terça-feira, 7 de julho de 2009

Gugu deixa o SBT e deve estrear na Record em agosto




O apresentador Gugu Liberato e o SBT decidiram encerrar de maneira amigável o contrato de ambos, a cerca de nove meses de seu término. Em reunião ocorrida nesta segunda no Complexo Anhanguera, na qual participaram também Silvio Santos e Guilherme Stoliar, ficou acertado o fim do vínculo entre as partes. Com isso, Gugu não vai ao ar neste domingo e já está liberado para começar a trabalhar na Record.
As relações entre SBT e apresentador estavam cada vez mais tensas e cheias de acusações. Na semana passada, representantes de Gugu ameaçaram rescindir por considerarem que a emissora vinha quebrando cláusulas do contrato, conforme Ooops! adiantou. O SBT negou.
Em março, o SBT procurou Gugu e ofereceu renovação por quatro anos, mas, segundo Ooops! apurou, com valores inferiores aos atuais. Isso o fez descartar a proposta.
Mesmo após a proposta da Record, em maio, o SBT teve a garantia contratual de um prazo de cinco dias úteis para fazer uma contra oferta. Não fez. Após esse prazo é que Gugu assinou com a Record.
Casamento desfeito
Assim que o acordo com a Record foi divulgado, o SBT trocou o horário do "Domingo Legal" e proibiu um executivo próximo a Gugu de entrar no SBT. Começaram a vazar informações sobre novas retaliações, como a retirada do ar de um dos quadros mais populares do "Domingo Legal", o "Construindo um Sonho".
Gugu acusou o golpe. Mas, em comunicado oficial (um tanto "eufemístico", aliás), o SBT negou qualquer boicote e apontou a "imprensa" como responsável por uma suposta "vilanização" da emissora, e de ter transformado Gugu em vítima em todo esse imbroglio.
Na faixa das 12h às 16h, o "Domingo Legal" manteve a vice-liderança --que também tinha em horário nobre--, mas seu ibope caiu de uma média de 10 pontos em meses passados, para 7 pontos ontem. Também teve queda na receita publicitária com a mudança.
Gugu entrou no SBT aos 14 anos, como assistente de produção. Em 1982 ganhou o seu primeiro programa, o "Viva a Noite". Em 91, ganhou outra atração, o "Sabadão Sertanejo". Em janeiro de 93 veio seu terceiro e maior sucesso, o "Domingo Legal", que chegou a ser líder de ibope (derrotando a Globo) em vários domingos da década de 90. Foi dessa disputa que surgiu mais tarde a expressão "guerra do domingo na TV".

Domingo, 5 de Julho de 2009 - 21h41

Policiais rodoviários federais do Núcleo de Operações Especais da Paraíba prenderam, no sábado (4), no entroncamento das rodovias BR-316 e BR-222, na localidade Estaca Zero, município de Santa Inês, os quadrilheiros oriundos do Estado de São Paulo, Welby de Oliveira Costa, Daniel Borges dos Santos, Márcio Roberto de Souza e o maranhense Hélio dos Santos Silva, que é ex-policial militar do Maranhão.
De acordo com a notícia divulgada neste domingo (5), os quatro criminosos estavam em dois veículos e, durante a abordagem foram encontrados no interior dos carros diversos materiais eletrônicos, dentre eles um chamado de “chupa cabra”, que é utilizado para fazer a clonagem de cartões magnéticos. Além dos equipamentos eletrônicos, os policiais apreenderam diversas ferramentas utilizadas para a montagem do “chupa cabra” em caixas eletrônicos.

Preso homem acusado de assaltar ônibus na Epitácio


Policiais militares prenderam na tarde deste domingo (5), no Centro de João Pessoa, Davis Dierbiton Belarmino de Aguiar, 21 anos, acusado de assaltar um ônibus da empresa São Jorge, que faz a linha Valentina-Epitácio.
Por volta das 15h, a Polícia foi acionada para uma ocorrência de assalto a coletivo na Avenida Epitácio Pessoa e iniciou as buscas. A informação dava conta que um homem armado de revolver entrou em um ônibus, nas proximidades do colégio das Lourdinas, e depois fugiu levando dinheiro e os pertences dos passageiros.

Segunda, 6 de Julho de 2009 - 18h19


Dois homens assaltaram, por volta das 13h25 desta segunda-feira (6), uma casa lotérica localizada na rua 2 de Fevereiro, no bairro do Rangel, em João Pessoa.
De acordo com o centro integrado de operações especiais da policial militar (Ciop), os bandidos estavam armados quando invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto.
Eles roubaram todo o dinheiro que estava nos caixas - a quantia ainda não foi divulgada -, além de dois celulares pertencentes a clientes.
Os bandidos fugiram a pé sem deixar pistas e até o momento ainda não foram identificados pela polícia.