segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

TRAGÉDIA EM FESTA DE ANIVERSÁRIO EM QUEIMADAS HOMENS ESTRUPARAM VÁRIAS MULHERES E DUAS FORAM FORAM MORTAS

Bastidores da tragédia em Queimadas: todos os homens da festa premeditaram estupro coletivo, que seria 'presente' do aniversariante

A delegada Cassandra Duarte fez uma revelação surpreendente na manhã desta segunda-feira: todos os homens que participaram da festa de aniversário premeditaram o estupro coletivo das mulheres em Queimadas. A violência sexual foi um "presente" dado ao aniversariante, Eduardo Santos Pereira, 28 anos, pelo irmão dele, Eduardo.
Esposas dos dois principais estupradores – os irmãos Eduardo e Luciano – estavam na cena do crime. Só elas foram poupadas.
Os alvos principais eram duas irmãs. Elas levaram uma amiga, que também foi estuprada, junto com mais duas convidadas.
Cinco mulheres sofreram violência sexual e duas foram mortas.

A prisão deles foi decretada enquanto assistiam a comoção provocada pela morte brutal das duas mulheres. Eles são apontados como mentores da tragédia.
Grupo será apresentado hoje
Grupo será apresentado hoje (Foto: @SouzaNetoTC
Antes deles, uma operação coordenada pelos 2º e o 10º Batalhão da Polícia Militar e integrantes da Polícia Civil já havia detido sete acusados de participação no crime.
Com o bando, a polícia encontrou um carro importado e uma moto 600 cilindradas.
Barbárie: Em festa de aniversário bandidos estupram todas as mulheres e matam duas no Agreste
Reconhecimento e morte
Enquanto rolava o estupro, a recepcionista Michele Domingos da Silva, 29, e a professora Isabela Jussara Frazão Monteiro, 27, selaram suas mortes: elas reconheceram seus algozes.
As vendas que tapavam seus olhos afrouxaram e permitiram que elas vissem os autores do estupro, entre eles o aniversariante.
“No momento em que reconheceram, decretaram seus assassinatos”, disse delegada.
De acordo com a delegada, todo o crime foi premeditado. E as mulheres foram escolhidas a dedo.
Para simular invasão, o grupo chegou armado e encapuzado a casa de Eduardo. Eles separaram os homens das mulheres.
Michele, Isabela e mais três garotas foram trancafiadas em um quarto, onde foram submetidas ao estupro coletivo.
Prisões
Nove homens – entre os quais três adolescentes – foram detidos. Mas um dos acusados ainda está foragido.
Os irmãos Eduardo e Luciano foram presos no velório de Michele e Isabela, em meio a comoção pelas mortes das mulheres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário!

Show com a banda "Os Gonzagas" e Feira de Escambo e Mangai são os destaques das comemorações do aniversário de 54 anos do município de Conde

  Feira de Escambo e Mangai e show com a banda “Os Gonzagas” são destaques nas comemorações dos 54 anos de Conde               ...