terça-feira, 13 de março de 2012

Uma única sessão na semana 03 vereadores faltam, e mulheres recebem homenagem na câmara de Conde



Câmara Municipal de Conde Comendador Casa Cícero Leite
Mulheres são homenageadas na câmara municipal da cidade de Conde, com aplausos e rosas
Realizou ontem  ( segunda 12 de Março),  mais uma sessão, onde 03 vereadores faltosos não compareceram a sessão que é apenas um dia da semana  nas segundas.
 Onde foram feitas  homenagens  e  entrega de flores as  mulheres presentes .
Celia recebe rosas das mãos do esposo presidente vereador Muniz
 Entre elas as esposas dos vereadores, as funcionárias da câmara, uma das sócias da ASCOCJARE a senhora Marluce  e outras que estavam presente. Em agradecimento a presença de todas, o Vereador e presidente da Casa José Muniz falou da importância da mulher na sociedade e o espaço em que as mesmas hoje estão conquistando.
Vereador Dênis entregando uma rosa a esposa
Vereador Fernando entregando uma rosa a funcionária da câmara
Vereador Dorô entregando uma rosa a funcionária da câmara
Vereador Leu de Jacumã e funcionárias da câmara

As mulheres da câmara municipal de Conde 
Vereador Dr. Mangueira e esposa
Dona Marluce sócia da ASCOCJARE sendo homenageada com uma rosa
Entre tantos outros projetos a serem adiados por causa dos faltosos. Um titulo de utilidade pública que deveria ter sido entregue  nesta segunda a Associação do Jardim Recreio (ASCOCJARE) foi adiando também.
O vereador Fernando Araújo falou  da Ação Social do Município, o mesmo falou que a secretária disse que tinha feito uma ação no dia da mulher mais que na verdade segundo o vereador essa ação foi do governo do estado a secretária apenas tinha pego carona nessa história. Disse o Vereador Fernando.
Vereador e presidente Muniz lamentou a falta dos colegas. E disse que mesmo com justificativa é inadmissível faltar justamente no dia da sessão.
Confira nomes dos vereadores faltosos: Antonio Hermínio das Neves (Toinho de Bal) ; Marcos Formiga e Luzi mar  Nunes .
Vereadores presentes na sessão: Presidente José Muniz de Lima;  José Mangueira; Dorô da Pousada; Fernando Araújo; Dênis Pontes de Oliveira e Ariel Carneiro (Leu de Jacumã).

1,3 mil vagas em construção de fábrica inscrição até sábado

Mais emprego na Paraíba
A Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) e o Sistema Nacional de Emprego na Paraíba (Sine-PB) inscrevem até sábado (17) os interessados em participar da pré-seleção para as 1,3 mil oportunidades de trabalho oferecidas na construção da fábrica da Fiat no município de Goiana, em Pernambuco. Representantes dos órgãos estarão nos municípios de Pitimbu na sexta-feira (16) e Alhandra, no sábado (17), com o objetivo de cadastrar os candidatos. É necessário apresentar carteira de trabalho, número de PIS e CPF.
No início do processo de pré-seleção, só poderiam participar moradores das cidades de Alhandra, Caaporã, Pitimbu e Pedras de Fogo, mas uma recomendação do Ministério Público do Trabalho alterou o método de escolha. Para o procurador do Trabalho Paulo Germano Costa de Arruda, a exigência de comprovante de residência nos municípios pré-determinados era inconstitucional, pois impedia inscrições de candidatos que moram em outras cidades.
Segundo informou Margarete Bezerra, presidente da Cinep, não será mais necessário apresentar o comprovante de residência. “Houve uma recomendação do Ministério Público do Trabalho no sentido de que não houvesse essa discriminação de localização. As próximas pré-seleções, que vão ser em Alhandra e Pitimbu, ficam abertas para moradores de qualquer localidade”, explicou. Também não poderão ser aplicados critérios de origem, sexo, opção política, raça ou distinção de qualquer natureza dos candidatos.

A Justiça condenou a Uniban a pagar R$ 40 mil por danos morais a universitária Geisy

Ex-aluna não pretende recorrer de decisão que estabelece indenização.

geisy fórum (Foto: Letícia Macedo/G1)Geisy durante audiência em fórum de São Bernardo do Campo em 2010 (Foto: Arquivo/G1)
A ex-aluna da Universidade Bandeirante (Uniban) Geisy Arruda afirmou nesta terça-feira (13) que não pretende recorrer da decisão da 34ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça, que manteve o valor da indenização a ser pago pela instituição em R$ 40 mil. A universidade, no entanto, entrará com um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Geisy disse considerar o valor insuficiente para compensar a exposição negativa que ela teve quando foi hostilizada por colegas , em outubro de 2009, quando foi à faculdade com um vestido curto e justo. “Para mim, acabou. Eu não quero recorrer. Quero por um ponto final nessa história e viver em paz. Não quero viver com a sombra da Uniban atrás de mim. É bola para frente”, afirmou ao G1 por telefone.
No dia do incidente, Geisy deixou o campus da Uniban, em São Bernardo do Campo, no ABC, com um jaleco emprestado e escoltada pela Polícia Militar. As cenas foram gravadas por telefones celulares e amplamente divulgadas por sites na internet. A Uniban chegou a expulsá-la, mas voltou atrás. “Foi o pior dia da minha vida. R$ 1 milhão [valor pedido inicialmente pela ex-aluna] era um para coçar o bolso deles e mostrar o que eles me fizeram comigo”, disse.

Em setembro de 2010, a Justiça condenou a Uniban a pagar R$ 40 mil por danos morais, reconhecendo que a mesma teve responsabilidades no evento que motivou o processo. Para a Justiça, a divulgação da expulsão de Geisy em jornais de grande circulação, por si só, já bastaria para justificar a condenação. Embora a autora da ação tenha pedido uma indenização de R$ 1 milhão, ela se dizia disposta a fazer um acordo.

Embora reconhecesse o acerto da sentença no que diz respeito ao mérito, Geisy recorreu para questionar o valor da condenação, que considerou baixo. A universidade entrou com uma apelação, na qual reiterava seus argumentos e solicitava a revisão da sentença.

Os dois recursos foram recusados de forma unânime pelos desembargadores Rosa Maria de Andrade Nery (relatora), Gomes Varjão e Nestor Duarte. O advogado da Uniban Vicente Cascione considerou a decisão “amplamente favorável” à instituição. “Ela pediu R$ 1 milhão. O valor fixado de R$ 40 mil é, de certa forma, irrisório perto de uma indenização para valer. Ainda assim, a Uniban vai recorrer porque acha que ela não deveria receber nem esses R$ 40 mil”, afirmou.
 

Falha paralisa sistema de emissão de carteira de habilitação em todo o país

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) informou nesta terça-feira (13) que a emissão de carteiras de habilitação está paralisada em todo o país devido a uma falha no sistema, desenvolvido pela empresa. Também estão inacessíveis outros dois sistemas nacionais operados pelo Serpro: o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e o Registro Nacional de Infrações de Trânsito (Renainf), onde são computadas as multas recebidas fora do estado onde um veículo foi licenciado.
Às 12h40, a consulta a infrações no site do Departamento de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) estava fora do ar, com a mensagem: "em manutenção". O órgão informou que está impossibilitado de realizar serviços que dependam de consulta ou validação junto à base de dados nacional, como início do processo de habilitação, transferências de documentos e veículos, comunicação de venda, baixa de pontuação e cadastramento de infrações.
O Detran-RJ afirmou que o problema não impede a emissão de documentos dos carros aprovados nas vistorias, apenas a emissão do Certificado de Registro de Veiculo (CRV), que é obrigatório para fazer o emplacamento, transferência de propriedade e transferência de município. De acordo com o departamento, o atendimento é realizado manualmente para os clientes que buscam esses serviços no RJ e eles podem retornar em 5 dias para pegar o CRV.

Dilma e deputadas recebem homenagem

Dilma recebe homenagem ao lado das deputadas Benedita da Silva (PT-TJ), Rose de Freitas (PMDB-ES),
e das senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Marta Suplicy (PT-SP)
dilma mulheresA presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira (13) no Senado, ao receber o prêmio Bertha Lutz em homenagem ao Dia da Mulher , que o século 21 é o século das mulheres.

- Nós devemos representar não apenas e simplesmente só as lutas das mulheres por conquista de igualdade de oportunidades, mas também celebrar as conquistas que já fizemos.
Ela afirmou que a igualdade de oportunidade é uma das principais metas do seu governo.

- Todos os tipos de igualdades devem ser obsessão desse País. Só seremos de fato uma nação desenvolvida se de fato isso ocorrer.

Dilma estava descontraída e brincou com um “conselho” da deputada Benedita da Silva (PT-RJ) e arrancou risos da plateia.

- Ela [Benedita] disse que o Temer [vice-presidente Michel Temer] deve cuidar de mim , mas eu também vou cuidar do Temer.

Dilma agradeceu às ministras de sua equipe que estavam na cerimônia, mas lembrou o papel importante dos homens de sua equipe.
Acho importante destacar que do lado de mulheres tão fortes, eu cumprimento os ministros porque nós somos um governo que tem uma equipe conjunta e coesa. Os ministros homens do governo defendem igualdade de gênero e igualdade racial.

A presidente afirmou ainda que o Brasil que queremos é o da “igualdade de oportunidades”.

Pouco antes, em seu discurso, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-SP), enumerou as conquistas femininas e disse que, com a eleição de Dilma, o Brasil provou que confia na capacidade da mulher brasileira.

Envolvidos no acidente do humorista Shaolin vão a julgamento na Paraíba

Justiça começa a ouvir depoimento de envolvidos em acidente com o humorista Shaolin
Julgamento do acidente de Shaolin
shaolinAcontece nesta terça-feira (13) a primeira audiência para o julgamento do motorista Jobson Clemente Benício, de 23 anos, acusado de ser o responsável pelo acidente que deixou gravemente ferido o humorista Shaolin. Benício é acusado de lesão corporal e omissão de socorro. O acidente ocorreu em Campina Grande (PB) no dia 18 de janeiro de 2011.

Em sua denúncia à Justiça, o Ministério Público da Paraíba afirmou que Benício fugiu do local do acidente após ter invadido a faixa contrária da BR-230 e batido contra o carro do humorista na região de Mutirão.

Veja imagens de Shaolin com amigos e familiares

A audiência está prevista para começar às 14h no Fórum Afonso Campos, em Campina Grande. Serão ouvidas oito testemunhas entre defesa e acusação. De acordo com o advogado de Shaolin, Rodrigo Celino, a família do humorista vai acompanhar a sessão. A mulher dele, Laudiceia Veloso, está entre as testemunhas que serão ouvidas.

Mensagens de fãs ajudam Shaolin

 Mais de um ano após sofrer um grave acidente em uma rodovia em Campina Grande (PB), o humorista Francisco Jozenilton Veloso, o Shaolin, ainda apresenta o que os médicos chamam de estado mínimo de consciência, mas já registra melhoras significativas segundo a mulher dele, Laudiceia Veloso.

Em entrevista ao R7, Laudiceia disse que o marido se mostra cada vez mais atento a tudo o que se passa ao seu redor.

- A melhora do Shaolin é lenta, mas está acontecendo. Ele segue com todos os tratamentos em casa e tem uma evolução que os médicos dizem que é satisfatória diante da gravidade que foi o acidente dele.
Segundo o promotor Luciano Maracajá, o motorista negou que tenha culpa no acidente. Porém, Maracajá diz acreditar que a alegação de Benício será praticamente desconsiderada no tribunal porque existem muitas provas da responsabilidade dele na batida.

- O julgamento usará as provas técnicas da investigação, que mostram que ele invadiu a faixa. Eu acredito na condenação, mas ele deverá ter uma pena leve, já que o código de trânsito no Brasil é muito falho.