terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O coreógrafo e produtor Kenny Ortega de Michael Jackson testemunha na audiência da morte do astro pop



O coreógrafo e produtor Kenny Ortega, responsável pela turnê “This is it” de Michael Jackson, vai testemunhar nas audiências preliminares que decidirão se Conrad Murray, médico de Michael, vai a julgamento pela morte do cantor, diz o site TMZ.
Segundo a página, especializada na cobertura de celebridades, Ortega deve testemunhar que, em 19 de junho de 2009, uma semana antes de sua morte, Michael reclamou que sentia frio e que não conseguia se apresentar, cancelando um ensaio.
Fontes próximas ao caso disseram ao TMZ que Ortega também dirá que nos dias 23 e 24 de junho, um dia antes de morrer, Michael estava bem, impressionando a equipe de dançarinos presente.
Com o testemunho do diretor, os promotores argumentarão que o cantor estava bem antes de o médico começar a ministrar as drogas que o mataram.

Kenny Ortega também dirigiu o filme "This is it", baseado nos ensaios para a turnê.
Jackson, um dos mais bem-sucedidos músicos de todos os tempos, com sucessos como "Thriller" e "Billie Jean", morreu de overdose de remédio para dormir em 25 de julho de 2009, aos 50 anos, depois de sofrer um ataque cardíaco em sua mansão.
As audiências preliminares, que começam nesta terça-feira (4), poderão durar até duas semanas.

CONFRATERNIZAÇÃO DOS PELADEIROS




QUERO DEIXAR AQUI REGISTRADO A CONFRATERNIZAÇÃO DOS PELADEIROS REALIZADA NO FINAL DE DEZEMBRO DO ANO PASSADO, NO RIO BOM QUE DOI COM MUITA CACHAÇA E TIRAGOSTOS.
OS PELADEIROS TODOS MARCARAM PRESENÇA COM SUA BOA FORMA FÍSICA E JUNTAMENTE COM ALGUNS CONVIDADOS: O VOVÔ DA PELADA, LUCIO, DR. TEMISTOCLES...
TEVE SORTEIO DE CHUTEIRAS, UM DOS GANHADORES FOI O REPORTE E FOTÓGRAFO WAGNER ASSUNÇÃO. FELIZ ANO NOVO PRA OS PELADEIROS, MENAS CERVEJA NO PRÓXIMO ANO EM GALERA.
REDAÇÃO DE ANA MARIA GOMES.

BIBLIOTECA DE CONDE E DEMAIS 6 CIDADES PARAIBANAS FORAM DESCLASSIFICADAS DO PROJETO PROGRAMA MAIS CULTURA


Dos 18 municípios paraibanos que inscreveram projetos no Programa Mais Cultura de Apoio a Bibliotecas Públicas, dez se classificaram e oito obtiveram nota abaixo de 40 pontos e foram desclassificados. Os reprovados têm até a próxima sexta-feira (07) para interposição de recursos. O alerta para o prazo final é da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Estão classificados para receber repasses de recursos financeiros para investimento em projetos que se encaixem em uma das categorias mencionadas no Edital de seleção os seguintes municípios e entes da administração pública: as prefeituras de Cajazeiras, Campina Grande, Pombal, Esperança, Livramento, Queimadas, Bananeiras, Boqueirão, a Biblioteca Municipal de João Pessoa e a Fundação Espaço Cultural.

Foram desclassificadas e têm até o dia 7 para recorrer: as prefeituras de João Pessoa, Lagoa de Dentro, Conde, Catingueira, Ingá, Condado, Massaranduba e Juripiranga.

As prefeituras se inscreveram nas categorias: Apoio a Bibliotecas Municipais, Implantação de Bibliotecas de Bairro, Distritais e/ou Rurais e Apoio a Bibliotecas Acessíveis.

Os parlamentares que mais gastaram com o chamado cotão


Os 12 deputados federais da Paraíba que estiverem na Câmara Federal esses últimos quatro anos gastaram, juntos, R$ 10.945.830,77 milhões com a verba indenizatória. Mais de 43% (43,57%) desse total foi utilizado para o pagamento de transporte e estadia durante viagens o que representa R$ 4.769.818,32 milhões. Outros 41,1% (R$ 4.498.844,28 milhões) foram gastos com aluguel.

Os parlamentares que mais gastaram com o chamado cotão foram Wellington Roberto (PR), Armando Abílio (PTB) e Vital do Rêgo Filho (PMDB). Já os que menos gastaram foram: Major Fábio (DEM), Luiz Couto (PT) e Damião Feliciano (PDT). Wellington Roberto gastou 62,5% a mais que Major Fábio que foi quem menos usou o cotão.

Irmã de Ricardo e sobrinhos sofrem acidente de carro na BR-101

A irmã e dois sobrinhos do governador Ricardo Coutinho sofreram um acidente automobilístico na manhã desta terça-feira (4). O acidente ocorreu no Km 63 da BR-101, próximo a entrada do município de Lucena.De acordo com o assessor da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Genésio Vieira, a irmã do governador, identificada como Valéria Vieira Coutinho, e os dois sobrinhos sofreram apenas ferimentos leves e foram encaminhados para o Hospital da Unimed, onde foram medicados.Informações dão conta de que a irmã do governador conduzia um veículo Honda Civic, quando perdeu o controle do carro por conta da pista molhada e acabou capotando.

ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇA AUMENTA NA PARAÍBA

A Polícia prendeu na noite desta segunda-feira (3) uma mulher acusada de praticar atos libidinosos contra uma criança de 10 anos de idade, em Campina Grande.

De acordo com informações do delegado Júlio Lima, que responde pelo plantão da Central de Polícia na cidade, a dona de casa Eneide Oriente da Costa, de 45 anos, foi presa em flagrante, no bairro Malvinas, após praticar atentado violento ao pudor contra o menino.

Segundo o delegado, o caso só foi descoberto porque o garoto, assustado, contou a família o que havia acontecido.

O delegado afirmou que de acordo com o depoimento do garoto, a mulher apresentava sinais de embriaguez quando conseguiu convencê-lo a ir até a casa dela. Porém, ao chegar lá, o garoto foi abusado e obrigado a fazer, inclusive, sexo oral na dona de casa.

Após conseguir fugir da mulher, o menor procurou a família que por sua vez acionou a Polícia que tomou todas as providências cabíveis.

Ainda segundo informações do delegado, a criança foi submetida a exames de corpo de delito que confirmaram o ato sexual.

A dona de casa foi presa em flagrante e imediatamente conduzida a Central de Polícia de onde será encaminhada para o presídio feminino local.

Outro caso:

A polícia prendeu nesta segunda-feira (03), o aposentado Antônio Alves de Farias, de 62 anos de idade, que mora na Rua Projetada, no bairro Populares, na cidade de Paulista, localizada no Sertão da Paraíba. Ele é acusado de manter relações sexuais com uma menor de 11 anos de idade.

A solicitação para a prisão do acusado foi feita à polícia pelo Conselho Tutelar. Quando os policiais chegaram na casa do aposentado, Antônio Alves, o imóvel se encontrava fechado. Ele só abriu a porta após ser ordenado pelos policiais que viram quando a menor correu e se escondeu embaixo de uma das camas da casa.

O aposentado Antônio Alves de Farias foi preso e levado para a Delegacia de Polícia de Paulista, onde foi autuado e se encontra à disposição da Justiça.