sábado, 13 de agosto de 2011

CICERO LUCENA CONFIRMA SUA PRETENÇÃO A PREFEITURA DA CAPITAL

O senador Cícero Lucena (PSDB) declarou que disputará mesmo a Prefeitura de João Pessoa em 2012. “Sou candidato”, disse o tucano, antecipando que o posto de vice-prefeito está aberto a negociações.

A candidatura já tem o apoio do PMDB do ex-governador José Maranhão, que semana passada admitiu a possibilidade de “caminhar junto com Cícero”.

O secretário geral do PSDB, João Fernandes, também aposta na parceria Cícero-Maranhão pela Prefeitura.

Cícero e Maranhão
Cícero e Maranhão: cada dia mais próximos

"Eles são amigos e a chance de estarem juntos é concreta", revelou.

As declarações de Cícero Lucena ocorreram esta manhã no Fórum Cível da Capital, onde comanda – na condição de primeiro secretário do Senado Federal – Encontro Legislativo em parceria com o programa Interlegis da Assembléia Legislativa da Paraíba.

IRMÃOS SÃO BALEADOS E UM DELES MORRE AO SAÍREM DA ESCOLA EM BARRA DE GRAMAME


Uma tragédia familiar foi registrada na noite desta sexta-feira (12), em João Pessoa. Dois irmãos foram baleados após saírem da escola, localizada em barra de Gramame. Um deles morreu e o outro foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.


O adolescente José de Luna de 15 anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. Já o irmão, que não teve o nome revelado, de 19 anos foi socorrido e continua internado em situação regular.

De acordo com a mãe das vítimas, os jovens estavam voltando para casa após saírem da escola, quando foram surpreendidos por dois homens. Ainda segundo a mãe, os filhos já estavam sendo ameaçados de morte.

A polícia não tem pista dos autores do crime.

BRIGAS ENTRE VIZINHAS EM PITIMBÚ TERMINA EM MORTE


Discussão entre vizinhos terminou em tragédia em Pitimbú Litoral do Sul do Estado. Na madrugada desta sexta-feira (12) uma mulher foi assassinada a golpes de facão no município de Pitimbú.

De acordo com o cabo Chaves da CIA de Alhandra, por volta de 01h30 desta sextaValdelúcia Rodrigues da Silva, 38 anos, conhecida por " Val Cão" estava em sua casa (em Pitimbú), quando se incomodou com o som alto da casa da vizinha, e resolveu chamar a polícia. A viatura sob o comando do sargento Eraldo esteve no local e acalmou a briga. A mulher foi obrigada a desligar o som. Só que depois que os policiais foram embora a mulher voltou ligar o som e falar palavras obsenas e soltar piadas a vizinha Valdelúcia Rodrigues.

O comerciante Manoel Alves Paiva, filho da acusada, chegou em casa e ao tomar conhecimento do que tinha acontecido foi tomar satisfação com a vítima e uma nova discussão se iniciou. Em meio ao bate boca, ele pegou um facão e desferiu dois golpes na mulher.

Valdelúcia Rodrigues da Silva foi atingida com um golpe na nuca e outro no braço e morreu em frente a sua residência enquanto que o comerciante autor do crime e a sua mãe fugiram.

Os moradores contaram que as discussões entre as duas mulheres eram frequentes.

A policia esta no caso, mais não tem maiores informações.