sábado, 1 de maio de 2010

Luciano Cartaxo dá prazo de uma semana para Maranhão definir vice

O vice-governador Luciano Cartaxo (PT) deu prazo até a próxima semana para que o governador José Maranhão (PMDB) defina se o petista vai mesmo ser novamente candidato a vice na chapa peemedebista. Ele disse que não pode esperar até junho por uma definição e que caso seja preterido precisa pensar num “plano b” para o pleito de outubro.“Nós precisamos saber da decisão. Se uma unificação entre PT e PMDB não é possível na chapa majoritária, nós temos que saber. Não podemos esperar indefinidamente”, destacou, admitindo que se não conseguir emplacar seu nome como vice vai se voltar para a disputa proporcional.Voltando-se em seguida para o presidente do PT na Paraíba, o deputado estadual Rodrigo Soares, o vice-governador cobrou uma ação mais enérgica da legenda em defesa da resolução aprovada no encontro estadual do partido. POSTADO POR ANA MARIA GOMES

MENSAGEM DA RADIO J.A A TODOS OS TRABALHADORES


"Trabalho é sinônimo de nobresa.

Nao desdenhe o trabalho que lhe coube realizar na vida.

O trabalho enobrece aquele que o faz com entusiasmo e amor.

Não existem trabalhos humildes. Só se distinguem por serem bem ou mal realizados.

Dê valor ao seu trabalho, fazendo-o com todo o amor e carinho, e estará desta maneira dando valor a sí mesmo." POSTADA POR ANA MARIA GOMES HOMENAGEANDO A TODOS OS TRABALHADORES

Dia do Trabalhador no Brasil



Até o início da Era Vargas (1930-1945) certos tipos de agremiação dos trabalhadores fabris eram bastante comuns, embora não constituísse um grupo político muito forte, dado a pouca industrialização do país. Esta movimentação operária tinha se caracterizado em um primeiro momento por possuir influências do anarquismo e mais tarde do comunismo, mas com a chegada de Getúlio Vargas ao poder, ela foi gradativamente dissolvida e os trabalhadores urbanos passaram a ser influenciados pelo que ficou conhecido como trabalhismo.

Até então, o Dia do Trabalhador era considerado por aqueles movimentos anteriores (anarquistas e comunistas) como um momento de protesto e crítica às estruturas sócio-econômicas do país. A propaganda trabalhista de Vargas, sutilmente, transforma um dia destinado a celebrar o trabalhador no Dia do Trabalhador. Tal mudança, aparentemente superficial, alterou profundamente as atividades realizadas pelos trabalhadores a cada ano, neste dia. Até então marcado por piquetes e passeatas, o Dia do Trabalhador passou a ser comemorado com festas populares, desfiles e celebrações similares. Atualmente, esta característica foi assimilada até mesmo pelo movimento sindical: tradicionalmente a Força Sindical (uma organização que congrega sindicatos de diversas áreas, ligada a partidos como o PDT) realiza grandes shows com nomes da música popular e sorteios de casa própria.

Aponta-se que o caráter massificador do Dia do Trabalhador, no Brasil, se expressa especialmente pelo costume que os governos têm de anunciar neste dia o aumento anual do salário mínimo. Outro ponto muito importante atribuído ao dia do trabalhador foi a criação da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, em 01 de maio de 1943.

Por ocasião de uma grande concentração operária no estádio Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, e sob os aplausos de mais de 40 mil trabalhadores, o presidente Getúlio Vargas assinou o decreto que institui o salário mínimo em todo o país"

A Constituição de 1988 define que o salario mínimo deve atender às necessidades do trabalhador e sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência. O salario minimo completa hoje 70 anos criado por Getulio Vargas. Parabêns aos trabalhadorers, que com garra levam a vida como que lhe convem, viver com um salario minimo é viver milagrosamente. Parabêns redação de Ana Maria Gomes

PRF aponta irregularidades em veículos escolares de 20 Municípios e do Estado

O Ministério Público da Paraíba recebeu, na última segunda-feira (16), um relatório da Polícia Rodoviária Federal com informações rela...