quinta-feira, 22 de março de 2012

Mais um cadáver encontrado em Mituaçú no Conde


SD. Denilson e o reporte Wagner Assunção
Um corpo aparentemente masculino encontrado em estado de decomposição enterrado com apenas um braço de fora, foi encontrado na noite desta quinta-feira (22.03),  na cidade de Conde entrada pra Mituaçú próximo ao Santinho a mais ou menos 10 metros da estrada em um terreno ao lado de um nascente d´água.
Corpo encontrado em estado de decomposição

 Segundo o SD Denilson , não foi encontrado nenhum documento nas proximidades que viesse a identificar o corpo.  

Homem encontrou enterrado em seu quintal R$ 21 mil


Homem encontra R$ 21 mil enterrados no quintal de casa
Um fato inusitado foi registrado na manhã de hoje por policiais militares lotados no 5º Batalhão da Polícia Militar em João Pessoa. Um morador no bairro Funcionários II, encontrou mais de R$ 21 mil em espécie, enterrados no quintal de casa.
De acordo com o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar – Lívio Delgado – o proprietário do imóvel teve a casa invadida na tarde de ontem (20), por um assaltante que levou da vítima, a quantia de R$ 21.400.
‘Aparentemente, antes de fugir, o acusado enterrou o dinheiro no quintal da casa invadida’, afirmou o comandante. Ele completou: ‘Na manhã de hoje, o proprietário percebeu a terra mexida e encontrou o dinheiro.

Aline Barros e PG em eventos Gospel na PB

A cantora Aline Barros durante gravação do "Show da virada" (Foto: Divulgação)Canta João Pessoa acontece nesta sexta-feira (23) no Forrock.
No sábado (24), o Aviva Campina será no Spazzio.

  

A cantora Aline Barros se apresenta em eventos de João Pessoa e Campina Grande (Foto: Divulgação)
O evento Canta João Pessoa vai promover um show de dois grandes nomes da música gospel na capital paraibana. Nesta sexta-feira (23), a cantora Aline Barros e o ex-vocalista da banda Oficina G3, PG, vão se apresentar no Forrock, casa de shows localizada na BR-230, a partir das 20h.
O cantor PG faz show apenas na capital (Foto: Divulgação)PG faz show apenas na capital
No sábado (24), é a vez do Aviva Campina animar o público gospel com Aline Barros. O show será no Spazzio, no bairro do Catolé, na cidade do Agreste paraibano, às 19h30.

Os ingressos para o Canta João Pessoa estão à venda nas Óticas Diniz por R$ 30. As vendas para o Aviva Campina estão sendo feitas na Banca do Orlando, Redes Farmácias Dias, Luanny Modas, Cantinho da Benção e Livraria 3:16 ou no site do evento pelos seguintes preços: R$ 20 (pista), R$ 35 (área VIP), R$ 55 (camarote individual), R$ 500 (camarote para dez pessoas) e R$ 140 (mesa para quatro pessoas).

Presidente da França anuncia medidas antiterror

Sarkozy prometeu punição a apologia ao terrorismo e à violência.
Atirador morreu após invasão da tropa de elite francesa em Toulouse.


O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta quinta-feira (22) que deseja instituir medidas penais para reprimir a apologia ao terrorismo ou o apelo ao ódio e à violência na internet, em viagens ou nas prisões.
"Estes delitos serão castigados penalmente", afirmou o presidente em uma declaração à televisão, logo depois da morte do atirador que estava entrincheirado em Toulouse.
"A partir de agora, qualquer pessoa que consultar páginas na internet que promovam a violência será castigada penalmente", afirmou Sarkozy no palácio do Eliseu.

Em gravataí: estudante de menor é agredida por mãe de colegaa

Agressão a estudante de Gravataí, RS (Foto: Reprodução/RBS TV)
imagem mostra momento da agressão

Imagens gravadas por um celular registram o momento da agressão.
Ministério Público e Polícia Civil acompanham o episódio.


Um desentendimento diário entre duas estudantes acabou em violência no último dia 13 de março, quando uma adolescente de 14 anos foi agredida pela mãe da menina e mais duas amigas na saída da Escola Estadual Antônio Gomes Corrêa, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. "Eu passei mal e pedi para as minhas amigas me levarem para o colégio. Aí elas (as agressoras) mandaram todo mundo se afastar, que não era para ninguém se meter senão iam apanhar. Aí eu desmaiei. Quando eu acordei, elas já estavam me batendo", diz a jovem, ainda abalada.
As imagens gravadas no celular por um outro aluno da escola mostram que a mãe, de blusa roxa, agride com vários socos a colega da filha. Em volta, outros estudantes acompanham as cenas, mas ninguém interfere. Acuada, a menina chora e recebe ajuda só depois de ficar bastante machudada.
Revoltada, a mãe da menina registrou ocorrência na polícia, que encaminhou a estudante para exame de corpo de delito e vai chamar todas os envolvidos para depor. "Se ela achou que a minha filha tinha batido na dela, ela deveria ter vindo falar comigo e não espancar a minha filha", desabafa a mãe. O Ministério Público também vai investigar o caso, mas ainda não recebeu as informações.
Como a agressão ocorreu do lado fora da escola, a direção alega que não pode interferir. "Os colegas e os pais da garota estão pedindo o afastamento da agressora, mas como foi fora da escola nós estamos de mãos atadas. Vamos encaminhar um relatório para promotoria pública", diz Fátima Garcez, diretora da escola.
A menina continua frequentando as aulas, mas apesar de morar perto da escola, é a mãe quem a leva diariamente até o portão do colégio. A mãe da estudante e as outras mulheres que aparecem no vídeo não foram encontradas para comentar as agressões.

Atirador de escola é morto

Atirador de escola judaica
morreu com tiro na cabeça

Procurador que estava no cerco policial disse que "disparo foi por legítima defesa"
policiais
O suposto assassino de sete pessoas na região de Toulouse, na França, que morreu na tarde desta quinta-feira (22) após ação policial, foi morto com um tiro na cabeça. A informação é do procurador de Paris, François Molinset.
De acordo com a autoridade, a unidade de elite da polícia (Raid) havia recebido ordens para "fazer todo o possível para deter Mohamed Merah vivo e atirar apenas em caso de legítima defesa".
Molinset disse que foi "justamente por este motivo que a operação demorou tanto, para perigo da Raid, que teve cinco integrates feridos".
Mohamed Merah, francês de origem argelina de 23 anos e que alegava pertencer à rede terrorista Al Qaeda, era o principal suspeito de matar sete pessoas nos últimos dias na França - incluindo três crianças e um rabino numa escola judaica em Toulouse.
Ele morreu no início da tarde de hoje após uma ação policial que começou na madrugada de ontem, com o cerco à sua casa, e se arrastou por 32 horas.
O procurador de Paris também informou que Mareh filmou os três atentados dos dias 11, 15 e 19 de março.
A polícia encontrou em um bolso do suspeito a câmera utilizada por Merah e está analisando as imagens.
Molinset é o principal magistrado antiterror da França encarregado de investigar o triplo atentado cometido pelo suspeito.

Cantor Michel Teló pode ser proibido de cantar

Teló pode ser proibido de cantar 'Ai se eu te pego'

Michel Teló
Um processo movido por três estudantes paraibanas pode prejudicar o sucesso de Michel Teló.  Em última instância, a ação movida impediria que o cantor paranaense cantasse ‘Ai, Se Eu Te Pego’. As estudantes Marcella Quinho Ramalho, Maria Eduarda Lucena dos Santos e Amanda Borba Cavalcanti de Queiroga reivindicam a co-autoria da canção.
Segundo a Veja, as meninas alegam ter inventado a música e sua famosa coreografia numa viagem à Disney em 2006. Dois anos depois, foram ao clube Axé Moi, em Porto Seguro, e encenaram a música que tinham inventado. Sharon Acioly, que está hoje registrada como uma das autoras da música, estava se apresentando na festa, e pediu que elas subissem ao palco para interpretá-la.
Sharon já reconheceu que foram ’3 backing vocals’ que compuseram a canção. Por enquanto, o juiz da 3ª Vara Cível de João Pessoa pediu o bloqueio dos lucros auferidos pela música – as estudantes querem que haja uma divisão de todos os lucros gerados pelo sucesso de ‘Ai, Se Eu Te Pego’.

Sequestro termina em morte na grande JP

Mulher sequestrada na Grande João Pessoa é encontrada morta com mãos amarradas

Mulher levou tiro na cabeçaTerminou de forma trágica o sequestro de um casal ocorrido nesta quarta-feira (21), na porta de casa no bairro Varzea Nova, em Santa Rita, Grande João Pessoa. A mulher foi encontrada morta horas depois do crime.

Suelio Souza Neto, esposo da vítima, disse a polícia que estava com a mulher chegando em casa em uma moto quando foram abordados por homens em um carro Corsa Sedan preto e colocados na mala do veículo.
Mulher foi amarrada e morta

De acordo com relatos, os bandidos colocaram capuz na cabeça e o amarraram. Após alguns minutos, o esposo da mulher conseguiu destravar a mala do carro e fugir dos criminosos.
Corpo da mulher morta a tiros
Corpo da mulher morta a tiros
A mulher identificada como sendo Bianca Batista Gouveia, 24 anos, foi encontrada morta em uma estrada que dar acesso ao sitio Mituaçu, nas imediações da fábrica Conpel na BR 101.
A vítima estava amarrada com fios de telefone e com a cabeça enrolada na camisa do marido. Bianca Batista foi executada com quatro tiros, sendo um na testa e três na cabeça.
Moises é suspeito
Moises é suspeito
Um homem conhecido como Moises foi detido suspeito de participação do sequestro e execução da jovem. O suspeito está detido na 5ª DD.

Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...