João Pessoa, Paraíba (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Crime ocorreu às 10h desta terça (5), próximo a escola Horácio de Almeida.
Segundo diretoria, nenhum aluno da escola estava envolvido.

Adolescente foi baleado nas proximidades da
escola Horácio de Almeida, no Alto do Mateus
Um adolescente de 16 anos foi baleado nas proximidades da Escola Estadual Escritor Horácio de Almeida, no bairro do Alto do Mateus em João Pessoa, por volta das 10h desta terça-feira (5). De acordo com a assessoria do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, local para onde o adolescente foi levado, a vítima foi socorrida pela Polícia Militar e deu entrada no hospital por volta das 10h30.
De acordo com o diretor adjunto da escola Horácio de Almeida, Nildo Gomes, nenhum aluno do colégio estava envolvido na ocorrência. Gomes explicou que uma olimpíada de Matemática foi realizada entre as 8h e 10h desta terça e, por conta disso grande parte dos alunos já estariam em casa quando o adolescente foi baleado. “Cheguei a ouvir tiros da minha sala, mas naquele momento não tínhamos mais nenhum aluno dentro das dependências da escola, todos já tinham sido liberados por conta das olimpíadas. Pelo que sei nenhum aluno da nossa escola estava envolvido ou tinha ficado ferido”, afirmou o diretor adjunto.
A direção da escola confirmou que os alunos tinham sido liberados mais cedo, e desta forma, não havia ligação entre o crime e a escola. Já conforme a polícia, no momento em que o tiro que atingiu o adolescente foi dispardo, havia uma concentração de alunos nas proximidades do colégio. Ainda conforme a Polícia Militar, a vítima conversava com duas amigas quando foi baleado. Até as 11h desta terça-feira (5) o suspeito de ter efetuado os disparos não havia sido preso. Em boletim médico divulgado pelo Hospital de Trauma às 11h, o adolescente seguia em atendimento médico e seu estado de saúde era considerado grave.

Abel da Forrageira que é casado e mora no Conde vai ao programa do GUGU de volta ao passado

Abel da forrageira é vitima do passado que vem tirá o seu sussego, depois de ter construído família aparece um amor  que viveu no passado, e agora Abel O Sistema J.A lhe convida para esclarecer ao público essa história. 

O que levaria um homem chegar em uma emissora de TV como a RECORD participar de um programa do GUGU no quadro de volta ao passado e abraçar-se com um amor do passado, beijar e ainda dançar um forro diante de todos mesmo depois de 40 anos já ter vivido e construído outra família com a atual esposa que hoje tem com o mesmo(Abel) 03 filhos. No programa ele afirma esta solteiro mais na foto que temos em arquivo (atual tirada n final do ano passado), seu Abel estava juntinho e bem unido com a esposa. Como fica agora sua vida conjugal será que ficou abalada. Esse amor do passado vai mexer com o futuro, e a sua esposa atual não vai ficar com ciúmes, ou será tudo uma montagem do programa para ter audiência, ou é o amor que fala mais forte nessa hora? O que realmente será As perguntas ficam no ar. Francisca conheceu Abel a 40 anos atrás onde tiveram um namoro, confira no vídeo


Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...