quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ministro da Integração garante agilizar repasse de R$ 5 mi para municípios paraibanos


Deputados paraíbanos juntamente com 17 prefeitos se reuniram para debater sobre a situação dos municípios paraibanos assolados pelas fortes chuvas, o deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB),o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) e o deputado Manoel Junior (PMDB-PB) , estiveram com o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, na tarde desta terça-feira , 26, solicitando medidas urgentes para atender as diversas famílias que ficaram desabrigadas e desalojadas.

De acordo com o um dos deputados, a audiência foi bastante produtiva, uma vez que o Ministro garantiu agilidade na liberação de R$ 5 milhões para atender os municípios mais afetados por essa catástrofe da natureza.

Logo após a audiência, o Ministro Fernando Bezerra encaminhou os prefeitos para reunião com o chefe da Defesa Civil para que eles pudessem elencar as prioridades de cada município e o Ministério agir com maior eficácia.

A bailarina que por amor ao esporte amputou a perna


bailarina de 15 anos escolheu ter a perna amputada para voltar a dançar. A britânica Chanel Carter teve um tumor benigno na perna direita, que a deixou com um pé gigante e incapaz realizar os passos da dança.

Os médicos conseguiram remover o tumor benigno, mas, depois de algumas semanas, ele havia crescido novamente.

A adolescente, que mora em Coventry, no Reino Unido, tomou uma decisão corajosa e optou para que a perna fosse amputada, pois ela acredita que tem uma chance melhor de poder dançar com uma prótese.

E sua recuperação tem sido considerada incrível pelos médicos. Apenas 11 meses após a amputação, Chanel aprendeu a andar com a prótese e tem realizado atividades esportivas na escola.

Chanel, que foi diagnosticada com um fibroma desmoplásico (tumor benigno raro que afeta os ossos) há quatro anos, disse: "Meu pé parecia uma pata de elefante e eu não conseguia praticar qualquer esporte que eu amava".

Vai a jurí popular o acusado da morte de Carla Eugênia


Será julgado o acusado da morte da Jovem Carla Eugênia estará sendo realizado nesta terça-feira dia 02 de Agosto de 2011 na cidade de Alhandra.

Onde por várias vezes foi adiado o julgamento por falta de advogado para defender o rel. E segundo informações quem irá defender será um defensor público. A família da vítima falou a nossa equipe que todo advogado desiste na hora de defender o acusado Josinaldo, que seria esse o motivo de tanto adiamento para com o caso. Mas que dessa vez ele será julgado.

Vai sair um ônibus por volta das 7horas e 30 minutos da praça central da cidade de Conde com destino ao Fórum de Alhandra nesse dia 02 para quem quiser ir ver o julgamento.

Lembrando o caso:

O fato aconteceu no dia 11 de Novembro de 2008(há três anos atrás), na cidade de Conde, quando Carla Eugênia foi a residência do Josinaldo para fazer a cobrança de um perfume. A jovem vendia cosmético e jóias. A mesma estava de casamento marcado com um comerciante da cidade.

Segundo a Mãe da vitima a senhora Ana ela não costumava sair e voltar tarde, nesse dia ela estranhou a demora da filha.

As horas se passaram a família logo entrou em desespero, procuraram em todos os locais. Os amigos foram todos acionados, ninguém sabia de nada.

Toda a população ficou comovida, de tudo foi feito para tentar localiza-la, foi colocado cartazes, nós que fazemos a imprensa local fizemos nossa parte divulgando o desaparecimento pedindo quem soubesse de algumas informações ligassem. Até o próprio acusado do assassinato visitou a casa da vitima ele mesmo fez várias ligações anônimas do celular da vítima fazendo ameaças a família.

Mas como não existe crime perfeito. A policia conseguiu encontrar uma pista na casa do Josinaldo, o caderno de cobrança da vitima, os visinhos que desconfiaram de um buraco que o mesmo fez no quintal da casa. A policia foi até o local e exigiu que ele cavasse para saber o que tinha dentro, quando o mesmo começou a cavar, a policia constatou que ali havia sido enterrado um cão. Dias depois a policia voltou ao local por causa de mais pistas e fez o acusado cavar novamente o local e constataram que bem mais abaixo estava o corpo da jovem carbonizado irreconhecível. O caso chocou toda a população.