sábado, 21 de janeiro de 2012

Paraibana vende 1,7 mil peças artesanal para a Inglaterra



O 15º Salão de Artesanato da Paraíba termina neste domingo com um saldo positivo para vários profissionais que expuseram seus produtos nos estandes montados no Jangada Clube, em João Pessoa. Uma dessas pessoas é Dona Nevinha das Cerâmicas, que recebeu uma encomenda de 1,7 mil peças para uma rede de restaurantes da Inglaterra.
A artesã Maria das Neves Paiva, conhecida por Nevinha das Cerâmicas, disse que, com o pagamento, vai ampliar o atelier em Itabaiana. Presente nos salões de artesanato há várias edições, Nevinha das Cerâmicas aumenta as vendas a cada ano. "Vendo muito bem nos salões, onde também fecho negócios futuros com clientes que visitam as feiras”, disse.
Na próxima semana, Nevinha começará a produção das peças encomendadas para a Inglaterra. Parte do pagamento já foi depositada na conta da artesã pelos clientes. Ela, o marido e colaboradores têm um prazo de 90 dias para entregar as panelas, que atravessarão o oceano via container, que faz o carregamento no atelier e segue para o porto de Suape, em Pernambuco. "O restante do pagamento será feito quando os clientes receberem os produtos e conferirem a carga, na Inglaterra”, contou.
De acordo com Nevinha, esta não é a primeira vez que os ingleses compram suas famosas panelas pretas e marrons. O primeiro pedido, há alguns anos, foi de 125 peças. No ano seguinte, eles compraram 750 unidades. O maior pedido, feito pela mesma rede de restaurantes ingleses, foi de três mil peças.
Ela revela que os ingleses são exigentes e se encantaram com a qualidade e com o acabamento de suas panelas e demais utensílios, uns feitos de barro comum e outros de argila especial. Por dia, são "armadas” 75 peças; no dia seguinte, elas passam pelo acabamento e secagem e, em seguida, vão ao forno. Por fim, são embaladas. Em 30 dias, a carga chega à Inglaterra.
Na mídia – No mês de fevereiro, a TV Brasil vai exibir uma edição do programa Paratodos gravado na Casa do Artista Popular, em João Pessoa, com cinco artesãos. Uma das entrevistadas foi Nevinha. Segundo ela, o restaurante Estrela do Mar, em Olinda (PE), usa somente as panelas pretas feitas em Itabaiana.
As peças, segundo ela, não são pintadas. "A cor preta é natural, fruto de uma técnica de queima que desenvolvi com meu marido nesses 33 anos de arte”, disse. As panelas são feitas com o barro comum. Já as peças pequenas são produzidas com a argila. Seus produtos suportam a temperatura de fogão industrial.

ATAQUES A SITE NO BRASIL E EM TODO MUNDO



Os protestos de hackers contra o fechamento do Megaupload, um dos maiores sites de compartilhamento de dados do mundo, atingiram sites brasileiros neste sábado (21), 2 dias depois de o FBI tirar o serviço do ar e prender o fundador da empresa, acusado de pirataria digital.
O site da presidência da França também foi alvo na última sexta (20). Os autores do ataque colocaram o slogan "We are legion" ("Somos legião") na barra de navegação do site, relatou a imprensa francesa. Às 10h, a página não apresentava mais nenhum sinal de invasão e era acessada normalmente.
O governo francês apoiou a prisão do fundador do Megaupload, na última quinta (19). À agência France Presse, o ministro da Cultura, Frederic Mitterrand, disse: "É delinquência, é roubo. A verdade é que eles estão roubando em larga escala."
O site da cantora brasileira Paula Fernandes também estava fora do ar na manhã deste sábado. Na página inicial, havia um desenho de um coringa e a mensagem: "If Megaupload is down.... You Are Down Too!!!" ("Se o Megaupload foi derrubado, você também foi", em tradução livre do inglês).
Na madrugada deste sábado, uma das contas no Twitter do grupo hacker Anonymous relatou ataques a sites brasileiros com domínio 'df.gov.br' - do governo do Distrito Federal. Pela manhã, os endereços mencionados estavam funcionando normalmente. As contas do grupo no Twitter ainda apontavam para perfis brasileiros, que teriam realizado o ataque. Os posts também mencionavam o Megaupload.
No Twitter, o grupo diz "a internet contra-ataca", e que a luta é pela “liberdade da internet”. Em uma das mensagens, o Anonymous também ameaçou um ataque contra o site da Casa Branca.
Além de tirar o Megaupload do ar, o FBI também prendeu o fundador da companhia e vários de seus executivos foram acusados formalmente de violar leis antipirataria nos Estados Unidos, informaram promotores federais do país. A acusação alega que o site deu aos detentores de direitos autorais mais que US$ 500 milhões em prejuízo por facilitar a pirataria de filmes e outros tipos de conteúdo.

MODELO BRASILEIRA TATIANE EYNG DENUNCIA QUE FOI ESTRUPADA POR DANIEL DO BBB12








Após a suspeita de estupro contra Monique Amin, no reality show Big Brother Brasil 12, da TV Globo, a situação do ex-BBB Daniel Echaniz, expulso do programa, pode complicar com uma nova denúncia de violência sexual. A modelo brasileira Tatiane Eyng contou, que foi estuprada por Daniel na Itália.
- Quando eu a vi a cena no Big Brother, eu choquei. Porque a mesma coisa aconteceu comigo. Quero um pouquinho de justiça e resolvi falar porque posso ajudar a tirar uma pessoa má de circulação.
Tatiane conta que morou com o modelo e a ex-namorada dele em Milão, na Itália, onde os três trabalharam como modelo. Ela diz que era assediada constantemente por Daniel, que ele mandava mensagens pornográficas por telefone e que, certa vez, chegou a entrar nu no banheiro enquanto ela tomava banho.
Ainda segundo a modelo, em outra ocasião, ela acordou com Daniel pelado em cima dela e diz que o estupro foi consumado.
- Eu acordei e, simplesmente, ele estava em cima de mim. Eu me apavorei, estava sozinha com ele. A namorada dele tinha viajado a trabalho. Aconteceu de madrugada, em Milão; Chegou a consumar [o estupro]. Nessa hora eu acordei, mas aconteceu.
Esta semana, Tatiane foi ao Juizado de Violência Doméstica, em São Paulo, e formalizou uma denúncia contra Daniel.
Através de suas advogadas Adiléia Triane e Luciana Egito, Daniel disse que não se lembra de nada parecido e negou as acusações.

CONCURSO EM TODO O PAÍS



Concursos: há 35 mil vagas; salários de até R$ 23 mil; confira
Em todo o Brasil, há mais de 35 mil vagas disponíveis em concursos públicos. As oportunidades são para diversas áreas de atuação e o maior salário oferecido é o do Senado Federal: R$ 23.826,57.
Há vagas para todos os níveis de ensino em 23 Estados: Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Acre, Amapá, Pará, Rondônia, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Distrito Federal.
É possível encontrar oportunidades para professores, agentes penitenciários, técnicos bancários, analista judiciário, médico, assistente administrativo, policial, bombeiro, entre outros cargos.
O Senado também tem a maior remuneração para cargos de nível médio. Ao todo, são oferecidas 246 vagas com salários a partir de R$ 13,8 mil. A expectativa é que mais de 80 mil pessoas se inscrevam no concurso. As inscrições devem ser feitas até o dia 5 de fevereiro e a taxa varia de R$ 180 a 200.
A Casa da Moeda do Brasil também abriu inscrições para seu processo seletivo. O concurso irá preencher 1.015 vagas. São 27 imediatas e 998 para reserva de cargos de nível superior, com salários que variam de R$ 1.395,10 a R$ 3.592,98.
O maior número de vagas oferecidas é para o concurso público da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul. Serão contratados 10 mil professores para atuar na rede. Os salários variam de R$ 395,54 a R$ 1.186,62 e há vagas para candidatos com nível de ensino médio e superior. As inscrições ficam abertas até o dia 3 de fevereiro.