quinta-feira, 3 de março de 2011

Após ser mais votado, deputado vai disputar prefeitura do Conde


O deputado estadual Branco Mendes (DEM), admitiu com exclusividade ao PB Agora nesta terça-feira (1) que pretende disputar uma das mais importantes prefeituras na Grande João Pessoa: o Conde.
Não satisfeito, Branco Mendes disse que a possibilidade de disputar as eleições 2012 existe e conseqüentemente modificar o seu domicilio eleitoral de Alhandra (cidade que já governou por duas oportunidades) para o Conde.
Branco Mendes enfrentará nas urnas o grupo ligado ao atual prefeito do Conde Aluísio Regis (PMDB) que foi reeleito no último pleito e poderá lançar um candidato e tudo leva cre que seja Quitino Régis.
Quem poderá também entrar na disputa é Tatiana Lundriguen (PDT), Charles Pereira, Padre Severino Melo...

Também são fortes as possibilidade de Branco Mendes lançar a sua esposa que se chama Gorete na sucessão do seu sobrinho o prefeito Renato Mendes (DEM) na cidade de Alhandra.

Prefeito de Arara, José Ernesto Sobrinho, abandona a cidade

A direção do SINTAB (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema) do município de Arara tem procurado o Prefeito José Ernesto Sobrinho para marcar uma audiência visando discutir os problemas dos servidores, mas infelizmente não tem obtido sucesso.
O prefeito passa muitos dias sem ir à prefeitura, abandonando o cargo que lhe foi confiado pela maioria dos eleitores, o que demonstra uma falta de responsabilidade e indiferença com os problemas dos servidores e da população em geral.

Diante de tudo que vem acontecendo, do alto grau de irresponsabilidade do prefeito José Sobrinho, a direção do SINTAB fará em breve um ato público de protesto em Arara e levará todas as denuncias dos servidores aos órgãos competentes.
Só assim, acreditamos que tornando público todo o estado problemático do município e apresentando os lamentáveis problemas enfrentados pela displicência do chefe do Executivo da cidade para com os servidores municipais.

Amante do pai é presa suspeita de matar menina de 6 anos sufocada; veja imagens


A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou na tarde desta quarta-feira (2) as imagens gravadas pelo circuito interno de segurança de um ônibus que mostram a menina Lavínia acompanhada pela amante do pai, Luciene Reis, momentos após o sequestro ocorrido na segunda-feira (28). Segundo a polícia, as imagens foram captadas por volta das 5h25 de segunda-feira, em um ônibus da linha 15, que faz o trajeto Pantanal - Caxias - São Bento. Na gravação, no entanto, a hora difere, pois não foi atualizada após o fim do horário de verão - iniciando às 6h25.

criança, de 6 anos, foi encontrada morta no quarto de um hotel, nesta quarta, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, depois de dois dias desaparecida. O delegado Robson Costa pediu a prisão temporária de 30 dias para Luciene. Ela está na delegacia, aguardando transferência para a carceragem da Polinter. A prisão foi decretada pela 4ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

A procuradora Geral do Estado, Lirvânia Farias, afirmou nesta quinta-feira (04) que o governador José Maranhão (PMDB) poderá ser responsabilizado por ter nomeados fantasmas para receber na Folha do Estado. Apesar da indicação, Livânia explicou que ainda não é possível dizer se o ex-governador realmente será responsabilizado, já que muitos dos fantasmas não foram nomeados, tinham apenas contrato, ou nem isso, se apresentavam apenas para sacar o salário.

“No caso de pagamentos que foram feitos pelo estado será o ordenador de despesas que será responsabilizado”, disse Livânia. No caso, o secretário da pasta que tiver ordenado o pagamento. Em relação as indiretas, como a Cagepa, quem responde é o presidente.

Secretário é convocado por vereadores em CG para explicar suposto aumento abusivo do IPTU


Os vereadores da Câmara Municipal de Campina Grande aprovaram nesta quinta (03) a realização de uma sessão especial com a presença do secretário de Finanças do município, Júlio César, para explicar o suposto aumento abusivo do IPTU de até 2.000%.

A denúncia foi feita pelo vereador tucano Tovar Correia Lima que revelou ter recebido em seu gabinete a presença moradores da cidade que apresentaram carnês comprovando o aumento. Um deles apresentou o carnê do ano passado onde ele havia pago R$ 17 de IPTU. O valor passou para R$ 130 este ano, ou seja, um reajuste de 665%.

Para investigar o aumento abusivo do IPTU em Campina Grande, Tovar se comprometeu com os moradores em acionar o MPE

Prefeita de Conde discute medidas para ampliar a segurança no município

  A prefeita de Conde Márcia Lucena reuniu-se na manhã desta terça-feira (5) com autoridades policiais do Estado para discutir a amp...