sábado, 14 de janeiro de 2012

João Pessoa é a capital mais violenta do país



Um estudo feito pela organização não governamental mexicana Conselho Cidadão para a Segurança divulgado nesta sexta-feira (13) aponta a cidade de João Pessoa como uma das 50 mais violentas do mundo. A capital paraibana é uma das 14 cidades brasileiras que aparecem no ranking. As informações foram divulgadas pela Agência Brasil.
A lista da ONG foi feita com base na quantidade de homicídios em relação ao número de habitantes. João Pessoa aparece 29º lugar com uma taxa de 48.64 homicídios para cada grupo de cem mil habitantes. Entre as cidades brasileiras que aparecem no ranking, a capital paraibana é a sétima, atrás de Maceió (terceira na lista geral), Belém, Vitória, Salvador, Manaus e São Luiz .
De acordo com o Mapa da Violência 2012, João Pessoa é apontada como a segunda capital mais violenta do país, com um crescimento de 157,1% no número de homicídios entre 2000 e 2010. O estudo foi divulgado em dezembro e foi elaborado com base em informações do Ministério da Justiça e do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.
Em novembro, um levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontou que a Paraíba ocupa o segundo lugar no ranking de violência do país. O cálculo foi feito com base em números de 2010, ano em que foram registrados 1.438 homicídios dolosos, com intenção de matar, no estado. Os dados fazem parte da 5ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Navio italiano se choca com banco de areia deixando ao menos 3 mortos

Os jornais indicaram que essa proximidade não era para que os turistas apreciassem a vista noturna da ilha, com as luzes das casas acesas, já que, destacaram, os passageiros não foram avisados em momento algum de que passavam por Giglio.
Os 53 brasileiros a bordo do navio de cruzeiro que naufragou na madrugada deste sábado (14) na costa italiana estão ilesos, confirmou o ministério das Relações Exteriores em Brasília.Segundo Brasília, 47 brasileiros realizavam o cruzeiro e outros seis trabalhavam no navio.

"A informação que temos do consulado em Roma é que todos estão bem", disse um porta-voz da chancelaria.

O naufrágio do Costa Concordia deixou três mortos - um tripulante peruano e dois turistas franceses - e 40 pessoas ainda "não foram localizadas", revelou a capitania de Livorno, evitando utilizar o termo "desaparecido" porque podem estar a salvo mas sem a devida identificação.

O comandante do Costa Concordia, Francesco Schettino, e de um dos oficiais, Ciro Ambrosio, foram presos neste sábado (14). De acordo com os jornais italianos Corriere della Sera e La Republica, a prisão foi confirmada pelo promotor-chefe Francesco di Grosseto Verus, que interrogou o comandante por várias horas. As acusações são homicídio, múltiplos e abandonar o navio afundando, enquanto ainda havia muitos passageiros a serem resgatados.

O navio levava cerca de 3.200 passageiros, principalmente italianos, alemães e franceses, além de cerca de mil funcionários.

Brasileiros

O consulado do Brasil em Roma informou que 53 brasileiros estavam no navio de cruzeiro. Segundo o consulado, a empresa Costa Cruzeiros, dona da embarcação, disse que 47 dos brasileiros eram passageiros e os outros seis, tripulantes. Até o momento, não há informações de brasileiros entre os mortos, feridos e desaparecidos.

Um grupo de 26 brasileiros que estava no navio já está a caminho de Milão, segundo a embaixada brasileira na cidade. O telefone de emergência do Consulado Brasileiro em Milão é 00xx39 335 727 8117 e do Consulado Brasileiro em Roma, 00 39 333 1184 682.
CONFIRA A PRIMEIRA NOTICIA
PORTO SANTO STEFANO, 14 Jan (Reuters) - Pelo menos três pessoas morreram depois que um navio italiano de cruzeiro encalhou e tombou com mais de 4 mil pessoas a bordo. As equipes de resgate continuavam procurando outras vítimas.
A operação de resgate envolvendo botes salva-vidas, navios e helicópteros prosseguia horas depois de o navio Costa Concordia, de 114.500 toneladas, ter se chocado contra um banco de areia perto da ilha de Giglio na noite de sexta-feira. Fotos mostram um enorme rombo numa parte lateral.
"No momento temos cerca de 40 homens no trabalho e aguardamos a chegada de equipes especializadas em mergulho para checar todo o interior do navio", disse o porta-voz da corporação de bombeiros, Luca Cari.

"Não descartamos a possibilidade de que mais pessoas estejam desaparecidas. Isto é difícil porque o navio é enorme", declarou Cari, acrescentando que a embarcação estava tombada para um lado sobre o banco de areia e provavelmente não vai afundar mais do que isso.

Os passageiros disseram que o acidente ocorreu durante o horário do jantar.

Suspeitos de matar sargento da Polícia Militar na Paraíba foram presos



Dois homens suspeitos de assassinar um sargento reformado da Polícia Militar foram presos na noite da sexta-feira (13). O corpo de Epitácio Pessoa Fontes, de 56 anos, foi encontrado no mesmo dia em um terreno baldio localizado no bairro do Altiplano, em João Pessoa, com as mãos e pés amarrados.
De acordo com as informações dos policiais da Delegacia de Homicídios da capital, os suspeitos foram encontrados dirigindo o carro da vítima no bairro do Altiplano.
Os homens de 31 e 33 anos estão detidos na Central de Polícia. Eles negaram ter cometido o crime. A polícia ainda não tem informações do que teria motivado o homicídio.
Corpo foi encontrado em um terreno baldio
(Foto: Walter Paparazzo/G1)O corpo do sargento foi encontrado com um saco plástico amarrado na cabeça. A suspeita da polícia é que ele tenha morrido por asfixia. As mãos estavam amarradas com arame farpado e os pés com fita adesiva. O corpo não apresentava sinais de perfurações.
O cabo Sales, do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que é primo da vítima disse que o sargento era do 1º Batalhão da Polícia Militar em João Pessoa e antes de se aposentar também trabalhava no BPTran. Ele era casado e deixou filhos e netos.

FEST VERÃO EM JOÃO PESSOA



As bandas Chiclete com Banana, Garota Safada, Sorriso Maroto e Ala Ursa se reunem neste domingo (15) para a segunda noite do Fest Verão Paraíba. O evento está programado para começar às 16h próximo ao antigo Water Park na Praia de Intermares, em Cabedelo, Grande João Pessoa.

A banda baiana Chiclete com Banana chega à Paraíba divulgando seu novo CD, que, além de músicas inéditas, tem canções já conhecidas do público como “Chorarei amor” e “Meu coração voou”.

O forró da Garota Safada invade mais uma vez os palcos de João Pessoa apresentando seu show da turnê “Garota Safada 2012”, que traz como destaque grandes sucessos do mais novo CD da banda.

Os cariocas do grupo Sorriso Maroto vão cantar sucessos do seu último CD. A banda completa 15 anos em 2012 e revelou que cada vez que se apresenta na Paraíba volta com a sensação de dever cumprido.

Inscrições a partir deste sábado no PROUNI



O processo de inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) começou neste sábado (14) e vai até o dia 19. O acesso ao sistema no site que permite a inscrição foi liberado pouco depois das 9h. O Prouni é indicado aos estudantes que querem fazer uma faculdade particular, mas precisam de auxílio para as despesas.

A oferta de bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior já foi divulgada no site do programa. O Ministério da Educação disponibiliza na página do Prouni o sistema de pesquisa por curso e por município das ofertas de bolsas de estudo de instituições privadas de ensino superior (universidades e centros universitários) participantes do programa.

Participam 1.321 instituições privadas de ensino, entre universidades, centros universitários e faculdades. A relação completa das instituições e a distribuição de bolsas por curso superior estará disponível para consulta no portal do Prouni nos próximos dias.

VAGAS PARA EMPREGOS TEM SÓ FALTAM PESSOAS QUALIFICADAS SEGUNDO SINE



Em 2011, das 15 mil pessoas atendidas nas 18 unidades do Sistema Nacional de Empregos na Paraíba (Sine-PB), três mil não foram encaixadas no mercado devido à falta de qualificação. De acordo com informações do Ministério do Trabalho sobre a Paraíba, 9 mil pessoas foram demitidas em novembro, enquanto que no mesmo período, 11 mil conseguiram trabalho, uma diferença de 2 mil.

Nesta quinta-feira (12), 350 vagas estão disponíveis no Sine-PB e, apesar dos cerca de 250 atendimento diários, muitas dessas vegas não são preenchidas e muitos ainda saem sem emprego. “O empregador discrimina tudo o que ele quer e, dentro daquilo que ele está discriminando, nós não conseguimos atingir essas vagas porque o empregado não está qualificado”, explicou o diretor da unidade de João Pessoa do Sine-PB, João Carlos Biazon.