quinta-feira, 27 de maio de 2010

HOMOSSEXUAL É PRESO EM FLAGRANTE COM 04 MENOS EM SUA CASA



TUDO ACONTECEU NA NOITE DESTA SEGUNDA -FEIRA(DIA 24 DE maio),QUANDO UM MENOR DE 17 ANOS SAIU DE SUA RESIDÊNCIA( RUA DOMINGOS MARANHÃO CONDE PB) PARA IR A ESCOLA E NÃO MAIS VOLTOU.
NA QUARTA-FEIRA A MÃE DO GAROTO VEIO NOS PROCURAR PARA QUE FIZESSEMOS UM APELO DO SEU DESAPARECIMENTO , A MESMA JÁ TINHA IDO A DELEGACIA E ESTAVA DE PORTAS FECHADA, ISSO JÁ ERA 8:20 DA MANHÃ DA QUARTA-FEIRA( DIA 26 de maio) , POUCO ANTES DO MEIO DIA, A MÃE DO GAROTO VOLTOU A NOS PROCURAR, E O SEU DESESPERO ERA AINDA MAIOR DEVIDO AOS VÁRIOS COMENTÁRIOS ATÉ DE MORTE, EU A ACONSELHEI A MESMA A PROCURAR O SERVIÇO DO CONSELHO TUTELAR. E AO CHEGAR (NO CONSELHO TUTELAR) ELA DESCOBRIU QUE, SEVERINO LUCAS DA SILVA DE 35 ANOS FUNCIONÁRIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CONDE, FOI PRESO EM FLAGRANTE COM 04 MENORES SENDO UM DE 16 ANOS, DOIS DE 17 ANOS E UMA MENINA DE 13 ANOS. SENDO QUE A FAMILIA DO GAROTO DE 17 ANOS E DA MENINA DE 13 ANOS QUE AMBOS IRMÃOS SABIAM QUE O GAROTO É CASO DO SEVERINO A 10 MESES. SEVERINO CONFESSOU QUE É APAIXONADO PELO MENINO E QUE NÃO IMPORTARIA O QUE IA ACONTECER COM ELE. O SENTIMENTO ERA DE AMOR. A MÃE DO OUTRO GAROTO DE 17 ANOS DESCOBRIU ASSIM QUE SEU FILHO ESTEVE ESSES DIAS NA CASA DO GARI DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CONDE. REDAÇÃO DA JORNALISTA ANA MARIA GOMES E FOTOS DE WAGNER ASSUNÇÃO.

Senado aprova criação de mais 381 cargos federais efetivos e comissionados




O Senado aprovou nesta quarta-feira três projetos que criam 381 cargos federais efetivos e comissionados, um dia depois de passar na Câmara medida que prevê gratificações e reajusta salários de 32,7 mil servidores da União ativos e aposentados, com impacto de R$ 800 milhões nas contas públicas até 2012. Uma das propostas, de iniciativa do TST (Tribunal Superior do Trabalho), cria 230 cargos efetivos no quadro de pessoal do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 15ª Região, com sede em Campinas (SP). Desse total, 152 cargos são de técnico judiciário e 78 de analista judiciário. O segundo projeto, encaminhado ao Congresso pelo Executivo, cria 148 funções comissionadas no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). O valor destas funções comissionadas deve variar de R$ 1.186,39 (nível 1) a R$ 3.837,62 (nível 4). Os ocupantes do nível 4 também terão direito a auxílio-moradia. A última medida aprovada, também de iniciativa da Presidência, cria três cargos em comissão na Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres. Postada por Ana Maria Gomes jornalista.