terça-feira, 19 de outubro de 2010

Lei que troca doação de sangue por ingresso de futebol causa polêmica


‘Doe sangue pelo seu time’ é a frase da campanha que a Lei estadual 5.816/10 instituiu desde o dia 8 de setembro e que causou polêmica. Pelo decreto, o torcedor que doar sangue voluntariamente recebe um ingresso para assistir ao jogo do seu time de futebol. A intenção é aumentar os bancos de sangue dos hospitais. Mas para o Hemorio, que ficou responsável pela coleta, a lei é inconstitucional.

Segundo regulamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), uma lei federal diz que a doação de sangue tem que ser “voluntária, altruísta e não remunerada direta ou indiretamente”, ou seja, não se pode doar sangue em troca de um benefício. Segundo o Hemorio, as pessoas acabam mentindo, na entrevista prévia que é feita antes da coleta, para obter a recompensa.

”O Hospital Pedro Ernesto fechou por falta de sangue. Não é justo que um cidadão para conseguir uma cirurgia tem que conseguir doador de sangue. Eu criei uma campanha institucional que incentiva o doador de sangue. É pelo ato de solidariedade.

Justiça suspende contrato da organizadora da prova dos Correios

A 5ª Vara da Justiça Federal de Brasília determinou a suspensão do processo de contratação da Fundação Cesgranrio, organizadora escolhida para aplicar as provas do concurso para 6.565 vagas nos Correios. Lançado há dez meses, o concurso tem um histórico de problemas e chegou a ficar parado por cinco meses até a escolha da organizadora, em julho. Após ser desmarcada uma vez, a prova objetiva estava prevista para ocorrer em 28 de novembro. Os Correios disseram que irão recorrer da decisão e manter o cronograma.

O autor da ação civil pública é o Ministério Público Federal, com pedido de liminar para suspender a contratação da Cesgranrio. O MPF questiona o processo de dispensa de licitação, alegando favorecimento dos Correios a essa entidade em um contrato no valor de R$ 26.575.873,50.

Radialista é morto a tiros no RN


O radialista Francisco Gomes, de 46 anos, foi morto a tiros em Caicó (RN), na noite de segunda-feira (18). Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, dois homens que estavam em uma moto atiraram na vítima, que estava na calçada, em frente da sua casa. O jornalista foi atingido por cinco disparos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a secretaria, parentes do radialista testemunharam o crime. A polícia investiga o caso. Até a manhã desta terça-feira (19), ninguém foi preso.

Pesquisa mostra Dilma a frente de Serra com 14 pontos a mais


A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, aparece 14 pontos à frente de José Serra (PSDB) na disputa do segundo turno. Pesquisa Vox Populi divulgada na madrugada desta terça-feira (19) mostra Dilma com 57% dos votos válidos (quando os votos brancos e nulos são descartados), contra 43% de Serra.

Quando são consideradas as intenções de voto, Dilma tem 51%, e Serra aparece com 39%. Votos brancos e nulos, neste caso, somam 6%, e indecisos, 4%. A margem de erro da sondagem é de 1,8 ponto percentual, para mais ou para menos.

Na pesquisa mais recente para o segundo turno, divulgada no dia 15, Dilma aparecia oitos pontos à frente de Serra. O Datafolha mostrou a petista com 54% dos votos válidos, contra 46% do adversário.

O Vox Populi ouviu 3.000 eleitores do dia 15 ao dia 17 de outubro. A sondagem foi feita a pedido do portal iG. O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) foi feito com o número 36193/2010.

Audiência do caso Mércia Nakashima


O promotor do caso Mércia Nakashima, Rodrigo Melo, disse nesta terça-feira (19) que voltará a pedir a prisão preventiva do ex-PM Mizael Bispo e do frentista Evandro Bezerra da Silva, acusados da morte da advogada. A afirmação foi feita no final desta manhã na entrada do fórum de Guarulhos, na Grande São Paulo, onde ocorre a audiência de instrução do caso desde a segunda-feira (18).


Melo chegou ao local por volta das 12h50. Ele afirmou que deve fazer o pedido ao juiz de Guarulhos no final da audiência, previsto para a quarta-feira (20). O promotor, porém, não quis adiantar os motivos que vai alegar para o novo pedido de prisão. Mizael e Silva respondem ao processo em liberdade.

Além do pedido de prisão, o promotor disse que pedirá o pronunciamento dos dois acusados para júri popular.

Audiência
O segundo dia da audiência de instrução do caso Mércia está previsto para começar no início da tarde desta terça-feira. Estão previstos os depoimentos de 15 testemunhas listadas pela defesa e dos dois réus. Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, a definição sobre se os acusados de matar a advogada irão ou não a júri popular só deve acontecer na quarta-feira.

Campeão é banido por uso de droga para aumentar pênis

Atual campeão olímpico e mundial dos 400 m, o americano LaShawn Merritt, 24, não poderá defender seu título em Londres-2012. O atleta foi suspenso pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) por 21 meses devido ao uso de substância proibida que tem a função de aumentar o pênis.

"A regra do COI é muito clara: quando qualquer atleta é suspenso por seis meses ou mais, ele é banido da próxima edição dos Jogos Olímpicos", disse o diretor de comunicação do Comitê Mark Adams, nesta terça-feira.

O medalhista de ouro nos Jogos de Pequim teve três amostras positivas para "pré-hormônios" de testosterona proibidos, disse a agência antidoping dos Estados Unidas (Usada), em comunicado, nesta segunda-feira.

Postado por Ana Mª Gomes.

Comerciante é preso fazendo sexo com menor

A polícia prendeu na madrugada desta terça-feira (18), na praia de Manaíra, o comerciante Airton Pedro da Silva, de 56 anos. Ele foi flagrado sem roupas dentro de um veículo da marca Pólo, de cor vermelha, nas proximidades de um shopping de João Pessoa, quando fazia sexo oral com uma menor de 10 anos de idade.

A abordagem foi feita pelos policiais militares que faziam ronda pelo local por conta da crescente onda de assaltos. Após a prisão em flagrante, os policias conduziram Airton Pedro da Silva e a menor para a Delegacia da Mulher, em João Pessoa. Ele e a menor foram ouvidos pela delegada Rossana. Em seguida, uma tia da vítima levou a criança para casa. O comerciante é casado e proprietário de vários quiosques na orla marítima da Capital.

A delegada informou que os parentes da menor contaram que ela é viciada em drogas e por isso vive constantemente nas ruas. O comerciante Airton Pedro da Silva está na Central de Polícia e deverá ser transferido para um dos presídios de João Pessoa.

GOL DO GARRA NA COPA CONDE