sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Motorista cai com seu veículo proximo ao Rio Boa Água em Conde





Na noite desta sexta-feira ( 20.01), aproximadamente por volta das 19hs o motorista Petrônio do Nascimento caiu com seu veículo Monza cor vinho escuro próximo ao Rio Boa Água na cidade de Conde.
Motorista e o carona Mauricio Cardoso Batista tiveram apenas alguns arranhões e foram socorridos pela unidade móvel SAMU. O condutor falou a nossa equipe que mora em João Pessoa e não conhece a pista da cidade de Conde, ao descer a ladeira sentido João Pessoa Conde o veículo que estava com pouca iluminação, a pista escura e o medo de bater nos eucaliptos terminou sobrando na ponte que caiu na lateral do Rio Boa Água. O carro ficou todo danificado.

DILMA CONTA VITORIA COM: Aprovação que supera a de Lula após primeiro ano



Aprovação de Dilma supera a de Lula após primeiro ano



Ao final do primeiro ano de governo, a presidente Dilma Rousseff registrou índice de aprovação superior ao de todos os seus antecessores no mesmo período desde a volta das eleições diretas, segundo pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo (22) do jornal "Folha de S.Paulo".
De acordo com a pesquisa, 59% dos brasileiros consideram a gestão de Dilma Rousseff ótima ou boa, enquanto 33% classificam a gestão como regular e 6% como ruim ou péssima.
Ao final de seu primeiro ano de governo, Luiz Inácio Lula da Silva alcançou 42%. No segundo mandato, o ex-presidente alcançou 50% de aprovação no primeiro ano de gestão.
Ao completar um ano de governo, Fernando Collor tinha 23% de aprovação. Itamar Franco contava com 12%. Fernando Henrique Cardoso teve 41% no primeiro mandato e 16% no segundo.
O Datafolha ouviu 2.575 pessoas nos dias 18 e 19 de janeiro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Operação Laços de Sangue



Ministério Público denuncia 16 pessoas envolvidas na Operação Laços de Sangue
Dezesseis pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público da Paraíba
acusadas de homicídio na região de Catolé do Rocha. A maior parte dos acusados foi presa durante a operação "Laços de Sangue", desencadeada pelas polícias Civil e Militar em parceria com o Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, no dia 27 de setembro do ano passado, que prendeu integrantes de três famílias da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do Ceará por suspeita de integrarem grupos de extermínio.
A denúncia foi assinada pelos promotores de Justiça José Leonardo Clementino Pinto e Artemise Leal, que participam do Mutirão do Poder Judiciário. "Os cinco processos criminais referentes as Operações Laços de Sangue I e II já se encontram com denúncia
Ministério Público denuncia 16 pessoas envolvidas na Operação Laços de Sangue
apresentada e prisões preventivas decretadas, estando em fase de notificação dos réus
para apresentação de suas defesas. A previsão é de que a instrução criminal (interrogatório e oitiva de testemunhas) ocorra no mês de fevereiro", informou o promotor José Leonardo.
Foram denunciados Kléber do Nascimento Neres, Micherlande Venâncio da Silva, José Ganzert Mendes, Janaína Michaela de Mesquita, Maria Lemos da Silva, Luciano Suassuna Brilhante, Grimailsson Alves de Mesquita, José Damião Oliveira, Marcelo Oliveira da Silva, Evandro Pimenta de Oliveira, Isac Cosme de Lira, Jeneton Alves de Mesquita, João Gomes da Silva, Magnólia Alves de Mesquita, Humberto Suassuna e Chateaubriand Suassuna Barreto.
O caso ganhou repercussão nacional, sendo matéria do programa Fantástico, da Rede Globo, que destacou a guerra entre as famílias Suassuna e os Batista Mesquita, que já dura mais de 30 anos e teria a morte de quase 100 pessoas, no Sertão paraibano.

Polícia apreende 18 quilos de drogas enterradas dentro de tonel

    Políciais militares da Força Tática do 7º Batalhão aprenderam, neste domingo (22), aproximadamente 18 kg de uma substância se...