domingo, 7 de agosto de 2011

Prefeito de Teresópolis morre de infarto após ser nomeado


Dois dias depois de assumir a Prefeitura de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, o médico ortopedista Roberto Pinto (PR), de 67 anos, morreu.

Segundo os médicos, ele sofreu um infarto na madrugada deste domingo (7), mas já estava internado desde sábado, quando começou a passar mal.

Robertão, como era chamado, assumiu o cargo na sexta-feira (5), após o prefeito Jorge Mário Sedlacek ser afastado pela Câmara de Vereadores, por um período de 90 dias.

O afastamento de Jorge Mário foi aprovado após denúncias de desvio da verba destinada a reparar os estragos provocados pelas chuvas na região, em janeiro deste ano.

Ainda neste sábado, antes de ser internado, Roberto Pinto cumpriu expediente na Prefeitura, quando nomeou novos secretários da cidade.

No sábado, após começar a passar mal, o prefeito interino foi levado para o Hospital São José, no bairro de Iúcas, onde faleceu. Ele era casado, deixa seis filhos e dez netos.

O corpo deverá ser velado na Prefeitura de Teresópolis, no hall de entrada, mas o horário ainda não foi definido.

O presidente da Câmara de Vereadores, Arlei de Oliveira Rosa (PMDB), deve suceder Roberto Pinto na gestão interina.

Maranhão no aniversário de Cicero


A festa de aniversário do senador Cícero Lucena (PSDB) foi realizada, nesta sexta-feira (5), no Sesc Centro, em João Pessoa. Vários políticos compareceram ao evento, o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, como também o ex-governador José Maranhão (PMDB), que chegou acompanhado do suplente de vereador João Almeida e do deputado federal Benjamim Maranhão.

O ex-governador José Maranhão deu uma clara demonstração de que PMDB e PSDB estão bastante próximos e podem continuar unidos nas eleições do próximo ano. Já o senador eleito Cássio Cunha Lima não veio ao evento. Ele está em São Paulo onde acompanha o pai, Ronaldo Cunha Lima, que faz tratamento contra um câncer.

Maranhão estão com os nomes postos para concorrer a Prefeitura de João Pessoa em 2012, contra o prefeito Luciano Agra (PSB). A derrota dos dois para o partido socialista nas últimas eleições tem aproximando os ex-governadores, que dividem o desejo de tomar o poder político dos socialistas.

Pesquisa do Datafolha mostra que o governo Dilma tem 49% de aprovação


Passados sete meses do início do governo, a aprovação da presidente Dilma Rousseff permanece estável, segundo pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal "Folha de S.Paulo" na edição deste domingo (7), que começou a circular na tarde de sábado.

De acordo com o levantamento, o desempenho da presidente é considerado ótimo ou bom por 48% dos brasileiros com 16 anos ou mais. Em junho, o índice era de 49% e, em março, de 47%.

Passados sete meses do início do governo, a aprovação da presidente Dilma Rousseff permanece estável, segundo pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal "Folha de S.Paulo" na edição deste domingo (7), que começou a circular na tarde de sábado.

De acordo com o levantamento, o desempenho da presidente é considerado ótimo ou bom por 48% dos brasileiros com 16 anos ou mais. Em junho, o índice era de 49% e, em março, de 47%.

Folha.com

Carro derruba poste na av. Epitácio Pessoa e deixa trânsito lento em João Pessoa

  Um carro derrubou um poste na avenida Epitácio Pessoa com o cruzamento da rua Prefeito José Leite, nas imediações do bairro Bri...