sexta-feira, 2 de março de 2012

Tem oficina e aula de dançaem seu bairro

AVISO ATENÇÃO TEM  OFICINA E AULA DE DANÇA EM SUA COMUNIDADE
INFORME-SE NA ASSOCIAÇÃO DE SEU BAIRRO ELA ESTA INCLUÍDA E SE INCREVA OU NA SECRETÁRIA  CULTURA DE CONDE E PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM

AVISO DO PROJOVEM DA POUSADA DE CONDE


Atenção AVISO:
Projovem adolescente da Pousada de Conde
A Secretária de Trabalho e ação Social de Conde comunica a os inscrito do Projovem Trabalhador da Pousada,aos pais ou responsável comparecer na aula inalgural do ano de 2012.
Local: na Associação da Pousada ás 8hs e 30mnm  dia 06/03/2012
Participe

COMUNICADO DA DIREÇÃO DA ASCOCJARE

ATENÇÃO AVISOS:

ASCOCJARE ( ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA CULTURAL DO BAIRRO JARDIM RECREIO)
AVISA QUE NESTE SÁBADO OU SEJA AMANHÃ DIA 03 DE MARÇO TERÁ REUNIÃO AS 19HS EM SUA SEDE RÁDIO J.A VENHAM E PARTICIPE O CONVITE ÉPARA UEM É ASSOCIADO E PARA QUE AINDA NÃO É SE ASSOCIE NA HORA.



Ricardo Coutinho Vem ao Conde conferir as obras do binário

Nesta sexta-feira (3), o governador Ricardo Coutinho realiza uma visita técnica para vistoria de obras em Bayeux, Santa Rita, Conde (logo mais a tarde) , João Pessoa, Cajá e Caldas Brandão – nesse último município, ele também entrega 20 casas. Juntas, as obras representam um investimento de mais de R$ 153 milhões. O governador estará acompanhado de uma comitiva de secretários.
A primeira visita será às 9h30, no binário da Avenidade Liberdade, em Bayeux, que possibilitará a resolução definitiva do problema de trânsito na principal ligação entre o município e a Capital. Às 10h30, a comitiva segue para Santa Rita, onde vistoria as obras de reconstrução da Ponte da Batalha.
A terceira visita será por volta das 11h30, ao município de Caldas Brandão, onde inspeciona as obras da  PB-051, que liga  Mari, Caldas Brandão e Cajá, e o acesso do Rodoshopping. Ainda no município de Caldas Brandão, o governador entrega um conjunto habitacional com 20 casas do Programa Pró-Moradia, da Cehap.
Por volta das 13h30, o governador Ricardo Coutinho vistoria as obras do Binário de Jacumã que estão em fase inicial e devem ser concluídas no segundo semestre do ano. Após conceder entrevista coletiva em Jacumã, Ricardo finaliza as obras do Centro de Convenções, cuja primeira etapa deverá ser entregue no mês de abril.

O TSE decidiu que políticos com contas desaprovadas não poderão concorrer as eleições de 2012

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira, por maioria de 4 votos a 3, que os políticos com contas desaprovadas não poderão concorrer nas eleições de 2012. Os ministros endureceram a regra das eleições de 2010, que declarava quite o candidato que prestava contas, independentemente de elas serem aprovadas ou não. A quitação eleitoral é uma exigência para obtenção do registro para concorrer a um cargo.

O julgamento começou no dia 14 de fevereiro, com o voto do relator Arnaldo Versiani, que queria manter a regra mais branda aplicada em 2010. Ele foi seguido pelos ministros Gilson Dipp e Marcelo Ribeiro, para quem a lei é clara ao exigir apenas a prestação de contas. "O tribunal não pode fazer interpretação extensiva", disse Ribeiro.

A divergência foi aberta pela ministra Nancy Andrighi, que defendeu a aprovação das contas como condição para a obtenção do registro. "Entendo que não se pode considerar quite com a Justiça Eleitoral candidato que teve as contas desaprovadas porque isso tiraria a razão de existir da prestação de contas. A prestação de contas seria apenas uma mera formalidade, sem repercussão na situação jurídica do candidato."

Para Andrighi, o candidato que foi negligente e não observou a legislação não pode ter o mesmo tratamento do candidato que cumpriu seus deveres. "A aprovação das contas não pode ter o mesmo efeito da desaprovação", resumiu. Seu entendimento foi acompanhado pelos ministros Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski. "Tratar igualmente aqueles que têm contas aprovadas e desaprovadas feriria a mais não poder o principio da isonomia", disse Lewandowski.

Os ministros não definiram, no entanto, o prazo para que a desaprovação de contas interfira no registro. Atualmente, a Corregedoria do TSE tem o registro de 21 mil políticos que tiveram as contas desaprovadas em eleições anteriores. A dúvida é se um candidato que teve contas desaprovadas em 2008, por exemplo, poderia obter o registro para concorrer em 2012. Ficou definido que a rejeição de contas relativas às eleições de 2010 deixa o político não quite, e que as outras situações serão analisadas caso a caso.

PRF aponta irregularidades em veículos escolares de 20 Municípios e do Estado

O Ministério Público da Paraíba recebeu, na última segunda-feira (16), um relatório da Polícia Rodoviária Federal com informações rela...