sexta-feira, 30 de março de 2012

Falsa grávida foi presa pela PF transportando cocaína na barriga

Mulher foi presa com barriga falsa em aeroporto (Foto: Divulgação/PF)

Segundo Polícia Federal, mulher foi presa em estacionamento de aeroporto.
Mulher confessou que recebeu dinheiro para carregar a droga, diz polícia.

A Polícia Federal prendeu na madrugada desta sexta-feira (30) no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim (RN), uma dona de casa, de 20 anos, e um operador de máquinas, de 24 anos, por tráfico de drogas. Com ela, a PF encontrou 2,1 kg de cocaína, que era levada camuflada em uma barriga postiça.
Mulher foi presa com barriga falsa em aeroporto (Foto: Divulgação/PF)
Segundo a PF, a prisão em flagrante aconteceu por volta das 2h30, quando os policiais suspeitaram da atitude da mulher. Ela teria chegado sozinha, apenas com bagagem de mão. Abordada pelos agentes no estacionamento, ela teria confessado que carregava a droga.
O casal recebeu voz de prisão e foi conduzido à sede da Superintendência da PF. A mulher declarou que recebeu uma proposta em dinheiro para ir buscar a droga em Mato Grosso do Sul, mas não revelou detalhes sobre quem a teria contratado.
O operador de máquinas disse à polícia que não sabia de nada e que apenas iria dar uma carona a uma conhecida da família. Ambos devem ser transferidos para um presídio.
Polícia encontrou barriga feita de durex que continha droga (Foto: Divulgação/PF)Polícia encontrou barriga feita de durex que continha droga

Paula Fernandes fala do seu sucesso

Em uma parada de sucessos dominada por padres, a sertaneja Paula Fernandes vendeu mais de um milhão de discos amparada por vestidos curtos e canções que falam "do cotidiano, do sentimento das pessoas", como ela define por telefone ao G1.
No fim da turnê do disco ao vivo que lançou em fevereiro de 2011, a cantora faz três shows no Rio neste fim de semana. Por enquanto, músicas novas só devem pintar com eventuais trechinhos voz e violão. No final de maio, chega o novo álbum.
Sempre centrada e com discurso mais do que calibrado, Paula diz não sentir pressão por ter vendido mais do que Ivete, Luan e Exaltasamba juntos, no ano passado. "Eu tenho minha missão, não estou aqui por acaso. Por que ficar ansiosa com vendagem? Eu sou uma criadora e tenho meu universo."
A cantora diz ter outras preocupações, sendo que cuidar de sua recém-comprada chácara em Belo Horizonte é a maior delas. "É onde eu me solto, onde eu fico de chinelo e coque no cabelo. O contato com a terra faz bem. Eu não posso cuidar do planeta, mas cuido daquele espaço. Eu tenho prazer em viver com a natureza", conta.

A voz é grave como a de uma cantora de MPB da linhagem de Simone e Ana Carolina, mas o jeito é de menina tímida que cresceu na cidade mineira de Sete Lagoas e arma o sotaque para dizer que faz "pop rural".
Foi com essa combinação que Paula Fernandes, 27 anos, conquistou Roberto Carlos, ao cantar com ele em dezembro em show em Copacabana. "Através da luz do Roberto, pude acender a minha. Ele é um querido, me respeita demais", explica Paula.
Após o flerte (musical, claro), lança o disco "Paula Fernandes ao vivo", com participações de Victor & Leo, Leonardo e Marcus Viana, seu incentivador. Encantar o músico conterrâneo foi o passaporte para as trilhas de novela.
Paula foi ouvida na abertura de "Escrito nas estrelas" ("Quando a chuva passar"), em "América" ("Ave Maria"), "Araguaia" ("Tocando em frente", com Leonardo), "Paraíso" ("Jeito do mato") e "Páginas da vida" (“Dust in the wind”). O percurso nas tramas globais traz um pouco de cada momento da carreira: dos tempos em que cantava "Ave Maria" nos rodeios, dos 12 aos 17 anos; ao apoio recente recebido dos cantores sertanejos.

17.000 já se inscreveram para a Jornada Mundial da Juventude Católica

Cerca de 17.000 voluntários já se inscreveram para ajudar na Jornada Mundial da Juventude Católica que será celebrada em julho de 2013 no Rio de Janeiro e presidida pelo Papa Bento XVI, indicaram nesta segunda-feira os organizadores.
Cerca de 300 líderes juvenis de 99 países assistiram de quinta-feira a sábado, numa localidade na periferia de Roma, o primeiro encontro preparatório da JMJ, segundo o arcebispo brasileiro, monsenhor Orani João Tempesta, durante uma coletiva de imprensa no Vaticano.
A JMJ acontecerá de 23 a 28 de julho de 2013. Trata-se do primeiro encontro juvenil em português e também marcará a volta da JMJ à América Latina depois da que foi realizada em 1987 em Buenos Aires, durante o pontificado de João Paulo II.
O presidente da comissão episcopal do Brasil, monsenhor Eduardo Pinheiro da Silva, ilustrou alguns detalhes da organização e coordenação do evento que envolve 460 bispos brasileiros.
Segundo o religioso, cerca de 2 milhões de jovens se reunirão em várias cidades do Brasil para receber a cruz proveniente da JMJ de Madri-2011.
A cruz já passou por 130 dioceses das 170 existentes e deverá continuar com sua emblemática peregrinação por hospitais, prisões, universidades e escolas, entre outros.
A rede social da JMJ no Facebook e Twitter já conta com 600.000 seguidores e a inscrição dos grupos de peregrinos estará aberta a partir do mês de julho de 2012, indicou o religioso.
O arcebispo anfitrião contou que, em sua catedral, a cada segunda sexta-feira do mês é feita uma vigília de oração das 22h00 às 06h00 e não descarta que seja organizada uma via crúcis nas favelas do Rio.
Para terminar, o arcebispo do Rio admitiu que, nos últimos anos, o nível econômico de seu país cresceu e que das diferenças sociais diminuíram.
"A JMJ será uma oportunidade para oferecer também as novas gerações um crescimento nos valores cristãos de solidariedade, justiça, esperança e coragem", comentou.
As próximas jornadas terão lugar um ano antes do previsto para evitar que coincidam com o Mundial de Futebol do Brasil em 2014.
Por sua parte, o cardeal Stanislaw Rylko, presidente do Pontifício Conselho para Laicos, não descartou que a JMJ seguinte seja realizada na África, apesar das dificuldades logísticas que isso implica, explicou.

Paixão de Cristo na Praça neste sábado

foto ilustrativa
Projeto “Arte na Praça”, traz para este sábado dia 31 o grupo de teatro Arte-Povo de Mandacaru, bairro de João Pessoa, encenará o espetáculo “A Paixão de Cristo”. As apresentações são sempre na praça Pedro Alves, centro do Conde, a partir das 20h. Após a apresentação do grupo de teatro um trio de forró vai animar a festa.
De acordo com Célio Leonel, diretor do Núcleo de Cultura do Conde, o projeto Arte na Praça faz parte de uma série de homenagens a Luiz Gonzaga, rei do Baião. “Por isso temos optado por trazer trios de forró tradicional, sempre combinando com alguma outra apresentação ligada aos folguedos e tradições populares”, completou.

Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...