segunda-feira, 28 de junho de 2010



Por volta das 16h30 desta segunda-feira (28), a polícia entrou no sítio do goleiro do Flamengo Bruno, em Esmeraldas (MG), para escavar a área em busca do corpo de Eliza Samudio, desaparecida há três semanas. Cinco carros da polícia estão no local.

Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para o sítio, por volta das 17h. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, os carros foram enviados após suspeita de um corpo em uma cisterna.

A delegada Alessandra Wilke disse em coletiva à imprensa, na manhã desta segunda-feira, que a jovem teve um relacionamento com o jogador no ano passado e alegava que o atleta é pai de um bebê de 4 meses.

De acordo com a polícia, o sumiço da jovem começou a ser investigado depois de denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador. Ainda segundo a delegada Alessandra, Bruno é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Eliza.

Dayane Fernandes, mulher do goleiro Bruno, teria dito, em depoimento à polícia, que a jovem Eliza abandonou o filho de 4 meses. O bebê foi encontrado pela polícia na madrugada de sábado (26), com uma senhora desconhecida, e entregue a Luis Carlos Samudio, pai de Eliza, no domingo (27).

Dayane chegou a ser levada à delegacia na sexta-feira (25). Alessandra afirma que, depois de entrar em contradições, a mulher do jogador contou que escondeu o bebê a pedido de um amigo do goleiro. Dayane teria dito que Eliza deixou o filho com Bruno. A delegada, entretanto, diz que a madrasta de Eliza, que também prestou depoimento, não acredita na possibilidade de abandono.

Nesta segunda, a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, afirmou que o goleiro ficará afastado enquanto o caso não for esclarecido. O goleiro do Flamengo ainda não se pronunciou oficialmente.

DA REDAÇÃO A JORNALISTA ANA MARIA GOMES.

Após nova enchente, moradores ficam isolados em Palmares


Moradores e comerciantes de Palmares (PE) estão ilhados novamente após a chuva que vem atingindo a cidade desde sábado (26). Muitos acordaram, nesta segunda-feira (28), para retomar o trabalho de recuperação dos imóveis e foram surpreendidos pela água, que já atingiu cerca de um metro de altura nas principais ruas do Centro do município. A inundação ocorre na parte baixa da cidade por causa do solo já encharcado. A cheia da semana passada fez a água atingir mais de seis metros de altura.
DA REDAÇÃO A JORNALISTA ANA MARIA GOMES.

BRASIL VENCE PLACAR 3 A 0 E O CHILE FAZ AS MALAS

A TORCIDA SE AGITA, AFINAL O BRASIL CHEGA CADA VEZ MAIS PERTO DE LEVAR PRA CASA A TAÇA.


Robinho: "Sempre tive sorte contra o Chile"


A ALEGRIA DO RETORNO DE KAKA


A promessa de Marcelo Bielsa de colocar a equipe chilena para encarar o Brasil jogando do jeito que sabe, atacando, se concretizou. Então, a resposta natural da equipe de Dunga também foi jogar do jeito que melhor sabe: contra-atacando. E o resultado foi parecido com aquele das últimas vezes em que as equipes se enfrentaram nas eliminatórias sul-americanas: partida aberta, bonita e com vitória confortável da Seleção.

Os brasileiros alcançaram as quartas de final da Copa do Mundo da FIFA pela quinta edição consecutiva nesta segunda-feira com uma apresentação segura e um bocado de lances rápidos em contra-ataques que arrancaram aplausos do estádio Ellis Park, em Johanesburgo. Juan, Luís Fabiano e Robinho marcaram os gols da vitória por 3 a 0 que definiu Brasil x Holanda como a terceira partida das quartas de final da África do Sul 2010.

Os brasileiros e os holandeses – que superaram a Eslováquia por 2 a 1 nesta segunda-feira - voltam a campo na próximo sexta-feira, dia 2 de julho, às 16h locais (11h de Brasília, 15h de Lisboa), em Nelson Mandela Bay/Port Elizabeth, para disputar uma vaga na semifinal.

Mais uma vez, por conta de problemas físicos, Dunga teve que alterar a formação do meio-campo brasileiro, com Ramires na vaga de Felipe Melo e Daniel Alves, na de Elano. Isso além do retorno de Kaká, suspenso no emapte sem gols contra Portugal, e Robinho, poupado daquele jogo.
Da redação a jornalista Ana Maria Gomes.